Dicas e Cuidados com a Pele no Frio do Inverno





Confira aqui algumas dicas e cuidados que você deve tomar com o frio do inverno.

Chegou o inverno aqui no Brasil e esse ano ele está forte. Está na hora de tirar o casaco do armário, colocar um cachecol e sair por ai, mas sem esquecer os cuidados com a pele, nesse climinha frio ela também sofre e requer nossa atenção. É muito comum nessa época do ano a umidade relativa do ar ficar bem baixa, a temperatura mais fria, o sol mais intenso e o vento mais forte. Tudo isso não costuma ser bom para a pele, o resultado dessa soma costuma ser o rosto e a pele do corpo ressecada e os pés também podem apresentar rachaduras.

Os perigos do frio para pele é algo fácil de tratar, o grande problema é que as pessoas não sentem tanto a presença dos raios solares e por isso costumam esquecer de cuidado básico, como passar o protetor solar. Os raios solares continuam fortes nesse período de frio e causam o aparecimento de doenças na pele por causa do ressecamento. Por isso é importante tomar muito cuidado.




Alguns cuidados

Os especialistas recomendam tomar algumas recauções para evitar tais sintomas. O primeiro cuidado que se deve ter é tomar bastante água, principalmente quando o tempo está bem seco, isso hidrata o corpo, mas é preciso hidratar a pele passando produtos hidratantes, assim se evita o ressecamento. Os especialistas chamam a atenção para duas doenças que costumam ter uma piora nesse período de frio, elas são a psoríase e a dermatite atópica. Para evitar a sua piora, é necessário que além do hidratante as pessoas não se esqueçam do filtro solar, mesmo naqueles dias nublados em que o sol quase não aparece.

Para curtir o inverno sem medo de ser feliz, seja sua pele seca ou oleosa, preparamos algumas dicas que os dermatologistas costumam recomendar nessa época do ano


Nessa época de frio a pele necessita de uma hidratação bem mais profunda, por isso, você não pode deixar de passar bastante hidratante de boa qualidade no rosto e no corpo.

Eu sei que é uma missão quase impossível, mas é bom evitar tomar muitos banhos quentes! Uma água muito quente e por muito tempo em contato com a pele a deixa mais ressecada, já que tira a camada natural que todos temos de gordura da pele. É sempre bom lembrar, logo após o banho sempre hidratar bem a pele.

Nunca se esqueça do protetor solar, mesmo nos dias em que o sol não aparece, os raios UV continuam sendo perigosos.

Um bom complemento ao protetor solar é usar protetor ou hidratante para os lábios nos dias mais secos. Sempre mantenha um por perto, assim você pode usar sempre que achar necessário.

Doenças de pele comuns no inverno

Dermatite atópica – se trata de uma doença genética e crônica, sendo que apresenta pele seca, crostas e erupções que coçam. Seu surgimento é bem comum na parte de trás dos joelhos e nas dobras dos braços. É importante dizer que não é uma doença contagiosa, não há nenhum risco de transmissão, mesmo se tocar as lesões diretamente. A dermatite atópica pode também vir acompanhada, ou não, de rinite alérgica ou asma, mas a manifestação clínica é bem variável. As características principais da doença são leves ferimentos vindos de uma pele muito seca, outros sintomas que podem aparecer são vermelhidão, áreas esfoladas causadas por coceira, alterações na cor e inflamação da pele ao redor das bolhas.

Psoríase – se trata de uma doença que se manifesta por lesões cutâneas, muitas vezes como placas avermelhadas, bem delimitadas, espessas e com descamação. Esses sintomas podem surgir em qualquer parte do corpo, sendo mais comum no couro cabeludo, joelhos e cotovelos. Existem formas variadas de manifestação dessa doença, sendo a mais comum a psoríase em placa, que ocorre em cerca de 80% a 90% dos pacientes.

Gabriel Bem



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *