A tuberculose é uma doença de natureza infectocontagiosa causada por um microorganismo conhecido popularmente como ”bacilo de Koch”. Pode ser diagnosticada, num primeiro momento, quando o indivíduo apresenta sintomas como tosse seca ou carregada, febre (com aparecimento de sudorese noturna), indisposição e rápido emagrecimento, sintomas estes que devem ser observados com atenção.

Seu contágio ocorre por vias aéreas, ou seja, quando um indivíduo infectado fala, tosse ou espirra, libera diversas gotículas no ar que podem conter o bacilo. O indivíduo saudável, quando inala essas gotículas, pode se infectar. Porém, uma pessoa infectada pelo bacilo não necessariamente saberá de sua existência, uma vez que a doença só irá se manifestar se a pessoa estiver com baixa imunidade, ou seja, quando seu organismo não for capaz de conter a multiplicação do microorganismo. Por decorrência disso, somente 10% dos infectados pelo bacilo irão desenvolver a doença, enquanto que os 90% restantes nem saberá de sua existência. Isto ocorre porque os sintomas aparecem nos indivíduos que não mantêm uma boa qualidade de vida, se alimentando de forma incorreta ou dormindo pouco, por exemplo.

A tuberculose é uma doença caracterizada pelo seu elevado grau de contágio, porém existe tratamento gratuito concedido pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e as chances de cura são elevadas, chegando a 95% quando o tratamento é feito da forma correta. Porém, para evitar as complicações do tratamento, que pode durar até 9 meses, é fundamental manter uma boa qualidade de vida, garantindo o equilíbrio da saúde e contribuindo para erradicação dos males que essa doença pode trazer.

Por Airton Felix Junior


É muito comum que um quadro de gripe que se prolonga por muitos dias se transforme em problemas pulmonares mais graves.

A tuberculose pulmonar é causada pelo Bacilo de Koch e geralmente atinge aquelas pessoas que estão debilitadas com deficiência no sistema de defesa.

Pessoas que tem alimentação irregular, vida desregrada, ingerem frequentemente bebidas alcoólicas e os portadores de HIV formam um grupo mais vulnerável a contrair a doença. Lembrando que pessoas com tuberculose devem evitar o contato direito com as demais, pois ela é contagiosa.

Para evitar que quadros simples de problemas respiratórios se agravem procure incluir proteínas, verduras, legumes, frutas ricas em vitamina C, beba sempre muita água, evite bebidas geladas, procure praticar atividade física, sempre que possível em locais ao ar livre e evite locais fechados com aglomeração de pessoas.

Qualquer alteração ou se a gripe persistir procure imediatamente um médico. Cuide-se.

Por Milena Evelyn





CONTINUE NAVEGANDO: