Casa de Repouso para Idosos – Como Escolher?





Confira aqui algumas dicas para escolher a casa de repouso para idosos.

A expectativa de vida dos brasileiros aumentou consideravelmente nos últimos anos, o que também resultou em uma procura maior pelos serviços de casa de repouso para idosos. Na atualidade, é possível encontrar inúmeras empresas atuantes na área que prometem conforto, comodidade e qualidade de vida para a população da terceira idade.

No entanto, é fundamental tomar alguns cuidados na hora de escolher uma casa de repouso para um familiar, pois não é raro nos depararmos com denúncias de empresas que não cumprem o que prometem e até mesmo acabam maltratando os idosos.




Quer saber mais? Confira, abaixo, o que observar para contratar uma casa de repouso segura!

Verifique o tipo de empresa contratada

Em primeiro lugar, você deve definir o tipo, consequentemente, serviços oferecidos pela instituição a ser contratada. Uma possibilidade são as casas de longa permanência, chamadas de residências para idosos, que proporcionam um ambiente personalizado, fazendo com que eles se sintam acolhidos e em casa.


Essa alternativa é mais indicada para os idosos saudáveis, que possuem autonomia e que eventualmente carecem de auxílio para tomar banho ou se alimentar, por exemplo, mas não precisam de assistência o tempo todo.

Os idosos que necessitam de cuidados médicos constantes, administração de medicação e assistência para cuidar da saúde deverão ficar em uma clínica geriátrica.

Cheque a regularização da casa de idosos

Sem dúvidas, a regularização da casa de idosos é um dos itens mais importantes a serem checados, pois existem muitos serviços clandestinos que podem colocar em risco a integridade dos seus clientes. Portanto, saiba se a instituição está devidamente cadastrada e possui licença de funcionamento concedida pela Vigilância Sanitária da cidade.

Além disso, é essencial estabelecer um contrato entre a sua família e a empresa. O documento tem que informar todos os detalhes de como o serviço será prestado.

Analise as instalações

Em se tratando da parte física, analise se o local tem uma estrutura adaptada e segura para evitar quedas. O ideal é que o espaço tenha corrimãos nos corredores para facilitar a locomoção dos idosos. É imprescindível que o banheiro conte com barras de proteção, visto que este ambiente é escorregadio e tem risco eminente de queda.

Prefira as instituições que não tenham escadas, nem tapetes espalhados pelo chão, pois podem dificultar a movimentação dos residentes. Fique atento aos sinais físicos, que ajudam a identificar se o local recebe manutenção adequada, como mofos na parede, se as roupas de cama estão limpas ou não e se há odores fortes nos cômodos.

Saiba qual é a alimentação oferecida

O organismo dos idosos precisa de uma alimentação especial para funcionar adequadamente. Sendo assim, é essencial que a instituição forneça o acompanhamento de um nutricionista preparado para lidar com pacientes da terceira idade. Segundo a norma estipulada para este tipo de serviço, é obrigatório oferecer ao menos seis refeições por dia.

Toda a instituição de longa permanência deve ter um responsável técnico com formação no ensino superior. Como os locais não se caracterizam como serviço de saúde, não há a obrigatoriedade de ter médicos ou enfermeiros.

Questione o número de cuidadores disponíveis

De acordo com a Anvisa, o número de cuidadores disponíveis na casa vai depender do grau de autonomia dos idosos. A lei determina que em uma instituição com residentes mais dependentes é necessário disponibilizar um cuidador para cada grupo de seis idosos.

Faça uma visita no local é repare na forma como os cuidadores se relacionam e tratam os residentes. Esse público tem que ser cuidado por profissionais pacientes e dedicados.

Descubra como funcionam as visitas

As melhores casas permitem que os idosos levem os seus pertences para que se sintam mais à vontade. Descubra como são os horários de visitação, dê preferência para as instituições que deixam esse quesito livre. Desconfie dos serviços que restringem o horário de visitas, pois podem estar escondendo algo.

Com essas dicas, você poderá escolher uma casa de repouso mais apropriada e que ofereça a segurança que o seu familiar merece.

Simone de Paula Leal



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *