Além de trazer benefícios para o corpo, os exercícios físicos fazem bem também para a mente e são uma excelente arma contra o estresse. Apesar disso, uma pesquisa publicada no British Journal of Psychiatry, da Inglaterra, concluiu que quem se exercita por prazer está menos propenso a sofrer de ansiedade e depressão do que as pessoas que o fazem por obrigação.

"A explicação é que o cérebro de quem realiza algo prazeroso produz mais endorfinas e encefalina, dois neurotransmissores responsáveis pelas sensações de felicidade e bem-estar", afirma o endocrinologista Dr. Tércio Rocha, do Rio de Janeiro.

Já para quem realiza exercícios por obrigação acontece o contrário, " tudo é realizado com angústia e sem vontade, o que faz o organismo liberar adrenalina, um hormônio causador do estresse e que pode provocar problemas cardíacos", enfatiza o médico.

Por Monique Mota


O pesquisador norte-americano Dr. Alan M. Beck, professor e doutor em Ecologia Animal, garante que o contato com animais diminui a ansiedade e o estresse. Para ele, as pessoas podem ter animais de estimação ou então simplesmente irem até zoológicos onde poderão também interagir com os animais.

Para o pesquisador, as pessoas ficam mais alegres se ficam entre os bichos ou se possuem um contato com eles. Segundo ele, estudos mostram que as pessoas veem as outras de forma mais positiva quando estão na presença de animais.

O doutor ainda sugere que as pessoas tenham aquários em seus locais de trabalho, o que também aliviaria bastante o estresse. Outra dica que ele dá, é colocar comedouros nas janelas para atrair os pássaros soltos que vivem perto de nossas residências.

Aqui no Brasil, o professor universitário carioca Leonardo Rocha concorda com o Dr. Beck, pois para ele, respeitar e estar em contato com a natureza é sempre um ótimo caminho para ficar mais longe do estresse.

Por: Karin Földes





CONTINUE NAVEGANDO: