Os portadores de hepatite C ganharam uma nova esperança de tratamento. Duas novas drogas, o telaprevir e o boceprevir, estão em fases finais de aprovação na Europa e nos Estados Unidos.

Os novos medicamentos prometem dobrar as chances de eliminação do vírus, e além disso possuem tempo de tratamento bem menor do que o atual, que utiliza a ribavirina e o interferon.

As novas drogas atuam impedindo a replicação do vírus VHC, causador da hepatite C.

De acordo com a hepatologista Edna Strauss, do Hospital de Clínicas da USP, o tratamento atual não é satisfatório na eliminação da doença para mais da metade das pessoas que o procuram. E é para este grupo que os novos medicamentos irão atuar com efeito maior, havendo chance de cura de 90%.

Por Elizabeth Preático





CONTINUE NAVEGANDO: