Saiba aqui os principais problemas que podem surgir com noites mal dormidas.

Uma das maiores insatisfações na vida das pessoas é em relação à qualidade do sono. Muitos indivíduos reclamam que dormem poucas horas e essa questão pode desencadear uma série de problemas na vida destas pessoas. O sono é importante não só para estar disposto no dia seguinte, dormir bem garante também que muitas patologias possam ser evitadas. Confira agora quatro problemas sérios que podem estar relacionados a noites mal dormidas. E também algumas dicas preciosas para que você consiga ter noites de sono melhores.

01º Estresse

Perder uma noite de sono uma vez ou outra, por algum motivo especial, como um evento noturno, é comum na vida de qualquer pessoa. Entretanto, se essa situação persistir é aí que mora o grande problema.

O corpo humano é muito inteligente, ele sabe que uma hora todos os sistemas que o formam precisam descansar e a melhor hora para isso é o período noturno. Já que ele precisa de 6 a 8 horas para fazer este processo de recuperação. Já que muitas funções, vitaminas, hormônios são revitalizadas neste momento.

Com isso, se não se tem uma quantidade de horas suficientes para que o corpo realize todos esses procedimentos, o indivíduo passa a ficar inquieto e, sobretudo, a ter momentos de estresse muito mais severos. Qualquer eventualidade que aconteça, passa a tomar proporções enormes, as pessoas atingidas por este tipo de sentimento vão ficar muito mais nervosas, terem dificuldades para encontrar soluções e o pior, elas vão ter mais facilidade para desencadear os problemas listados abaixo.

02 Ganho de peso acentuado

Muitas pessoas que ganham muito peso e em um curto espaço de tempo afirmam que encontram na comida uma espécie de refúgio. Pois é no ato de se alimentar que encontram alguma alegria.

Juntando este fator do momento de felicidade mais o estresse é quase inevitável que o indivíduo engorde. Além disso, como estamos tratando sobre a insônia, o período noturno vai ser um dos momentos do dia mais propícios que a pessoa coma de forma exacerbada.

Com toda certeza você já deve ter ouvido que as pessoas que se encontram em uma situação como essa tendem a atacar a geladeira durante a madrugada. Pois elas ficam ansiosas, pois não dormem e também elas não têm nenhuma atividade para se concentrar de forma mais específica durante essas horas. O resultado disso tudo é o ganho de peso que se não tratado pode levar a obesidade.

03º Queda da Imunidade

Esse é um dos pontos mais críticos quando se fala em perda do sono a noite. Sem as sagradas horas de sono, você terá muito menos energia. O seu corpo não vai funcionar direito e este é momento oportuno para que certas doenças invadam o seu organismo.

O tipo de doença e a sua gravidade vão depender do sistema imunológico de cada um. Pois, hoje o conceito de patologia é muito vasto, existe uma infinidade de doenças fisiológicas e mentais. Então este ponto de baixa imunidade é preciso ser levado muito a sério.

04º Problemas no Coração

Uma das principais funções do sono, segundo estudos recentes, é regular a pressão arterial e a manter estabilizada. Caso uma pessoa sofra com a insônia, a pressão arterial pode ser elevada. E como todos nós sabemos, quando isso acontece pode-se ter casos de hipertensão. Além disso, também cresce as chances de acontecer um acidente vascular cerebral, o AVC e também de um infarto.

Dicas para se conseguir noites de sono de qualidade

Antes de listar essas dicas é sempre importante fazer uma consulta médica e avaliar as condições gerais de sua saúde. Aliado a isso, você pode adotar essas práticas para ter uma boa noite e mais qualidade de vida:

-Praticar exercícios físicos regularmente.

-Adotar uma boa alimentação.

-Evitar mexer em dispositivos móveis antes de dormir.

-Evitar situações de estresse.

-Não acumular atividades durante o dia e deixar para a noite.

Colocando em práticas os pontos listados acima, as chances de você melhorar suas noites são altas. Boa sorte!

Isabela Castro.


Conheça aqui mais detalhes sobre as Varizes e como tratá-la.

Hoje em dias muitas pessoas sofrem com as varizes, e isso é de modo geral. Mulheres, homens, jovens e idosos estão em um grande grupo de pessoas que lutam diariamente para acabar com esse problema que vem crescendo a cada dia. Muitas pessoas, por falta de informação, deixam o problema se agravar e só procuram ajuda médica quando a coisa já está muito complicada. Nesse artigo vamos falar sobre o problema, o que causa e as opções de tratamentos. Existem muitas perguntas sobre varizes que já se tornaram bem comum, então vamos responder aqui também.

O que são varizes?

As varizes são veias que dilatam de forma exagerada e geralmente elas ficam bem evidentes por sua forma e coloração, que na maioria das vezes pode ser esverdeada ou azulada. Além de causar desconforto como: dores, ardência e câimbras, elas causam desconforto na parte estética também. Geralmente as varizes ficam nas pernas na parte externa, em casos mais extremos elas podem atacar a virilha e ir até o tornozelo, o que causa inchaço na região, principalmente para quem usar sapato com salto ou sapatos fechados por muitas horas seguidas.

As varizes são hereditárias?

Nem sempre as varizes serão hereditárias, porém, a maioria dos casos vem por herança genética sim. E de certa forma é até mais fácil cuidar das varizes quando sabemos que algumas pessoas de nossa família apresentam esse tipo de problema, o ideal é ficar ligado nos sinais do corpo e assim que perceber que o problema está surgindo, procure o médico especialista e procure tratamento para solucionar a doença quando ela está no início e aprender como evitar o surgimento de outras varizes.

Ficar em pé ou sentado por muito tempo facilita ter varizes?

Sim. O fato de ficar apenas em um tipo de posição por muito tempo, faz com que a circulação fique parada por mais tempo do que se pode e assim fica mais fácil de surgir as varizes. O ideal para quem trabalha em uma dessas posições é ter pausas para exercitar as pernas nem que seja por apenas alguns minutos, e assim ajudar na circulação.

Estou com varizes o que devo fazer?

A primeira coisa a se fazer quando se percebe que as varizes estão surgindo ou piorando é procurar um médico especialista. Ele vai examinar o caso de forma completa e pedirá alguns exames e fará o diagnóstico do paciente, e só assim ele vai indicar o tratamento ideal para o seu caso.

Não use medicação e nem fórmulas caseiras por conta própria?

Muitas pessoas cometem o erro de procurar tratamentos paliativos e que no fundo pode piorar a situação. O ideal é ir pelo caminho mais correto que é procurar um médico especialista. Assim as chances de eliminar o problema são maiores e eficaz.

Pessoas que estão acima do peso tem mais chances de ter varizes?

Sim. As pessoas que estão acima do peso tem mais chances de desenvolver esse problema, pois esse grupo de pessoas normalmente tendem a serem sedentários. E com isso a circulação vai sendo prejudicada e junto ao aumento de peso, o problema tem maiores chances de acontecer.

Quais são os melhores tratamentos contra as varizes?

O tratamento para as varizes vai variar de acordo com o estágio delas. Veja abaixo como tratar cada caso:

Tratamento de vasinhos

Os vasinhos são aquelas veias bem finas que surgem do nada e logo vão se multiplicando, e se não forem tratadas logo no início podem virar varizes. Geralmente esses vasinhos são bem mais simples de serem eliminados, eles são tratados com tratamento de agulhas ou laser. Esses tratamentos causam sim um certo desconforto e precisam de algumas aplicações para eliminar todos os vasinhos. O preço vai variar muito do local onde será feito o tratamento e de cada caso.

Tratamento de varizes grossas e não tão graves

Esse tipo de varizes está no caso médio, que são aquelas varizes que causam algum desconforto tanto físico e na aparência e que podem ser tratadas com aplicações de espuma, que na maioria dos casos tem uma solução bem alta em torno de 85% do problema. O ponto negativo desse tratamento, é que ele tem chances de deixar a pele manchada.

Tratamento de varizes bem grossas e estágio bem avançado

Para essas varizes o tratamento indicado é a cirurgia. Essa cirurgia vai retirar as veias e eliminar assim o problema.

Siga essas dicas e elimine as varizes da sua vida!

Cristiane Amaral


Saiba aqui quem deve tomar a vacina para Febre Amarela.

Um dos assuntos mais procurados no Google nos últimos dias são pesquisa sobre a vacinação da febre amarela. Esta alta procura sobre a vacina é por conta de um anúncio feito pelo governo da morte de macacos infectados pelo vírus da febre amarela.

O anúncio das mortes dos macacos infectados ocorreu no final do ano de 2017, no começo deste ano, e isso tem tomado muito a população sobre as reações que essa doença pode causar e levar até a morte.

Mas afinal, como é transmitida a febre amarela? Os macacos são os transmissores ou vítimas?

Neste artigo nós vamos falar um pouco sobre esta polêmica da vacina contra febre amarela e tirar todas as dúvidas que você tem sobre esta doença que pode levar até a morte.

Os macacos são vítimas

A falta de informação leva a população a tirar conclusões precipitadas e espalhar a notícia erroneamente. A febre amarela ela é transmitida pela picada do mosquito fêmea, Mais conhecido como Aedes Aegypti.

Os macacos nessa situação eles são hospedeiros naturais desse vírus. Os mosquitos são os reais transmissores da doença, os macacos são apenas vítimas na qual adoecem e morrem.

A morte dos Macacos é apenas um aviso para as secretarias de saúde daquela região ficarem atentas, pois há indícios de transmissão para mais pessoas e o vírus está presente nessa região.

Como é transmitida a febre amarela?

Por falta de informação, muitas pessoas acreditam que os macacos são os reais transmissores da doença, no entanto, como falamos anteriormente, eles são apenas vítimas e se tornam hospedeiros desse vírus.

Se você tem interesse nesse assunto e quer saber realmente como é feita a transmissão dessa doença continue lendo este artigo até o final e entenda como que é transmitido este vírus tão mortal e que tem amedrontado muitas pessoas.

As notícias sobre o vírus da febre amarela fizeram com que a população se mobilizasse em busca da vacina e muitos postos de saúde não estão preparados para a demanda das pessoas em busca deste medicamento.

A febre amarela ela é uma doença que é adquirida através de mosquitos transmissores e ela é infecciosa e grave, sendo causada por um vírus. O mosquito Aedes Aegypti, Haemagogus ou Sabethes picam os macacos que já são hospedeiros naturais deste vírus e possuem suscetibilidade a esta doença, com isso outro mosquito pica o macaco, que transmite aos seres humanos.

É muito importante que as pessoas entendam que é o mosquito que transmite a doença e que as pessoas não transmitem doenças para outras pessoas, muito menos os macacos.

Quem não pode tomar a vacina da febre amarela?

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), a vacinação é a forma mais eficiente de combater a febre amarela. A vacina ela é constituída de vírus vivo diluída em soro. Para que aconteça a prevenção é recomendado que 80% da população esteja vacinada e que este vírus não se propague para outras regiões.

A vacina que está sendo disponibilizada para a população é fracionada, porém existe uma diferença para quem tomou a vacina dose completa. A OMS informa que quem tomou a vacina dose completa é válida para vida toda e quem tomar a vacina fracionada é válida apenas por 9 anos.

Houve o questionamento por muitos estudiosos da área da saúde sobre a duração e validade desta vacina, muitos acreditavam que ela duraria apenas um ano, porém, estudos comprovaram a eficácia dessa vacina por até 9 anos.

A aplicação dessa vacina é feita em região subcutânea no braço, o efeito protetor começa a reagir após o décimo dia depois da aplicação da medicação. A reação do organismo age diretamente para que o mesmo produza anticorpos contra este vírus.

A vacina é contra indicada para gestantes, mulheres em fase de amamentação, crianças com até 6 meses e idosos com idade acima de 60 anos. Pessoas com doenças pré-existentes que são crônicas também não devem tomar esta vacina, Pessoas imunodepressivas e oncológicos também entram nessa lista.

Para quem é indicado a vacinação ?

Pessoas que habitam regiões de risco e que houve vários indícios de contaminação por febre amarela com idades de nove meses a 60 anos são indicados a receber a vacina.

Além disso, pessoas que precisam viajar para o exterior ou para regiões onde existe indícios de surtos da febre amarela. Se gestantes estiverem em região de risco ou lactantes e precisarem tomar a dose da vacina é preciso ter a orientação primeiramente de um médico especialista e avaliar se realmente existe o risco de contaminação. caso as mães que estão amamentando precisarem tomar a vacina elas terão que parar amamentação durante 28 dias.

Para quem precisa viajar para o exterior é indicado que tome a vacina 10 dias antes da sua viagem, pois a vacina começa a reagir no organismo após este período.

Este artigo foi interessante? Você conseguiu solucionar suas dúvidas sobre a febre amarela? Conhece mais pessoas que podem ter a mesma dúvida que você? Compartilhe este artigo para que mais pessoas possam entender a real situação da febre amarela no Brasil.

Marcio Ferraz


Saiba aqui os cuidados e como evitar a Febre Amarela.

A febre amarela é uma doença que pode matar e existe alguns casos de morte no Brasil. Muitas pessoas estão assustadas com um possível surto e não sabem as diversas formas de evitar a doença. Então vamos citar aqui como você pode prevenir a doença e de sua família também.

Tenha atenção a possíveis focos do mosquito Aedes Aegypti

A principal preocupação da população ainda deve ser eliminar os focos dos mosquitos e seus criadouros, que podem ser em lugares bem comuns como: Baldes e vasilhas com água parada, pneus com água parada e qualquer local que a água possa ficar acumulada. Pode até parecer um trabalho chato de fazer diariamente, porém, essa é uma das medidas mais importantes contra esse mosquito. Lavar esses locais com água e um pouco de cloro pode ajudar muito.

Use repelente

O repelente é essencial nessa fase de preocupação de surto. O ideal é que todas as pessoas que puderem usem esse produto, principalmente crianças e idosos que são pessoas que estão na classificação de risco. O ideal é usar repelentes de marca conhecida e ter atenção ao tempo certo de reaplicação do produto e assim ficar livre das picadas do mosquito.

Pessoas que não podem tomar a vacina devem se prevenir em dobro

Pessoas com baixa imunidade como os pacientes que tem câncer e fazem tratamento de quimioterapia e radioterapia, precisam ficar atentos aos mosquitos. Eles não podem tomar a vacina da febre a amarela, justamente por ter uma imunidade muito baixa. Caso essas pessoas sejam infectadas pelo mosquito, terão grande chance de ter uma complicação e até morrer. Essas pessoas devem usar repelente durante todo o dia e evitar ir para locais onde se tenham maior chance de surto da febre amarela.

Usar roupas que cubram boa parte do corpo também é indicado para evitar ser picado pelo mosquito

Outra dica bem legal contra a picada do mosquito transmissor é usar roupas que cobrem o corpo todo. Com essa dica fica mais fácil evitar o contato com o mosquito transmissor. Com esse tipo de roupa o mosquito sente dificuldade em achar um local para picar. E as chances de contrair a febre amarela diminui drasticamente. O ideal é usar roupas longas e usar também o repelente e assim evitar que o mosquito te pique.

Use vela de citronela

0 uso de vela citronela também ajuda a afastar o mosquito transmissor. O ideal é acender a vela assim que sentir que está caindo a noite. Se você residir em um local que tenham muito mato, pode usar a vela durante o dia também. A vela de citronela pode ser achada em mercados ou lojas que vendem produtos naturais. Seu cheiro não é forte e normalmente não incomoda. E o valor dessa vela é relativamente baixo se avaliar o custo benefício. Além disso, ela dura bastante.

Usar tela de proteção em janelas e portas pode ajudar contra o ataque do mosquito

Outra medida infalível para afastar os mosquitos da residência, é colocar telas de proteção em janelas e portas da residência. Dessa forma fica muito difícil dos mosquitos entrarem dentro de casa e consequentemente picar alguém que more na casa. As telas de proteção podem ser compradas em lojas de material de construção e costumam ser baratas. Para colocar elas nas janelas e portas também são bem fáceis, então não tem desculpa para não usar esse método contra os mosquitos.

Evite o acumulo de lixo e mato no quintal de casa

Com o risco de surto de febre amarela o ideal é cada um fazer a sua parte. Se você morar perto de locais que tenham matagal e grande quantidade de lixo, ligue para a prefeitura ou empresa de coleta de lixo e denuncie. Caso esse problema ocorra do seu quintal, o ideal é acabar com esse possível criadouro do mosquito transmissor.

Siga essas dicas e diminua as chances de contrair a febre amarela!

Cristiane Amaral


Veja as principais dúvidas sobre a vacina da febre amarela e suas respostas.

O Brasil está em alerta sobre casos de febre amarela, essa atenção ficou voltada principalmente no ano de 2017 e agora em 2018 há uma grande procura da vacina nos postos do País. Já sabemos que existem casos de pessoas que morreram com a doença e alguns macacos também, pois estão infectados. É importante ressaltar que o animal não é o transmissor da doença, e sim o mosquito Aedes Aegypti. A febre amarela pode levar a morte em pouco tempo, então é preciso vacinar.

Polêmica sobre reação da vacina da febre amarela

Muitas pessoas ficam inseguras em relação a se vacinar, pois existem muitos boatos na internet sobre mortes após a vacinação. É claro que a maioria dessas afirmações são boatos que se espalham nas redes sociais e acabam ganhando forças e causando pânico. Vale ressaltar que existe uma sinalização para um grupo de pessoas que não podem se vacinar e essas e outras informações vão estar logo abaixo:

1- A vacina pode provocar reação? E quais seriam essas reações?

Sim. Todas as vacinas podem causar algum tipo de reação. E a vacina da febre amarela pode causar reações como: mal-estar, dor de cabeça e febre.

2- A vacina causa dor ou inchaço?

A maioria das pessoas que tomam a vacina não reclamam que ela é dolorida ao ser dada e nem de inchaço depois da aplicação. A agulha é relativamente menor que a maioria das vacinas. Porém, se a pessoa for sensível, ela pode sentir um pequeno desconforto, nada fora do normal.

3- Gestante pode tomar a vacina?

Não. A gestante faz parte do grupo de pessoas que não devem tomar a vacina da febre amarela.

4- Os bebês podem tomar a vacina da febre amarela?

Os bebês que tiverem idade a partir de nove meses podem ser vacinados contra a febre amarela. Porém, se essa criança morar em um local que tenha surto da doença e mortes de macaco com a febre amarela, a idade é a partir de 6 meses.

5- É verdade que quem tem baixa imunidade não pode se vacinar contra a febre amarela?

Sim. Quem tem imunidade baixa está no grupo de risco e de imediato não poderá tomar a vacina. O ideal é passar com o médico e fazer exames e ter uma avaliação mais completa, e caso ele permita, é preciso levar essa autorização no posto de saúde no dia em que for se vacinar.

6- Alguns medicamentos podem causar problemas para quem se vacina?

A princípio não existe nenhuma contraindicação em relação a medicações, exceto o uso de corticoide.

7- Como funciona a vacinação para quem acha que já se vacinou a anos atrás e não tem certeza?

Nesse tipo de caso a melhor solução é se vacinar novamente, pois muitas pessoas perdem a caderneta de vacinação em algum momento de sua vida e ficam sem saber se tomaram ou não a vacina. No caso da vacina da febre amarela é bom não bobear, pois a doença pode matar e já existem casos de morte no Brasil.

8- É preciso estar em jejum para tomar a vacina da febre amarela?

Não. Essa é uma dúvida muito comum entre as pessoas que estão indo ao posto em busca de informações sobre a vacina da febre amarela. Porém, não é preciso estar em jejum para se vacinar.

9- Qual a idade base das pessoas que podem se vacinar?

A idade base para vacina é de 9 meses a 59 anos. Crianças que já tomaram a vacina antes da campanha e do risco de epidemia não precisam tomar. É essencial levar a caderneta da criança para que o profissional de saúde verifique na hora se precisa ou não vacinar. Em caso de pessoas que já tenham 60 anos ou mais é indicado apenas se vacinar com o consentimento do médico.

10- Em caso de risco de já ter contraído a doença, como deve proceder?

Nesse caso não pode se vacinar e sim procurar um hospital o mais rápido possível para verificar que realmente a pessoa contraiu a doença.

Essas são as informações principais da vacina da febre amarela!

Cristiane Amaral


Saiba aqui quantas horas o seu filho precisa dormir para que tenha o sono ideal.

Nossos bebês estão dormindo pouco? Todos sabemos importância sono na vida de uma criança e é indiscutível que a responsabilidade da qualidade de sono é exclusiva dos pais. É de extrema relevância que cuidemos desses momentos tão preciosos dos nossos bebês.

Pesquisas atuais estão apontando que as crianças e bebês estão dormindo menos do que deveriam. Veja neste artigo se esse é o caso da sua criança.

Quantas horas os bebês e as crianças de até 10 anos precisam dormir por dia?

Segundo a pesquisa de uma grande revista da Editora Globo, a Revista CRESCER, apenas 9% das crianças de 1 a 2 anos estão dormindo a quantidade devida, que segundo os especialistas é de 13 horas diárias.Os cientistas especialistas do sono infantil afirmam que a maioria dos pais estão cientes que seus filhos dormem pouco.

Confira agora a quantidade ideal de tempo de descanso para sua criança

Se o seu neném tem 1 mês de vida é necessário que ele durma 1 a 4 horas intercalados por uma a duas horas acordado, independentemente se for noite ou dia.

Já se o seu neném tiver de dois a três meses, o ideal é que durma de 6 a 9 horas por dia. Isto deve se seguir até os seis meses de vida.

A partir dos 6 meses o neném deve dormir de 9 a 11 horas diárias.

Assim que o seu bebê completar um ano de vida deve começar a descansar de 9 a 10 horas por dia.

Quando completar dois anos o período de tempo dormindo deve aumentar para 10 horas e 30 minutos. Assim deve ser até os três anos de vida.

Quando a criança completar 4 anos ela deve descansar 11 a 12 horas diariamente.

Quando tiver 6 anos o período de tempo deve diminuir para 10 a 11 horas diárias, seguindo assim até os 10 anos de vida.

Agora que você já está ciente da quantidade de sono necessária para seu filho, confira algumas dicas para que esses momentos sejam o de máximo conforto para o seu pequeno:

  • Procure fazê-lo dormir sempre no mesmo horário.
  • Mantenha o ambiente organizado limpo e com baixa luminosidade.
  • Evite agitação e estímulos momentos antes da hora de ninar.
  • Estabeleça uma rotina.

Carolina B.


Confira aqui o que fazer para identificar e ajudar as pessoas as pessoas que participam do jogo.

Nos últimos anos, a taxa de suicídio entre os jovens de 10 a 14 anos aumentou cerca de 40%, e entre a faixa etária de 15 a 19 anos foi de 33%, de acordo com o Mapa da Violência 2014. Entretanto, apesar de os dados serem alarmantes, o tema ainda é visto como tabu por muitas famílias e inclusive nas escolas, em que a questão não é discutida seriamente.

Desta forma, os jovens podem passar despercebidos pelos amigos, familiares e colegas do cotidiano, e influenciados por jogos e desafios, podem ficar vulneráveis e cometer suicídio, como faz parte de uma das regras do jogo “Baleia Azul”.

Neste sentido, a internet pode ter influência decisiva, uma vez que pode servir de instrução destrutiva ou induzir à prática de algum crime por meio de regras, em que os participantes são obrigados a cumprir, antes de cometer o suicídio.

Mas, a internet também pode ser uma aliada para quem precisa de ajuda: o Centro de Valorização a Vida (CVV), que oferece auxílio por meio de chat, Skype, e-mail e também telefone. É fundamental que os pais prestem atenção no comportamento da criança e também busque estabelecer uma relação de confiança, apoio e diálogo, principalmente.

Desta maneira, é essencial ficar atento a comportamentos estranhos quando perceber que algo está muito diferente ou teve algum tipo de mudança, mesmo que seja sutil. É necessário saber respeitar o espaço e a privacidade, mas ao mesmo tempo, estar atento ao que acontece ao redor, sobretudo se a pessoa emitir alguns sinais de alerta como isolamento, irritabilidade excessiva, piora no rendimento da escola, consumo de álcool e drogas, entre outras mudanças de comportamento.

Ao notar qualquer mudança, não tenha medo de dialogar, ou seja, demonstre que a pessoa tem importância e que você quer entender o que está acontecendo. Além disso, seja franco, direto e insista, mesmo que o outro relute, se achar necessário busque uma ajuda especializada por meio de um psicólogo ou psiquiatra. Desta forma, ofereça ajuda e preocupe-se com todas as pessoas ao seu redor. Tenha o hábito de conversar, perguntar se está tudo bem e demonstre o quanto se importa.

Por Babi


Confira aqui algumas dicas do que fazer para evitar alergias.

As mudanças ocasionadas por uma nova estação sempre trazem com elas alguns problemas. E no caso da chegada do outono, há sempre a probabilidade de que você conheça alguém que possua muitos problemas respiratórios durante essa época.

Se você faz parte do time de pessoas que sofre alguma alergia respiratória, saiba que você não está sozinho. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde, a OMS, pelo menos 35% dos brasileiros possui algum dos seguintes problemas: sinusite, bronquite, rinite e faringite.

Trazendo muitos espirros, tosse e outras dificuldades, as alergias são causadas, normalmente, pela existência de fungos, mofo, poeira e ácaros. Esses estão presentes em todos os lugares, mas principalmente na nossa própria casa.

Pensando nisso, existem alguns cuidados que nós podemos ter nos nossos lares a fim de evitá-los. São pequenas mudanças de hábitos que garantirão um ambiente mais saudável para todos. Vamos a eles.

1. Evite a utilização de vassouras e aspiradores de pó

O uso de aspiradores de pó e de vassouras acabam propagando a poeira, fazendo com que a sujeira somente se espalhe, não a eliminando completamente. Por isso, o ideal é que as pessoas utilizem somente um pano úmido para limpar a casa, evitando que isso aconteça.

2. Evite a exposição de objetos que acumulam poeira

A exposição de livros, bichos de pelúcia e outros objetos que acumulam grandes quantidades de sujeira e ácaros são extremamente prejudiciais a sua alergia. Isso porque eles se proliferam muito rapidamente, acumulando umidade e dificultando a limpeza. A melhor opção é guardá-los em armários para que não agravem o seu estado.

3. Utilize soro fisiológico para limpar as narinas

Como estamos expostos a constantes poluições e ao ar seco, as narinas acabam acumulando muitas sujeiras e impurezas, o que causa irritações que desencadeiam as alergias. Por isso, o soro fisiológico é uma excelente opção para manter as vias limpas. A sua utilização indicada é de duas vezes por dia, uma na parte da manhã e outra à noite.

Além dessas dicas importantes, existem muitas outras que podem e devem ser colocadas em prática para melhorar a nossa vida. São elas: mantenha a casa arejada, use cortinas de algodão ou persianas, evite o uso de tapetes no quarto, use água sanitária na hora de limpar a casa, lave seus cobertores e casacos antes de usá-los, não use produtos com cheiros fortes, evite o ar condicionado e muito mais.

Com essa mudança de hábitos, temos a certeza de que a sua vida irá melhorar em relação às suas alergias. E se você tem alguma dica infalível para acabar de vez com os problemas respiratórios, coloque nos comentários e ajude outras pessoas a vencer esse mal.

Kellen Kunz


A partir de certa idade, devemos começar a nos preocupar com a saúde de nossos ossos. A osteoporose é uma doença que atinge boa parte dos idosos e é causada pela perda da massa óssea do organismo, deixando os ossos finos, ocos e sensíveis.

Mais comum em mulheres do que em homens, a doença caracteriza-se pela perda de cálcio do organismo, deixando gradativamente os ossos frágeis e levando-os a fraturas espontâneas, sendo comuns as fraturas de vértebras, fêmur, quadril e punho. A osteoporose está ligada ao hormônio estrógeno, presente em grande escala nas mulheres, o qual mantém o equilíbrio da massa óssea. Mulheres na menopausa possuem uma queda natural do nível de estrógeno, que como consequência, acarreta em perda da manutenção do cálcio.    

Nossos ossos estão em constantes transformações durante nossa vida. Exercícios físicos, nossa genética, hábitos alimentares e nossa produção de hormônios, são fatores que regulam o crescimento ou desfalecimento de nossa ossada. A alimentação rica em cálcio é muito importante para a reestruturação dos ossos e formação da camada de fixação destes.

Seus sintomas são quase imperceptíveis. Geralmente o paciente já apresenta certas fraturas ósseas e após a realização de exames sanguíneos é diagnosticado a falta de íons cálcio no organismo. Fraturas não tratadas, juntamente com a falta do diagnóstico da doença, podem acarretar em severas deformidades ósseas.

Osteoporose pode ser tratada e evitada quando diagnosticada cedo, por isso é importante estar sempre em dia com os exames de rotina, prevenindo assim as lesões em nossos ossos, lembrando também que uma alimentação balanceada ajuda na recuperação de nossa camada óssea.  

Por Rodolpho Medeiros


Se o seu (sua) companheiro (a) reclama que você ronca demais enquanto dorme, tome cuidado! O ronco não é um problema apenas para quem convive com a pessoa que ronca, mas para o próprio “roncador”. Ele pode sofrer consequências leves como sonolência durante o dia ou dificuldade de se concentrar em suas tarefas a até mais graves como problemas cardíacos, como hipertensão, derrame, infarto e até morte súbita.

O ronco provém da flacidez dos tecidos da garganta, que obstrui a passagem do ar. Geralmente, durante a madrugada, acontece a apnéia obstrutiva do sono, que é quando a pessoa para de respirar porque o ar não consegue passar pela faringe. A pessoa até acorda, mas dorme novamente, sem perceber o que aconteceu.

Para curar a apnéia, é recomendado o uso do Dispositivo Anti-Ronco, composto por duas placas de acrílico colocadas uma na parte de cima e outra na parte de baixo da boca. Assim, ele faz com que a mandíbula fique posicionada de modo a deixar a faringe aberta, liberando o ar. Enquanto apenas 40% dos pacientes que sofriam do problema e passaram por cirurgias foram curados, 87% dos problemas foram resolvidos com o uso do dispositivo. 

Por Flávia Yoshitani


É muito comum que um quadro de gripe que se prolonga por muitos dias se transforme em problemas pulmonares mais graves.

A tuberculose pulmonar é causada pelo Bacilo de Koch e geralmente atinge aquelas pessoas que estão debilitadas com deficiência no sistema de defesa.

Pessoas que tem alimentação irregular, vida desregrada, ingerem frequentemente bebidas alcoólicas e os portadores de HIV formam um grupo mais vulnerável a contrair a doença. Lembrando que pessoas com tuberculose devem evitar o contato direito com as demais, pois ela é contagiosa.

Para evitar que quadros simples de problemas respiratórios se agravem procure incluir proteínas, verduras, legumes, frutas ricas em vitamina C, beba sempre muita água, evite bebidas geladas, procure praticar atividade física, sempre que possível em locais ao ar livre e evite locais fechados com aglomeração de pessoas.

Qualquer alteração ou se a gripe persistir procure imediatamente um médico. Cuide-se.

Por Milena Evelyn


Sentir certos tipos e dores para muitas pessoas é comum, mas poucas prestam atenção na frequência e intensidade que elas aparecem em nossa vida. Muitas podem até mesmo ser consideradas crônicas sem a pessoa se dar conta.

Um bom exemplo são as dores nas pernas, câimbras, sensação de cansaço constante e até mesmo inchaço quando se permanece muito tempo em pé ou sentado. Geralmente atribui-se esse quadro a um cansaço ou esforço por determinado período, mas na verdade isso pode ser um sinal de problemas de varizes.

Em casos de alterações, ou se as dores e o incômodo persistirem por mais de dois dias um médico especialista deve ser procurado.

Quando o problema não é identificado e nem tratado corretamente pode se agravar causando problemas mais graves como inflamações, úlceras ou trombose.

Fique sempre atento, não descuide da sua saúde.

Por Milena Evelyn


Muitas pessoas sofrem de problemas como esofagites, gastrites e úlceras, mas não sabem que essas doenças podem ser facilmente agravadas devido a ingestão de determinados alimentos.
Inicialmente as pessoas com esses problemas devem procurar um médico para que ele sugira uma dieta balanceada de acordo com o paciente. Mas todos podem evitar a ingestão de alguns alimentos e contribuir para a melhora do organismo.

O consumo de bebidas alcoólicas geralmente irrita o aparelho digestivo e acentua os sintomas da gastrite, frutas ácidas, vinagre, pimenta e condimentos aumentam a azia.

Já o consumo de café, chá preto, demais tipos de chás, leite e chocolates devem ser feitos de forma controlada, pequenas doses são aceitáveis sem problemas.

Em geral todas as pessoas que sofrem com esse problema devem evitar também deitar logo após as refeições, pois facilita o chamado refluxo aumentando a sensação de azia e mal estar.

Procure alimentar-se corretamente e não deixe de consultar um médico.

Por Milena Evelyn


O índice de mulheres com câncer de mama aumenta a cada ano. E isso se deve graças aos hábitos adquiridos durante os anos, tanto sociocultural quanto biologicamente. Se há histórico na família, os cuidados devem ser redobrados, pois há 60% de chance de herdar os genes dos parentes. Mas há como prevenir essa doença.

A vitamina D, presente principalmente em castanhas e em peixes, produz o calcitrol, que é ativado quando exposto ao sol. Ele inibe a presença de células deformadas. Portanto, ingerir esses alimentos e sair ao sol por 15 minutos ao dia, reduz a probabilidade de se adquirir o mal.

A gordura é responsável pelo aparecimento do câncer mamário, já que ela deixa as glândulas descontroladas, causando o câncer. Então, o melhor a se fazer é controlar o peso, aliando boa alimentação a exercícios físicos.

Por fim, os hormônios estrogênio e progesterona também são grandes vilões. Com o planejamento familiar, a mulher opta por ter menos filhos e mais tarde. Portanto, ao tomar o anticoncepcional, ela menstrua mais, o que faz com que esses hormônios fiquem acumulados, causando o câncer. Há hábitos que podem ser modificados, nem que seja devagar, mas a saúde deve ser prioridade em nossas vidas.

Fonte: Revista Saúde é Vital

Por Flávia Yoshitani


Nesta época do ano é comum que doenças se manifestem com mais frequência e intensidade. Entre as mais comuns está a conjuntivite viral.

A conjuntivite viral é transmitida através de um vírus, que por sua vez é contagioso, portanto todo cuidado deve ser tomado.

Os principais sintomas dessa doença é a coceira, ardência, sensação de areia nos olhos, irritação intensa, secreção e visão embaçada.

As pessoas com conjuntivite devem tomar uma série de cuidados para que a doença não se espalhe. Entre os cuidados estão: evitar coçar os olhos; não dividir objetos pessoais; além de separar toalhas, lençóis e tudo aquilo que for usar.

Para diminuir as chances de você contrair conjuntivite a primeira medida a ser tomada é com relação à higiene. Lavar as mãos é a principal, pois elas contêm inúmeras bactérias e o vírus pode se hospedar nelas e transmitir as outras pessoas.

Fique atento! Ao sentir qualquer alteração procure um médico, só ele poderá recomendar o tratamento adequado.

Por Milena Evelyn


As veias do corpo humano tem a função de irrigar todos os nossos órgãos.

Além disso, elas possuem válvulas que auxiliam no bombeamento do sangue, ajudando-o a fluir. Quando essas válvulas não funcionam corretamente o sangue volta fazendo com que formem poças nas veias e com isso apareçam as varizes. Elas podem aparecer em qualquer lugar do corpo, contudo o mais comum é nas pernas e em mulheres.

Ter varizes não significa ter uma doença, mas para quem as tem, principalmente nas pernas, a dor e o incômodo são grandes.

Não há um remédio que cure esse tipo de problema vascular, porém uma cirurgia resolve o problema.

Hoje as cirurgias são a laser, sem que seja preciso que a (o) paciente leve pontos.

Na homeopatia é possível encontrar produtos que ajudem o sangue a circular como a Castanha da Índia e o Hammamelis.

Outros fatores importantes para ajudar o sangue a circular é fazer exercícios físicos regulares, não engordar e não tomar anticoncepcionais.

Por: Karin Földes


Ao contrário do que muita gente pensa, a diabete não vem a ser necessariamente uma doença genética. Ou seja, se alguém tem casos de diabetes na sua família, não quer dizer que essa pessoa desenvolverá mais tarde a doença. Isso será somente um fator de risco.

O que podem contribuir decisivamente para o desenvolvimento da diabete é: O consumo de alimentos ricos em carboidratos e gorduras e a falta de exercício físico.

Nas pessoas que são alvo do problema, a produção de insulina no organismo é insuficiente ou as células do corpo não respondem de forma adequada à insulina.

Existem dois tipos diferentes de diabete: a do tipo 1 e a do tipo 2.

Segundo especialistas, algumas dicas para prevenir a doença são: prefira alimentos ricos em fibras, evite o consumo de fast food e prefira alimentos saudáveis, faça um lanchinho entre as refeições principais, consuma bastante leite e derivados, prefira as carnes magras e fique longe das frituras.

Procure sempre comer buscando o equilíbrio, pois as calorias em excesso não são nada saudáveis para a saúde.

Por Thais Cortez


Elas são incomodas, surgem do nada e às vezes com dor lancinante que dá um pouco de medo de se mexer. As cãibras são espasmos musculares que podem vir a qualquer hora do dia e em qualquer lugar do corpo que possua músculo. Os motivos são muitos: falta de alongamento, ausência de circulação correta do sangue na área, desidratação, ausência de sais minerais, entre outros. Mas com algumas medidas simples podem ser evitadas.

Para os atletas o principal motivo é excesso de exercícios físicos ou maior intensidade do que o corpo esperava. Para prevenir sempre faça alongamentos profundos antes e depois de cada atividade e permita a seu corpo descansar. Se tiver um dia muito exaustivo de prática esportiva, procure descansar 24h para seu músculo relaxar. Caso as cãibras persistam, podem ser problemas disfuncionais e melhor procurar um médico.

Pessoas que transpiram muito ou um dia de muita intensidade física com muita perda de suor podem ter cãibras constantes. Ao transpirar eliminamos muitos sais minerais, principalmente o sódio, interferindo na contração muscular. Por isso, sempre consuma no mínimo dois litros de água por dia e leve consigo garrafas durante as atividades físicas.

E a melhor forma de evitar as cãibras ainda é uma alimentação saudável. A ingestão de minerais chaves para a nutrição serão de grande ajuda como cálcio, potássio e magnésio presentes em frutas como banana, castanhas, água de coco, cereal integral e passas, entre outras.

Por Lidianne Andrade


No verão todos procuram as praias e os clubes para se refrescarem e tomarem sol. Mas muitos se esquecem dos perigos que sol pode causar à pele.

A exposição excessiva ao sol em horários inadequados e principalmente em pessoas de pele clara pode causar sérias queimaduras na superfície da pele e até mesmo câncer de pele. Além disso, aumenta a incidência de manchas e o envelhecimento precoce.

A principal característica das queimaduras mais sérias são as bolhas que se forma na superfície mais atingida pelo sol, a ardência e até mesmo febre.

Para se prevenir use e abuse dos protetores solar e procure se expor ao sol no inicio da manhã e ao final da tarde, após tomar sol utilize bastante creme hidratante ou loções pós-sol, elas hidratam a pele e evitam a ardência e o ressecamento. Lembre-se quanto mais úmida estiver a pele, melhor.

Caso haja dores e ardência excessiva, procure um médico imediatamente, não descuide.

Por Milena Evelyn


Estima-se que cerca de 50% das mulheres em idade fértil sejam atingidas pelos sintomas da TPM. Entre os mais comuns estão, sensibilidade, choro, irritação, inchaço e mudança brusca de humor. Além da alteração hormonal ser a principal responsável pela TPM o estresse do dia a dia também contribui para aumentar os sintomas indesejáveis.

Para amenizar o problema, algumas dicas básicas podem ajudar muito como: alimentação equilibrada, rica em frutas, pois elas aumentam o nível de serotonina, durante o período tome bastante chá de camomila e maracujá, inclua castanhas no café da manhã, elas ajudam a diminuir a irritabilidade e as dores de cabeça, o óleo de prímula ingerido em forma de cápsulas contribui para aliviar o inchaço, o intestino preso e as dores.

Apenas em casos mais graves o médico pode receitar remédios, mas antes deve ser feita uma consulta para avaliação correta do caso. Invista numa vida saudável e ganhe diversos benefícios.

Por Milena Evelyn


Se você é aquela pessoa que não consegue dormir muito, por causa do trabalho, da rotina dura do dia a dia. Bom, eis aqui uma má notícia para você: O risco de ter ataques cardíacos ou até derrames cerebrais, é maior, se comparados a outras pessoas que dormem por um período de tempo ideal, que seria de seis a sete horas ao dia. Tal fato foi apontado por um estudo da Universidade de Warwick, que fica situada na Inglaterra.

A pesquisa foi feita em vários países como o Japão, Estados Unidos, Alemanha, entre outros. Os pesquisadores fizeram a análise de um total de 500 mil pessoas e seus hábitos.  Os dados deram conta que aqueles que dormem mal, ou seja, menos de seis horas por dia, tem 15% de risco de terem um derrame e 48% de sofrerem ataques do coração.

Outro dado interessante, é que quando o sono não é suficiente, acontece uma alteração nos hormônios que estão ligados ao apetite. Isso ocasiona que a saciedade da pessoa não fique completa, o que pode explicar casos de obesidade, e também mais danos à saúde. 

A dica que fica é não exagerar, nem na falta, nem no excesso nas horas de sono.

Por Oscar Ariel 


De acordo com pesquisa realizada pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) 43% da população brasileira até os 29 anos de idade pratica alguma atividade física. Esse resultado é positivo, mas preocupante ao mesmo tempo, já que o número de pessoas diagnosticadas com a Síndrome do Impacto também é grande.

As dores na virilha geralmente se manifestam após a prática da atividade física, esse é o sintoma mais comum, e acreditando não ser nada grave a pessoa não procura ajuda.

Todos que praticam várias atividades ao mesmo tempo, como futebol, tênis, balé ou tae-kwon-do, são os mais propensos a desenvolver o problema.

O problema pode passar despercebido durante muito tempo, sendo tratado como uma distensão muscular e com automedicação. Em alguns casos avançados a cirurgia para a colocação de próteses é recomendada pelo médico.

Se não tratada corretamente e depressa o problema também pode afetar o quadril e os joelhos, caso sinta dores procure imediatamente o médico para uma avaliação.

Por Milena Evelyn


Muitos pacientes ao invés de permanecerem internados nos quartos de hospitais são levados para casa. O atendimento domiciliar tem sido indicado pelos médicos a diversos pacientes. Esse tipo de atendimento é frequentemente recomendado a pacientes com problemas crônicos ou para aqueles que precisam de monitoramento.

De acordo com os médicos o tratamento domiciliar é muito importante e funcional, o paciente em casa tem mais contato com a família, o que auxilia na recuperação, além disso, em casa não existem os riscos hospitalares como as infecções, por exemplo.

Em muitos casos o acompanhamento do paciente é feito por um enfermeiro graduado ou pelos cuidadores, pessoas treinadas para esse tipo de trabalho.

Esses programas terapêuticos individualizados, que são na verdade o atendimento domiciliar, visa à melhora clínica do paciente somando os cuidados profissionais ao bem estar de se sentir cuidado em casa.

Por Milena Evelyn


Muito comum entre a maioria da população a enxaqueca atinge, pessoas de todas as idades. De acordo com pesquisas uma em cada cinco pessoas sofrem com o problema.

Os sintomas mais comuns da enxaqueca são dores de cabeça muito forte, náuseas, tontura, visão embaçada e vômitos.

Vale lembrar que a alimentação em muitos casos está diretamente ligada a doença, alguns alimentos podem causar crises que por sua vez podem durar dias.

Os queijos, excesso de café, alimentos que contém aspartame, bebidas alcoólicas, alimentos preparados com glutamato monossódico e alimentos em conserva são os principais vilões da doença.

Para evitar as crises de enxaqueca, além de evitar certos alimentos, não pule as refeições e procure fazer uma dieta bem equilibrada.

Atualmente já existem tratamentos preventivos para a doença, procure um médico e saiba mais a respeito.

Por Milena Evelyn


Em uma recente declaração para a imprensa, o ator norte-americano Charlie Sheen, confessou ter feito uso de crack, além de outras drogas e álcool. O vício do astro do seriado “Two and a Half Man”, vem crescendo em todo o mundo e preocupa a saúde pública. Os efeitos do crack no corpo são devastadores.

O usuário de crack pode desenvolver doenças pulmonares e cardíacas, ter a digestão prejudicada, e alteração na produção e captação dos neurotransmissores. A alta temperatura da fumaça da droga inalada pode queimar os tecidos da laringe, traqueia e brônquios, que também sofrem com os solventes que fazem parte da composição da droga.

O consumo do crack também faz surgir uma série de doenças neurológicas, como o acidente vascular cerebral (AVC), dores de cabeça, atrofia cerebral e convulsões.

Por ser uma droga de ação rápida, o uso do crack cria dependência e vontade de consumir a droga cada vez mais.

Trata-se de um vício com diversos prejuízos profissionais e pessoais para os usuários.

Devido ao vício e a escândalos em noitadas, o ator de 45 anos acabou tendo que suspender suas participações no seriado e terminou seu casamento de dois anos.

Por Selma Isis


O feriado de Carnaval se aproxima e milhares de pessoas se preparam para aproveitar a festa. Como se trata de um feriado muito longo, muitas pessoas preferem viajar em locais festivos em um clima de muita descontração. Para os solteiros, trata-se de uma oportunidade de conhecer novas pessoas e pode ocorrer algo mais no final da festa.

No caso das mulheres que fazem uso de pílula anticoncepcional, seguem algumas orientações de especialistas para pular o Carnaval com responsabilidade:

Existe aquele mito de que se a mulher faz uso da pílula anticoncepcional não é necessário o uso da camisinha. Isso é pura mentira. Somente a camisinha protege contra doenças sexualmente transmissíveis (DST’s), enquanto que a pílula só evita a gravidez. Se você for fazer sexo sem compromisso, a camisinha é indispensável.

Para a mulher que faz uso da pílula e que for viajar e verificar que sua cartela irá terminar bem no feriado, se ela quiser se livrar dos incômodos da menstruação iniciando uma nova cartela logo após o final da anterior, sem dar o intervalo. Ela deverá completar essa nova cartela normalmente até o seu final, então deve ser feita a pausa e ela irá menstruar normalmente. Mas essa medida deve ser tomada em casos esporádicos, mas sempre consulte seu médico antes, para ver se é adequada ao seu caso.

Por Selma Isis


O Carnaval é sinônimo de festa, animação e descontração. Embalados nesse clima, existe muita liberdade de interação entre as pessoas, já que muitas vão a esses eventos dispostos a conhecer novas pessoas e na busca de um algo mais.

Mas para aproveitar o Carnaval com segurança, o uso da camisinha é fundamental, para evitar doenças sexualmente transmissíveis (DST’s) e gravidez indesejada.  

Veja a seguir algumas dicas para aproveitar a folia de Momo com responsabilidade:

Se a camisinha estourar durante a relação sexual, existe a possibilidade da mulher contrair uma DST,  além do risco de gravidez. Por isso é preciso que procure um médico o quanto antes, para que sejam realizados procedimentos de emergência para evitar que isso aconteça.

Existem dois tipos de camisinha no mercado: a masculina e a feminina. No entanto não é necessário o uso dos dois tipos ao mesmo tempo. Somente um preservativo usado corretamente durante a relação sexual protege contra gravidez e DST’s.

Por Selma Isis


Atualmente a diversidade de produtos contraceptivos existentes no mercado é muito grande. Eles são desenvolvidos para atender aos diferentes tipos de organismo, cada mulher se adapta melhor a um tipo de método ou remédio.

A gravidez indesejada, como o próprio nome já diz deve e pode ser evitada de forma segura e eficaz, desde que o procedimento escolhido seja seguido da forma correta.

Os anticoncepcionais injetáveis, tem sido os mais procurados pelas mulheres. Com a receita médica em mãos, a mulher pode tomar a injeção mensalmente em qualquer farmácia. Esse método é muito seguro e evita “o problema do esquecimento” ocorrido com os comprimidos.

A injeção é intramuscular, a primeira aplicação deve ocorrer do primeiro ao quinto dia do ciclo menstrual e a seguinte será aplicada 30 dias após a mesma.

Os efeitos colaterais costumam ser mínimos ou nenhum, mas antes de qualquer coisa procure um médico (ginecologista) e avalie as suas condições, ele irá indicar o método mais indicado para você.

Por Milena Evelyn


Segundo dados publicados pela Organização Mundial da Saúde – OMS, os brasileiros estão quase no topo do ranking (posição não muito positiva para o país) do consumo de álcool no continente americano, perdendo apenas para o Equador, México e Nicarágua.

Os brasileiros consomem em média 18,5 litros de álcool por ano. Esse é um numero considerado assustador, pois o consumo em excesso pode levar a dependência que consequentemente traz outros problemas: desestruturação familiar (violência contra as mulheres), desemprego, violência e até mesmo pode levar o dependente ao uso de outras drogas.

Muitos dizem que bebem socialmente, mas essa prática pode ser prejudicial à saúde, pois esse “socialmente” muitas vezes são porres em finais de semana e isso pode vir a desenvolver problemas cardíacos, pois o o corpo não está preparado para receber aquela quantidade de substâncias estranhas e acaba gerando um conflito dentro do organismo.

Um estudo também publicado pela OMS diz que o álcool é responsável por 4% das mortes no mundo e o Brasil está contribuindo significativamente nesse percentual e ainda está começando cada vez mais cedo, pois segundo uma pesquisa 33% dos jovens de menores de idade dizem já terem se embriagado pelo menos uma vez. Esses dados me fazem tirar uma única conclusão: o brasileiro futuramente terá uma menor expectativa de vida.

Diante desses dados, as autoridades deveriam voltar suas atenções um pouco mais para esse assunto. Quem sabe tentar através de campanhas nas escolas apresentar os riscos do excesso de álcool à saúde, mostrando onde o álcool pode direcionar o jovem, que até pode ter um futuro brilhante pela frente, além de mostrar que o álcool pode por e também pode tirar na caminhada do estudante. Deveriam também conscientizar os pais desses jovens a não incentivá-los ao consumo nem mesmo nas festas de fim de semana, pois é assim que tudo começa.

Assim como dizem no fim da maioria dos comerciais de bebidas, deixo minha mensagem: BEBAM COM MODERAÇÃO.

Por Vanessa da Silva


A fluorose é uma doença provocada pelo excesso de flúor. Em geral a doença atinge adultos e crianças, porém de acordo com pesquisas, as crianças em idade até 7 anos são as mais atingidas, pois ao escovar os dentes acabam engolindo pasta de dente causando ao longo do tempo a fluorese.

As manchas brancas visíveis nos dentes são o primeiro indício da doença, que quando não é tratada pode evoluir ocasionando desgaste do esmalte dos dentes gerando rachaduras e até mesmo quebras.

Os dentistas recomendam o uso de pastas sem flúor e caso seja notada alguma alteração procure um dentista imediatamente.

Cuide-se fazendo consultas periódicas para que qualquer problema possa ser resolvido com antecedência.

Por Milena Evelyn


Perder o aparelho ortodôntico removível é mais comum do que se imagina. Muitas pessoas têm o hábito de retirá-los e colocá-los em guardanapos de papel, que em vários casos vão parar no lixo. Jogados dentro da bolsa, gavetas e em cima de mesas eles mais cedo ou mais tarde acabam sumindo.

Em geral o aparelho removível é usado em crianças com dentição de leite, pois ele não atrapalha o desenvolvimento da dentição permanente. E se tratando de crianças, esquecer onde guardou o aparelho fica ainda mais comum.

Evite enrolar o aparelho em guardanapos ou no bolso, use a caixinha especifica para ele, escove e limpe corretamente antes de usá-lo, pois a boca é porta de entrada de infecções e bactérias, redobre os cuidados com a higiene bucal.

Nunca ferva o aparelho, ele é feito de resina e pode deformar se exposto a altas temperaturas.

Por Milena Evelyn


 

Sofremos com o calor de verão que muitas vezes chega a 35°C com a maior facilidade. Antes de achar os culpados do aquecimento; você gostaria de uma água de coco para hidratar o seu corpo? Lembro que a água é fundamental para recuperar as perdas energéticas que temos ao longo do dia.

Nessa estação costumamos perder em excesso a água do corpo e com isso alguns órgãos sofrem com a desidratação. A partir do momento em que estamos desidratados ficamos sujeitos ao mal estar, inclusive febre e até convulsões.

No último verão tivemos relatos de muitos idosos que até morreram, ou apresentaram problemas cardíacos e pressão alta devido ao forte calor. Em relação às crianças recém nascidas, não é recomendável expô-las ao sol, pois elas podem ter problemas respiratórios, por não apresentarem o aparelho respiratório totalmente desenvolvido.

Lembre-se também que a exposição ao sol naquelas horas indevidas podem atrair problemas para a pele. Então escolha os horários da manhã, até às 10hs, ou da tarde, a partir das 16hs.

Por Gutenberg Feitosa


Clima quente, desidratação, pressão baixa e pronto, você está a um passo do desmaio! Sem frescuras, com os termômetros lá em cima, é possível uma pessoa desfalecer. E o indício para isso é quando a tontura começa.

Evite chegar a esta situação hidratando o corpo ao máximo. O clichê beba bastante líquido é fundamental. Portanto, nem deixe a sede chegar, porque se ela chega, é sinal que você não está bem hidratado. Que tal andar com uma garrafinha com água? Outra dica de médicos é procurar se abrigar em ambientes arejados.

Mas se você vier a desmaiar por causa do calor, não deixe de visitar seu médico para avaliar se foi por queda de pressão ou há algum problema cardíaco associado.

Por Amanda Pieranti


Normalmente os calos atingem as pessoas que precisam caminhar longas distâncias e costumam incomodar muito. Os calos nos pés são regiões duras, grossas e rígidas de pele, que surgiram em resposta a constantes pressões e atritos nos pés.

Os calos são divididos em três diferentes formas clínicas denominadas por ortopedistas: tilomas, helomas e hiperqueratoses. Na maioria dos casos os calos podem ser retirados e a pele retoma o seu aspecto normal. Esse tratamento costuma ser feito por podologistas através de cremes e protetores digitais de silicone ou palmilhas. Se esse for o seu caso, procure ajuda profissional.

Mas o tratamento não irá adiantar se a causa dos calos persistir: nunca use sapatos que pressionam ou friccionem as regiões com calos. Também verifique se ocorrem alterações da estrutura óssea dos pés. Se tiver alguma dúvida, marque uma consulta com um ortopedista.

Por Selma Isis

Fonte: Fabio Ravaglia- médico cirurgião ortopédico


As verrugas são a marca registrada das bruxas dos contos de fadas e povoam o imaginário popular sobre o seu surgimento. Elas podem ser inofensivas na aparência, mas é preciso ficar atento quanto ao seu crescimento, pois elas podem indicar um problema mais sério, como câncer.

Na verdade, as verrugas são lesões que surgem na pele, que costumam decorrer de uma infecção viral. Esse vírus penetra na epiderme e faz com que essa lesão surja e cresça. Existem mais de 50 vírus que podem provocar o surgimento das verrugas, por isso, se você se sente incomodado com essas lesões, o ideal é procurar um médico dermatologista para que ele verifique qual o tratamento adequado no seu caso.

Após a avaliação de um profissional ele indicará tratamentos com ácidos e cirurgias para retirar a verruga, sempre de acordo com cada caso específico.

Por Selma Isis

Fonte: Fabio Ravaglia- médico cirurgião ortopédico


O verão deste ano está batendo recordes de temperatura em todo o Brasil. Este período de muito sol, calor e umidade é propício para o surgimento de micoses, ainda mais para os frequentadores de praia ou piscina.

Durante a estação mais quente do ano, os fungos encontram um terreno favorável para sua propagação, que ocorre de forma mais rápida nas altas temperaturas e umidade.

No início, apresentam-se como lesões avermelhadas e depois provocam coceira e escamação da pele. As áreas do corpo mais atingidas são a virilha, unhas e pés, pela facilidade de acumular umidade e sujeira.

Com alguns cuidados é possível evitar o surgimento de micoses no verão:

  • Não use sapatos apertados,
  • Após o banho, seque bem as regiões de seu corpo que possuam dobras;
  • Não compartilhe com outras pessoas suas roupas e toalhas.
  • Se mesmo com esses cuidados a micose aparecer, consulte um especialista que irá fazer o tratamento adequado. Em alguns casos, se a micose não for tratada, pode gerar até mesmo deformação e descolamento das unhas, por exemplo.

Por Selma Isis

Jaime Rocha- médico infectologista


O verão é a época do ano em que os pés estão mais expostos, ficando mais vulneráveis, devido ao uso de sandálias e chinelos. No caso dos diabéticos, os cuidados devem ser redobrados, pelo fato dessa parte do corpo ter menor circulação sanguínea, o que favorece o surgimento de úlceras.

Se o paciente não cuidar da região do pé com essas feridas, elas podem se agravar, atingindo os ossos e provocando a gangrena, que ocasiona na morte dos tecidos, sendo necessária a amputação.

O que os diabéticos não sabem é que até mesmo um calo ou uma ferida podem ser os responsáveis por essas amputações, por isso todo cuidado é pouco. Veja algumas dicas:

  • Existem sapatos específicos para diabéticos, que são macios e ajustáveis e que evitam machucados;
  • Escolha um calçado que proteja bem os pés;
  • Antes de calçar o sapato, verifique se existem pedrinhas ou outros objetos que possam incomodar os pés ao caminhar;
  • As mulheres com diabetes que gostam de salto alto não precisam se privar desse tipo de calçado, mas é preciso optar por saltos com no máximo três centímetros de altura, com formato quadrado, e a frente do calçado deve ser mais larga.
  • Sapatos de bico fino tanto para homens e mulheres com diabetes são proibidos;
  • Ortopedistas não recomendam chinelos de dedo porque os pés ficam muito desprotegidos.
  • Durante o inverno, as meias recomendadas são as com sola de couro ou silicone;
  • Procure examinar os pés diariamente para verificar se apareceram bolhas, frieiras, rachaduras e outros;
  • A higiene nos pés é de grande importância, mas não tome banho com água muito quente.

Por Selma Isis

Fonte: Fabio Ravaglia- médico cirurgião ortopédico


Muitas pessoas fazem uso da prótese total mais conhecida como dentadura. A prótese ajuda a corrigir problemas ligados à estética e também à mastigação.

Porém, a adaptação é um pouco complicada nos primeiros dias, podem surgir alguns sintomas devido à tensão dos músculos do local durante a mastigação. Dores na nuca, no maxilar, ou no ouvido podem ser provocados pela articulação.

Evite usar próteses desgastadas ou quebradas, elas devem ser trocadas, pois acumulam bactérias que podem causar mal hálito, infecções por micróbios, sapinho, problemas na gengiva e em alguns casos chega a causar deformidades na face.

A saúde bucal é muito importante, não descuide da higiene. Qualquer dor ou alteração na prótese procure imediatamente o seu dentista.

Por Milena Evelyn


Todas as pessoas que usam aparelhos ortodônticos devem tomar uma série de cuidados diários para ficar em dia com a manutenção e com a higiene pessoal.

A manutenção do aparelho normalmente é feita todo mês, mas em determinados casos podem ser feita mais de uma vez, o dentista irá recomendar o melhor a fazer.

Evite alimentos que possam grudar ou danificar o aparelho como amendoim, castanhas, manga, abacaxi, balas e chicletes.

Com o aparelho fixo o paciente não consegue morder com os dentes da frente, alimentos como maçã, cenoura e alguns sanduíches devem ser cortados antes para facilitar na hora de mastigar.

O aparelho não machuca, alguns pacientes podem vir a sentir dor nos primeiros dias após a colocação. Em caso dor ou dúvidas consulte o dentista o mais rápido possível.

Por Milena Evelyn


O número de crianças com problemas respiratórios e bucais tem aumentado muito. E poucas pessoas sabem que a respiração tem forte influência nesses casos.

Respirar pela boca causa sérios problemas ortodônticos, como a mal oclusão dentária, o posicionamento da língua pode ficar mais baixo. A mordida cruzada ou mastigação e respiração pode alterar a posição dos dentes e ocasionar o crescimento do osso da mandíbula, assim o céu da boca da criança se torna alto e mais estreito.

Problemas como o desvio de septo, amígdalas aumentadas ou adenoides são os principais causadores da respiração pela boca.

Ao notar qualquer alteração na respiração da criança, procure um médico antes que o problema se agrave e gere sérias consequências.

Por Milena Evelyn


A nossa pele é um órgão cuja função principal é a proteção as constantes agressões do meio ambiente. Com o passar do tempo é normal que ela perca o brilho e a maciez que tinha anteriormente, o que leva ao aparecimento de rugas e manchas.

As manchas senis são as mais comuns entre a população, elas surgem principalmente em pessoas que sofreram maior exposição ao sol ou por predisposição genética.

Essas manchas podem ser consideradas uma doença pré-maligna, já que seu aparecimento é originário de uma degeneração gradativa da pele ao longo do tempo.

Geralmente elas surgem no rosto, dorso das mãos e antebraços, ou seja, sempre nas áreas mais atingidas pelo sol.

Como essas manchas na maioria dos casos não causam dor ou coceira, as pessoas não se preocupam em procurar um médico. Cuidado ao notar manchas diferenciadas no corpo procure um especialista imediatamente.

Por Milena Evelyn


Muitas pessoas convivem com o ronco pacificamente, mas se esquecem de que o ronco é um problema de saúde que pode ser considerado grave.

Com ele sinais de doenças mais graves podem começar a surgir, como a apneia do sono, problemas cardíacos, gengivite, glaucoma e até mesmo diabetes.

Atualmente existem alguns tratamentos para o problema, na área odontológica, por exemplo, dentistas recomendam o uso de placas como uma forma de amenizar o ronco.

A apneia do sono é grave, essa disfunção consiste em pequenas interrupções durante o sono do indivíduo e nesse período ele fica sem respirar, voltando ao normal em seguida.

Procure um médico especialista e peça uma avaliação do seu caso, não espere o tempo passar, os cuidados com a saúde deve estar em primeiro lugar.

Por Milena Evelyn


Você que costuma ter muito cuidado com a sua limpeza pessoal e de sua residência, fique sabendo que a sua caixa d’água também precisa ser limpa regularmente, para evitar a concentração de sujeira e a proliferação de bactérias e insetos, dentre eles o mosquito da dengue, o Aedes aegypti.

Mesmo que a água seja tratada pela rede de abastecimento, o seu processo de purificação não produz efeitos se a caixa d’água não passar por manutenção constante. O ideal é que ela fique sempre fechada e que passe por limpeza duas vezes por ano, principalmente em casas no litoral ou que fiquem fechadas por muito tempo. Se a água tratada ficar parada por mais de 90 dias, o cloro perde o seu efeito.

A ingestão de água contaminada pode provocar uma série de doenças, como cólera, hepatite A, giardíase e gastroenterites. Por isso, procure uma empresa especializada em limpeza de caixas d’água com licença de funcionamento, para proteger a sua saúde e de sua família.

Por Selma Isis 

Fonte: Juarez Martins, supervisor operacional da Biotrat.


Estamos no auge do verão e do sol forte, cuja intensidade pode causar danos à pele. Pessoas de pele clara e crianças são mais vulneráveis aos danos dos raios ultravioletas, por isso o uso do filtro solar é obrigatório, devendo ser reaplicado várias vezes por dia. Leia a seguir algumas dicas para aplicar o filtro solar de forma correta:

Procure sempre aplicar o produto pelo menos 30 minutos antes de se expor ao sol. Aplique uma quantidade equivalente a uma colher de chá no rosto e no pescoço. No tronco, aplique o equivalente ao conteúdo de uma colher de sopa na parte da frente e a mesma quantidade na parte de trás. Aplique a mesma quantidade nos braços e nas pernas.

Segundo especialistas, não é recomendada a exposição ao sol de bebês com até seis meses de vida. A partir dos seis meses até os dois anos de idade pode ser usado o protetor solar físico, que possui dióxido de titânio e óxido de zinco em sua composição.

As crianças a partir dos dois anos podem usar o filtro solar químico, que são absorvidos pela pele,  mas que sejam específicos para uso infantil, evitando alergias na pele.

Veja na embalagem se o protetor contém proteção contra raios UVA e UVB.

Por Selma Isis


Com o verão as pessoas ficam mais expostas à radiação solar e nesse caso é preciso se preocupar com a pele e dar o devido cuidado a ela. A escolha de um bom protetor solar é fundamental para evitar possíveis danos à saúde da pele e para isso é importante saber se o protetor oferece realmente boa proteção contra raios UVA e UVB.

Mas muita gente desconhece a diferença entre esses raios, então fique atento a elas. A radiação UVA é aquela responsável principalmente pelo fotoenvelhecimento, e mantém, geralmente, a intensidade durante o ano, independente da estação ou altitude de cada região.

Já os raios UVB, são os principais causadores das queimaduras solares e a sua intensidade varia conforme a estação do ano e altitude da região. O verão é o período em que ele ganha mais força. Além disso, este raio tem relação direta com o câncer de pele.

Por Andrea Gomes

Fonte: Proteste


No verão algumas doenças são mais fáceis de serem adquiridas do que outras. Veja quais:

  • Otite Externa: Infecção no ouvido. Adquirida em praias e piscinas.
  • Desidratação: Perda de líquido que causa muitas vezes desmaio. O jeito é beber bastante água!
  • Câncer de pele: O sol excessivo na pele pode causar o câncer. Tenha cuidado!
  • Candidíase: É o famoso sapinho, causa coceiras e manchas na pele.
  • Insolação: Causa dor de cabeça, náusea, tontura e inconsciência.
  • Intoxicação alimentar: Procure comer em lugares limpos e higiênicos, pois com o calor os alimentos apodrecem mais rápido.
  • Conjuntivite: Muito fácil de se transmitir, ela causa coceira e irritação nos olhos. Procure um médico.

Esta estação é a que mais saímos de casa portanto tenha cuidado! Procure sempre um médico e se proteja do sol.

Por Victor Palandi


Cistite é o nome que se dá a inflamação da bexiga. O seu sintoma é a vontade de urinar a toda hora, em mínima quantidade e, principalmente, com uma ardência intensa.

O orifício do canal da urina na mulher é bem próximo ao canal vaginal, que naturalmente possui bactérias. Elas vivem num ambiente meio de "camaradagem" com o organismo feminino. Quando se multiplicam demais, as defesas são acionadas e automaticamente diminuem o seu número. Mas essas bactérias, em algumas condições, devido a proximidade, podem subir pelo canal da urina e chegar até a bexiga com certa facilidade, pois este canal, bem pequeno na mulher, mede aproximadamente três centímetros. Não há necessidade de fazer lavagens do canal vaginal para retirar as bactérias. Elas até são necessárias neste ambiente, basta ter alguns cuidados. Um deles é não abafar muito a vagina. Ela precisa transpirar.

Outro aspecto que provoca contaminação, é quando a mulher se seca com papel higiênico após urinar. Pelas condições químicas de alguns papéis e pelo atrito no local é comum haver irritação deste orifício, que é extremamente sensível, determinando maior chance de contaminação da bexiga.

Algumas dicas do Dr Tércio Ribas para evitar a cistite:

  • Ter uma relação sexual bem lubrificada e sem agressividades;
  • Urinar após as relações;
  • Lavar-se, ao invés de se secar com papel higiênico, após urinar;
  • Lavar-se, após as evacuações, evitando o papel higiênico;
  • Beber, no mínimo, dois litros de líquido por dia;
  • Não prender a urina quando der vontade de urinar.

Por Aline Medeiros da Silva


Para evitar problemas de saúde, é preciso escovar os dentes e usar fio dental todos os dias; mas, após a ingestão de alimentos ácidos, é preciso esperar cerca de 20 minutos para que a saliva ajude a neutralizar o PH da cavidade bucal. Segundo especialistas, o ácido dos alimentos pode causar uma erosão, caracterizada pela desmineralização do esmalte dos dentes.

Ao escovar logo em seguida, a pessoa pode intensificar a descalcificação, por friccionar o dente com as substâncias abrasivas da pasta. Entre os principais alimentos ácidos, estão: abacaxi, laranja, limão, kiwi, maionese, catchup, chá, café, refrigerantes, vinagres, cervejas e vinhos. Imediatamente após a ingestão desses alimentos, é possível fazer apenas um bochecho com água.

Por Cláudia Brito


O DM1, diabetes tipo 1, é originado pela destruição das células produtoras de insulina, uma vez que, por distúrbio orgânico, elas são vistas como corpos estranhos. Conheça a Diabete Tipo 1.

O diabetes tipo 1 pode ser causado por vários fatores, que vão além da elevação da taxa de açúcar no sangue. Doenças como esclerose múltipla, Lupus e doenças da tireóide podem provocar DM1.

Sem insulina suficiente, a glicose não chega normalmente até as células, não havendo assim a correta queima e transformação dela em energia.

Faz-se necessário então a aplicação de injeções de insulina de forma diária, para que não haja déficit de insulina, que eleva as taxas de glicose, que, não sendo queimadas, podem afetar os olhos, rins, nervos ou coração.

Por Lisa





CONTINUE NAVEGANDO: