São várias as formas existentes e conhecidas de transmissão de doenças. A falta de higiene nas mãos é uma das mais comuns e pode ajudar no desenvolvimento de uma série de males.

Pensando nisso o Governo Federal criou há alguns anos o Programa Saúde na Escola (PSE), que visa fazer com que as crianças de escolas públicas de todo o país desenvolvam desde pequenas o hábito de lavar as mãos e mantê-las sempre limpas, evitando riscos.

Alexandre Padilha, ministro da saúde, visitou a escola estadual Duque de Caxias, na cidade de Teresina, capital do Piauí, para desenvolver ações do programa. Além de estudantes, o ministro também falou com pais, professores e funcionários sobre a importância desse simples ato de higiene e das várias doenças que ele pode evitar.

O PSE é uma parceria entre o Ministério da Saúde e Ministério da Educação e Cultura. O projeto já foi aderido por mais de 2 mil municípios brasileiros e estima-se que já tenha beneficiado mais de 200 mil estudantes em todo o país.

Confira no vídeo como lavar as mãos corretamente:

Por Mozart Artmann


Ao consumir um alimento contaminado por bactérias, vírus ou toxinas a pessoa desenvolve uma infecção que é conhecida como intoxicação alimentar. Lugares onde a comida é mal manuseada, preparada ou estocada, certamente vendem comida que causará esse tipo de intoxicação. Além disso, alimentos que possuem pesticidas em doses muito grandes podem causar o problema.

A higiene é tudo na cozinha onde alimentos são preparados, pois o contato de ratos, baratas e moscas com a comida é outro causador da doença. Algum tempo depois que a comida é ingerida o indivíduo começa a sentir os sintomas da intoxicação que são: náusea, vômito, diarreia, febre, dor abdominal, dor de cabeça e cansaço.

Muitas vezes o próprio corpo se recupera do problema, mas nem sempre e se a recuperação não acontecer há o risco até de morte, principalmente em bebês, mulheres grávidas e idosos.

Por isso, para que um transtorno alimentar assim poda ser evitado é preciso sempre prestar atenção na higiene e limpeza dos restaurantes, bares e cafés. E em casa, procurar sempre lavar bem os alimentos e também cozinhá-los.

Por Karin Földes





CONTINUE NAVEGANDO: