Como Acabar com Chulé nos Sapatos



Confira aqui algumas dicas para ajudar a tirar chulé dos sapatos.

Uma pauta de utilidade pública imediata: existe um método eficiente e prático para acabar com chulé nos sapatos?

Geralmente uma grande parcela da população transpira muito pelos pés e isso atrapalha muito a vida, sobretudo pelo fato de que temos vida social e, em muitas situações, as pessoas precisam tirar os sapatos. Em geral, os homens têm mais problemas com cheiro ruim nos pés do que as mulheres, que não apenas cuidam muito bem de todas as partes de seus corpos, mas utilizam chinelos, sandálias, tamancos, com mais frequência.



Neste artigo serão indicadas algumas dicas simples e eficientes para acabar com o excesso de chulé nos calçados.

Primeiro um pouco de biologia: os pés humanos transpiram em excesso. Qual o fator que provoca isso? Nossa pele está repleta de glândulas que produzem óleos que revestem nossa cútis, o problema é que quando passamos a utilizar durante longas horas sapatos fechados, o suor se acumula junto aos óleos produzidos sobre a pele, assim, as bactérias que existem na superfície de nossa epiderme começam a se alimentar desses ácidos graxos, produzidos pelas glândulas, e, na medida em que elas se empanturram, devido ao acúmulo de suor e óleo, elas defecam sobre nossas peles e isso produz o chulé.



Nesse texto serão indicados alguns óleos essenciais para auxiliar na solução deste “pequeno” probleminha nosso. Trata-se, em realidade, de uma espécie de desodorante em forma de talco para os pés e para os sapatos que pode ser utilizado todos os dias. Esta é uma receita muito simples e que exige ingredientes bem básicos e poucos.

Leia também:  Menopausa - Sintomas e Dicas de Tratamento

Para começar a fazer diminuir o chulé nos calçados siga as seguintes dicas:

São seis (6) colheres de sopa com amido de milho; são três (3) colheres de sopa com a substância bicarbonato de sódio e mais 20 gotas do chamado óleo essencial.

Mas qual será esse ou esses óleos essenciais?

A fonte indica o seguinte: são 20 gotas necessárias que poderão ser distribuídas entre os óleos essenciais determinados para essa receita:

A – 10 gotas do chamado Óleo essencial de Lemongrass;

B – 10 gotas do chamado Óleo essencial tipo Tea Tree.

Quais as propriedades deles?

O dito óleo essencial de tipo Tea tree consiste em um potente bactericida e também fungicida, ou seja, em um importante fator de eliminação de bactérias e fungos que se impregnam em nossa pele e lá fazem suas caquinhas.

O chamado óleo essencial de Lemongrass consiste em uma espécie de fator "neutralizador" dos “aromas” indesejados. Nesse caso, se trata mais de uma espécie de essência que inibe o mau cheiro.

Qual o modo de preparo?

É necessário misturar todas essas substâncias e repousando, para "secar" em um período curto de 30 minutos. Em seguida, acondicionar essa substância em um pote cuja tampa tenha furos, exatamente como um saleiro.

Depois de pronto:

Será necessário aplicar esse pó, resultante da mistura, em seus pés e também no interior dos calçados fechados. Mas, é claro que as pessoas devem respeitar seus critérios pessoais, portanto, se o usuário não deseja despejar o pó dentro de seus calçados, a dica, nesse caso, será de providenciar saquinhos contendo esse pó essencial, mesclado a giz escolar (ou seja, misturados aos óleos essenciais já indicados aqui) e depositar esses mesmos saquinhos, feitos de material que contenha poros, nos calçados antes de acondicionar os mesmos no roupeiro, ou onde quer que seja que o usuário os guarde. A função é aromatizar e fazer diminuir a umidade.

Leia também:  Como Evitar a Febre Amarela?

Paulo Henrique dos Santos

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *