Para alcançar uma ótima qualidade de vida é preciso ter uma boa alimentação para evitar doenças como: hipertensão, AVC, infarto, obesidade, diabetes e até mesmo o câncer. É importante não ficar muito tempo sem comer e também é preciso se alimentar de pequenos lanches entre as grandes refeições. 

Precisa se sentir bem ao comer sem se tornar escravo de dietas e calorias, coloque no cardápio alimentos naturais evitando alimentos industrializados. Evite alimentos pesados e gordurosos, substituindo por alimentos mais leves e deve fazer a refeição em lugares tranquilos. 

Alimentos com farinha devem ser evitados, mas não é preciso deixar de comer de tudo, desde que tenha fibras, minerais, vitaminas e proteínas. É importante estabelecer metas para a semana, variando alimentos e combinando os nutrientes. Comer o que mais agrada sem medo e conhecer os alimento saudáveis é fundamental. 

Para estimular o paladar deve persistir nos alimentos saudáveis e seria interessante fazer um diário alimentar, escrevendo sobre os alimentos ingeridos como horas e quantidade também. 

É importante beber água, ao menos 2 litros por dia, equivalente a oito copos, como também comer de 3 a 5 porções de frutas por dia e evitar o açúcar refinado, também ingira alimentos antioxidantes também são fundamentais.

Por Mariana Rodrigues


Para a tão sonhada vida saudável é preciso, em primeiro lugar, conhecer as próprias limitações individuais e cuidar da saúde. Exames periódicos podem evitar uma série de problemas, desde os menores aos mais complexos. Crianças, jovens, adultos e idosos sempre precisam buscar informações detalhadas sobre suas condições físicas.

A terceira idade, por sinal, tem ensinado várias lições aos mais jovens. É comum, nos dias atuais, observar casais dessa faixa caminharem em ruas e em parques, andarem de bicicleta e praticarem basquete, futebol. Com os filhos fora de casa como rege a lei da vida, em termos gerais, a oportunidade de os mais velhos cuidarem mais de si aparece com amplitude.

A expectativa de vida, no Brasil, subiu para 72 anos segundo últimos dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para alcançar essa idade são necessários certos cuidados, a começar pelos dentes. Sim, pelos dentes. De acordo com Gabriel Lembo, cirurgião-dentista, os idosos apresentam, com certa frequência, cáries, doenças nas gengivas e problemas nas raízes.

Em sua visão de especialista, recomenda ida constante ao dentista, bem como utilização diária de creme dental com flúor e, claro, fio dental, sempre depois de cada refeição. Evitar tabaco e alimentos com açúcar também contribui para uma melhor saúde dentária.

Se alguns dentes já caíram, a saída mais correta é a reposição de cada um, pois cada dente tem sua designação específica. A ausência pode prejudicar a mastigação e digestão – alimentos mal mastigados causam doenças estomacais.

Por Luiz Felipe T. Erdei

 


Você sabia que para alcançar uma dieta de sucesso o seu intestino precisa estar saudável? O intestino é o órgão responsável por absorver os nutrientes para o corpo e depois colocar os restos de alimentos e toxinas para fora.

Ele funciona como uma espécie de filtro. Se as suas células ficam nutridas, o metabolismo funciona regularmente. Os principais vilões do desequilíbrio deste órgão são o stress, álcool em excesso, o alto consumo de produtos industrializados e o uso irregular de antibióticos, antiácidos, laxantes e anti-inflamatórios.

Quando ocorre seu desequilíbrio, as toxinas ficam acumuladas e não se absorve a quantidade necessária de nutrientes. É quando você come sem se alimentar e acaba engordando. Outro sinal que o intestino não vai bem é a falta de bom humor. Muitos acabam achando que é um fator psicológico, mas é puramente físico.

Por isso, procure sempre manter uma alimentação saudável e rica em fibras, tomar pelo menos 2 litros de água por dia e abusar bastante dos vegetais integrais, frutas e realizar atividade física com frequência.

Por Thais Cortez


Um problema comum entre mulheres de todas as idades é a constipação intestinal mais conhecida como prisão de ventre. Devido a fatores hormonais, o período que antecede a menstruação é quando os sintomas aparecem. E justamente por ser um problema hormonal é que a prisão de ventre atinge pouquíssimos homens.

O hábito da alimentação equilibrada influencia bastante e de forma positiva as pessoas que sofrem com esse problema. A ingestão de líquidos, alimentos ricos em fibra, verduras, legumes e grãos são o primeiro passo para uma melhora, assim como a prática de algum exercício físico.

Os sintomas da prisão de ventre são incômodos e causam grande desconforto, inclusive alterações de humor.

Caso os sintomas se agravem não espere muito tempo, procure um médico imediatamente.

Por Milena Evelyn


Pedras nos rins. Nome popular para o cálculo renal, que causa uma forte dor. Mas uma alimentação adequada pode ajudar na prevenção da doença.

A formação dessas pedras se dá, principalmente, pelos sais de cálcio. Uma das formas de prevenção é ingerir sem excessos os alimentos ricos nesse mineral. Não se deve evitá-lo, pois ele também é importante no combate à osteoporose.

Diminuir o consumo de café, cerveja, nozes, refrigerantes, cacau e chá, que são ricos em ácido oxálico, diminuir o consumo de sal e de carnes vermelhas também são boas medidas.

Em contrapartida, coma mais frutas, verduras, legumes e grãos, ricos em magnésio, potássio e citrato, beba água sempre que estiver com sede e beba também muita limonada, pois o limão é um grande aliado no combate à formação de pedras nos rins.

E não se esqueça de procurar um médico caso apareçam os sintomas da doença.

Por André Gonçalves





CONTINUE NAVEGANDO: