Máscara para Coronavírus – Quando Usar, Prós e Contras



Confira aqui os prós e contras do uso de Máscaras pela população.

Em plena a pandemia do coronavírus, a maioria das pessoas quer se proteger e garantir a proteção da sua família. Nesse sentido, um dos assuntos mais populares é o uso ou não de máscaras. Afinal, o item é indicado para pessoas com suspeitas de estarem infectadas, mas ainda existem muitas dúvidas sobre quando e como utilizá-la.

Esgotadas nas farmácias, as máscaras tem sido utilizadas nas ruas, transporte público, entre outros lugares. Mas será que isso está correto? Tirar todas as dúvidas sobre o equipamento é fundamental para manter a sua proteção.



Quer saber mais? Confira, a seguir, tudo o que você precisa saber sobre o uso de máscaras na pandemia!

Quem pode usar as máscaras?

Há pouco tempo o uso de máscara era recomendado apenas para as pessoas que foram diagnosticadas com coronavírus ou estão apresentando os sintomas da doença. No entanto, ainda não existe um consenso sobre o assunto na comunidade científica.



Os Estados Unidos, que atualmente é o epicentro da pandemia está cogitando recomendar o uso da máscara para toda a população, não só para quem possa oferecer algum risco às demais pessoas. Um dos motivos para isso é que as pessoas infectadas podem transmitir os vírus, mesmo que não tenham nenhum sintoma.

Aqui no Brasil, ainda segue a recomendação de que somente quem está com a doença, tem sintomas, ou convive com pessoas que estão dentro desses dois quadros deve utilizar o equipamento.

Quais são os prós de usar a máscara?

Antes de qualquer coisa, é importante ressaltar que o uso da máscara ajuda a se prevenir contra a doença, mas não a evita. Isso porque, se o indivíduo utilizar o item de forma incorreta, ainda assim poderá contrair o vírus.

A partir da colocação da máscara, a pessoa que está infectada ou com sintomas têm menos chances de contaminar quem está ao seu redor, pois ao espirrar as gotículas do espirro ficarão no tecido da máscara, deixando de se espalhar pelo ambiente.

Quais são os contras de usar máscara?

A utilização da máscara requer algumas técnicas para que realmente garanta a proteção do indivíduo. Geralmente, essas técnicas são aprendidas pelos profissionais da área de saúde, como médicos e enfermeiros.

Isso significa que a maior parte da população não sabe como usar a máscara corretamente. Desse modo, se o item não for bem colocado, a tendência é que não assegure a proteção do usuário.

Além disso, com o uso do item, a pessoa também pode levar as mãos ao rosto com mais frequência para arrumá-la. Caso as suas mãos tenham entrado em contato com o vírus, há mais chances de ele entrar no seu organismo, visto que será transportado para a região da boca e nariz.

Como usar a máscara corretamente?

Para usar a máscara do jeito certo é preciso tomar uma série de cuidados. Em primeiro lugar, é imprescindível higienizar as mãos com água e sabão e posteriormente passar álcool em gel.

Na sequência, pegue a máscara e a coloque no rosto, certificando-se de que não sobrou nenhum espaço entre o acessório e o rosto, pois isso reduz a proteção proporcionada pelo equipamento.

Evite tocar a máscara enquanto estiver usando-a, já que isso aumenta as chances de contaminação pelas mãos, além de tirá-la do seu posicionamento adequado. Se for preciso arrumar o equipamento, higienize as mãos novamente.

Ao notar que a máscara está úmida, é indicado trocá-la por outra. Jamais reutilize-a. No momento de retirar o acessório, o ideal é puxá-lo por meio das alças. Nunca toque na parte da frente da máscara e a descarte imediatamente. Após esse procedimento, há que lavar as mãos mais uma vez.

Com essas dicas, você ficará mais seguro se tiver que usar máscara.

Simone de Paula Leal

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *