A venda de aparelhos de ar-condicionado tem aumentado substancialmente no Brasil, que tem picos de temperatura de quase 40 graus. No entanto, é preciso atentar-se aos perigos oferecidos por esse aparelho, que pode causar sérios problemas ao aparelho respiratório. Eles devem ser limpos periodicamente de acordo com o manual de instrução de cada equipamento e, a longo prazo, deve ser trocado o filtro, que retém a sujeira do ar.

Geralmente, pessoas que trabalham em escritórios ficam expostas ao aparelho o dia inteiro. Então, é comum reclamarem de problemas respiratórios como rinite ou coriza. É que o ar-condicionado tira a umidade do ar, ressecando o aparelho respiratório, provocando algumas alergias, principalmente em quem tem pré-disposição.

Por isso, quem tem problemas alérgicos, deve evitar ao máximo a exposição a esses aparelhos e preferir a antiga tecnologia: o ventilador. 

Por Flávia Yoshitani


O número de crianças com problemas respiratórios e bucais tem aumentado muito. E poucas pessoas sabem que a respiração tem forte influência nesses casos.

Respirar pela boca causa sérios problemas ortodônticos, como a mal oclusão dentária, o posicionamento da língua pode ficar mais baixo. A mordida cruzada ou mastigação e respiração pode alterar a posição dos dentes e ocasionar o crescimento do osso da mandíbula, assim o céu da boca da criança se torna alto e mais estreito.

Problemas como o desvio de septo, amígdalas aumentadas ou adenoides são os principais causadores da respiração pela boca.

Ao notar qualquer alteração na respiração da criança, procure um médico antes que o problema se agrave e gere sérias consequências.

Por Milena Evelyn





CONTINUE NAVEGANDO: