Lombalgia – Tipos de Dor nas Costas e Tratamento





Confira aqui todas as informações sobre Lombalgia.

Muitas pessoas de diferentes idades e estilo de vida sofrem com dor nas costas. Esse é um problema considerado comum e que atinge 80% da população. A dor nas costas também é conhecida como lombalgia. Essa dor pode aparecer por diferentes razões e circunstâncias e na maioria das vezes pode criar um grande transtorno. Principalmente se essa dor for em pessoas idosas. Nesse texto vou falar sobre os diferentes tipos de dores e como elas surgem.

Falando sobre os diferentes tipos de lombalgias

Existem dois tipos de lombalgias e elas são classificadas em aguda ou crônica. A lombalgia aguda é considerada mais comum e é a forma que mais ataca a população. É um dor que incomoda, mas,é suportável. Já a lombalgia crônica é mais complicada, pois provoca dores intensas e é mais difícil de tratar.




Como são é feito o diagnóstico da lombalgia e seu tipo?

A lombalgia deve ser diagnosticada de forma correta por um médico especialista. Para se ter certeza do tipo correto, o médico vai fazer exames clínicos e em alguns casos, é pedido exames de imagem também. Nunca se automedique, se a dor nas costas persistir, procure ajuda médica o quanto antes.

Como é uma lombalgia crônica?

A lombalgia crônica na maioria das vezes acontece com os idosos. E esse problema aparece por culpa da postura errada em muitos idosos aos longos anos de suas vidas. Chega uma fase em que esse cometido causa muitas dores, que na maioria dos casos são diagnosticados como lombalgia crônica.


Esse tipo de dor é muito complexa e precisa de remédios específicos e outros tratamentos que são aliados para potencializar os resultados e aliviar as crises de dores.

Como é a lombalgia aguda?

A lombalgia aguda é a forma mais branda da doença. Ela pode aparecer depois de um processo de esforço físico ou por um movimento errado. Pode começar com um pequeno desconforto, mas se não for tratado rapidamente, pode virar um problemão. Esse tipo de lombalgia é tratado com anti-inflamatório e analgésicos. E em poucos dias é possível resolver esse problema.

Lombalgia ligada a movimentos são divididos em 2 grupos:

Lombalgia inflamatória

Esse tipo de lombalgia é mais comum em jovens e normalmente ocorre em pessoas que estão em repouso. Essa lombalgia pode acarretar em espondiartrite, artrite e artrose.

Lombalgia facetaria

Essa lombalgia tem esse nome pois é originária pela dor nas facetas (que são conhecidas como pequenas articulações que conectam as vértebras). Esse é um problema comum, e normalmente aparece em pessoas que passam horas sentadas e o ato de se levantar depois de passar horas na mesma posição, é o que causa as dores nas regiões da coxa e nádega.

Conheça a síndrome do canal estreito

Essa síndrome acontece quando a artéria está entupida ou quando o canal da coluna está estreito. Essa síndrome causa um grande incômodo quando a pessoa anda muito ou fica parada por muito tempo.

Veja alguns tratamentos alternativos para curar a lombalgia

A lombalgia normalmente é tratada com remédios e acerto da postura. Mas, existem alguns tratamentos alternativos ou até mesmo comportamentos diários que podem ajudar a curar esse problema tão perturbador. Veja agora alguns dos recursos que podem ser usados:

– Evite o consumo de cigarro;

– Pratique caminhadas diárias;

– Pratique alguma atividade física;

– Evite ficar muito tempo em uma posição só;

– Faça fisioterapia;

– Faça Yoga;

Esses são apenas alguns dos recursos que podem ser usados por pessoas que sofrem de algum tipo de lombalgia. Esses recursos podem ser usados juntos com algum tipo de medicação. Essa junção só vai potencializar os resultados.

Siga essas dicas e se cure da lombalgia!

Escrito por Cristiane Amaral



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *