Indisposição, fraqueza, falta de apetite, sono excessivo e cansaço podem ser sintomas de anemia. Um problema que ocorre no sangue quando os níveis de hemoglobina estão baixos. Para entender melhor, a hemoglobina é o conhecido glóbulo vermelho, quem transporta o oxigênio no sangue.

A doença, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMG), chega a atingir 30% da população mundial, sendo 50% de crianças menores de dois anos. Um indivíduo que ingere porções muito pequenas de ferro diariamente tende a ter essa doença. Muitas vezes ela aparece em decorrência de outro problema de saúde.

Mulheres adultas correm o risco de ter a doença depois de uma menstruação muito forte, devido à perda grande de sangue. Uma alimentação balanceada é sempre o que mantém o corpo saudável e nesse caso não é diferente.

Se uma pessoa sente alguns dos sintomas citados acima precisa procurar um médico para que um exame de sangue seja feito, pois a anemia pode levar à leucemia.

Por Karin Földes


O AME de Heliópolis está com uma grande novidade para a população que utiliza os serviços da unidade.

A partir deste mês, os pacientes que realizarem exames no ambulatório terão acesso aos resultados pela Internet.

A novidade estará disponível para todos os usuários do SUS de São Paulo que realizarem exames no AME de Heliópolis.

Os pacientes atendidos nesta unidade, também conhecida como AME Dr. Luiz Roberto Barradas Barata, podem retirar via internet os laudos de exames de imagem e laboratório. Para isso, basta acessar o portal do AME com número de protoloco e senha para retirar os resultados.

Dúvidas podem ser respondidas pelos telefones: (11) 2065-1550 ramal 2224 ou 2219 (11) 0800-7730202 USUÁRIO.

Site do AME Heliópolis: www.ameh.org.br

Por Danielle Vieira dos Santos


Volta e meia, pacientes afetados pela dengue costumam aparecer nos noticiários. Trata-se de uma doença perigosa, e que precisa ser identificada com urgência, para que o tratamento seja eficaz. Atualmente os exames que identificam a doença são: o teste do laço e exames de sorologia para dengue IgG e IgM.

O mais antigo deles é o teste do laço, em que os médicos medem a pressão arterial dos pacientes com o tensiômetro, comum nos consultórios. O paciente fica cinco minutos com o braço sendo pressionado pelo aparelho. Se ele estiver com dengue hemorrágica, surgem pequenos pontos de sangramento na pele.

Os exames de sorologia só podem ser realizados a partir do sexto dia da manifestação dos sintomas da dengue. Os testes são feitos são feitos a partir de uma amostra de sangue do paciente.

Segundo recomendação de especialistas, avaliar o estado de saúde do paciente assim que consultar o médico é essencial, pois a doença em sua fase inicial costuma se confundir com outras doenças.

Por Selma Isis

Fonte: Isabela Baraúna- infectologista.





CONTINUE NAVEGANDO: