Saiba como se recuperar de dores de garganta e inflamações com cuidados e dicas caseiras.

A sensação de incômodo doloroso leva à busca das pessoas por atendimentos de saúde diferenciados com foco, neste sentido, para que ocorra a sua devida eliminação e restabelecimento da saúde adequada.

Uma das situações que sempre geram necessidade de melhorias estão relacionadas com as dicas para curar garganta inflamada, as quais serão detalhadas em seguida neste artigo.

Entenda o que acontece com a garganta inflamada

O processo que exige a busca por dicas para curar garganta inflamada consiste no surgimento nesta região do corpo de crescimento provocado por bactérias, vírus ou outros microrganismos que se proliferam no local considerado.

A aquisição destes agentes causadores de doenças pode ocorrer em decorrência de contato com outras pessoas já doentes ou, ainda, pela sua aquisição no ar e com uma situação de queda imunológica específica.

No momento em que se tem uma garganta com inflamação, surgem sintomas como sensação de dor ao engolir, ardência bem como uma tosse que irrita e não libera nenhum tipo de secreção.

Principais dicas para curar garganta inflamada

A partir dos conhecimentos relacionados com processos de inflamação e dor na garganta, é importante que neste momento você saiba que existem diversas dicas para curar garganta inflamada, as quais serão discriminadas a seguir.

1) Cuidados gerais: para melhorar uma garganta dolorida e inflamada é preciso ter cuidados de forma geral como, por exemplo, não realizar grandes esforços repousando o máximo possível por, pelo menos, 3 dias.

Caso sejam identificadas situações como indisposição acentuada ou febre, é um sinal de infecção devendo, neste caso, evitar ir ao trabalho ou à escola, pois estes locais podem aumentar a chance de transmissão ou agravamento dos sintomas.

2) Alimentação: quanto às dicas para curar garganta inflamada é importante que os hábitos alimentares sejam modificados com a ingestão prioritária de alimentos pastosos ou, ainda, líquidos como papas, caldos, sopas e semelhantes.

3) Gargarejos: uma ação relevante para melhorar os sintomas de dores na garganta consiste em realizar gargarejos diários utilizando água em temperatura morna e sal que ajuda a eliminar os microrganismos existentes na região, pois contém propriedades antimicrobianas importantes.

4) Consumo de vitamina com morango e mel: esta mistura ingerida em temperatura ambiente uma vez por dia proporciona um aumento das defesas orgânicas na região da garganta e, ainda, deixa esta localidade lubrificada facilitando, assim, a melhoria dos sintomas apresentados.

5) Ingestão de chás variados: existem diversas combinações de infusões no formato de chás como leite com mel e gengibre, sálvia e malva e outros que podem ser ingeridos até 3 vezes ao dia, pois apresentam propriedades que reduzem a inflamação e agem contra os agentes causadores da dor na garganta.

6) Uso de vinagre de maçã: este componente, de preferência orgânico, apresenta uma acidez elevada e, por isso, pode ser utilizado para eliminar bactérias que eventualmente estejam causando a dor de garganta.

Para isso, deve ser misturada uma colher de sopa de vinagre de maçã com uma colher de sopa de mel em um copo ou xícara com água morna. Neste caso, é preciso evitar o excesso de ingestão deste vinagre que pode causar irritações.

ATENÇÃO!

Caso todas estas dicas para curar garganta inflamada não tenham os efeitos desejados com a eliminação dos sintomas, é importante consultar um profissional médico qualificado para a indicação de medicamentos corretos como anti-inflamatórios, antibióticos e outros.

Neste sentido, é preciso considerar ainda que a automedicação é uma atividade de risco e não deve ser praticada. Consuma medicamentos para dores na garganta apenas com a devida indicação de profissionais qualificados.

Conclusão

Assim, a partir das dicas para curar garganta inflamada é possível que você não apenas consiga identificar este tipo de processo em seu corpo, mas também consiga reverter muitos casos de maneira prática no conforto de sua casa.

Por Ana Camila Neves Morais

Dor de garganta


Saiba aqui as principais causas e o que fazer para solucionar o Mau Hálito.

Todas as pessoas em algum momento da vida têm mau hálito. Esse problema pode ser passageiro ou persistente, isso se deve a diferentes fatores. E para curar esse incômodo é necessário que o indivíduo avalie muito bem todos os seus hábitos. Pois, esse cheiro é um indício de que alguma coisa não está correta no seu organismo. Conheça agora seis possíveis causas desse problema e dicas de como solucioná-los. Tenha certeza que essas dicas são muito valiosas e vão lhe ajudar.

01º lugar: higiene bucal feita de forma incorreta.

Desde criança nos foi ensinado pelos pais, na escola e pelos dentistas, que fazer uma boa higiene bucal e regularmente é de extrema importância. Algumas pessoas adotam os hábitos de forma correta e outras não. Quando se acontece o segundo caso, é muito comum que essas pessoas tenham mau hálito.

Caso você tenha notado que está com um forte cheiro saindo pela boca e não sabe o que é, na grande maioria dos casos é a falta de uma higienização feita de forma correta. Por isso, procure passar mais vezes o fio dental ao longo do dia, pois podem ter resíduos de comida entre seus dentes. Gaste um tempo maior na escovação, fazendo diferentes movimentos, escove a língua também, lembre de enxaguar bem para sair qualquer coisa que tenha ficado. E por fim, aposte nos enxaguantes bucais, eles também protegem os dentes e ajudam a combater o mau hálito.

02º lugar: ficar horas sem comer

Muitas pessoas ficam horas em jejum por inúmeros motivos. Entretanto, ficar um período tão grande sem comer pode causar esse cheiro incômodo na boca. Pois o estômago precisa de uma fonte de energia e usa a gordura para isso. Nesse processo, são produzidas certas substâncias que causam mau hálito.

Para este caso é recomendável a pessoa que está fazendo jejum reavaliar a sua dieta. Procure por um nutricionista e veja como continuar com essa prática de ficar tanto tempo sem comer e tentar driblar o mau hálito. Faça o jejum enquanto dorme, por exemplo. Ou então, mude de fato a alimentação, não fique tanto tempo sem comer, diminua o espaço

03º lugar: uso frequente de cigarros

O cigarro causa muitos problemas de saúde e um deles é o mau hálito. Devido a todos os componentes que existem no cigarro, como o tabaco, é comum que a pessoa que fume tenha mau hálito.

A dica mais eficaz seria parar de fumar ou diminuir drasticamente a quantidade de cigarros por dia. Depois, seria muito interessante se o fumante procurasse um dentista, pois com toda certeza seus dentes foram prejudicados por conta desse hábito.

04º lugar: baixa produção de saliva

Este problema é mais comum que se pensa e muitas pessoas nem sabem disso. Todo mundo produz saliva, uns em maior quantidade e outros em menor. O grande problema é quando essa produção é pequena demais. Quando isso acontece, muitos sintomas são apresentados como: dificuldade para comer, lábios rachados, incômodo para falar, mau hálito e outros. Neste caso recomenda-se tomar mais água e também procurar uma gastroenterologia para também realizar exames e saber exatamente como deve ser o seu tratamento.

05º lugar: problemas estomacais

Existem uma infinidade de problemas estomacais que causam mau hálito, pois o estômago e boca estão ligados. Os mais comuns são uma frequência muito alta de vômitos e ter quadros regulares de refluxo. Nestes dois casos, como certas substâncias voltam para a boca, é comum se ter um odor forte neste momento. O problema é se esse cheiro for persistente.

Neste caso, de fato é necessário procurar uma gastroenterologia. Só este especialista vai ser capaz de lhe dar um quadro preciso das condições do seu estômago e do seu aparelho digestivo. Tratando o seu problema de estômago consequentemente o mau hálito tende a acabar ou diminuir.

06º lugar: infecção nos dentes

Se você teve ou tem uma infecção nos dentes é muito comum que você tenha esse mau cheiro na boca. Pois é também uma forma do seu organismo alertar que alguma coisa está errada com seus dentes. Além disso, é comum neste caso sentir a famosa dor de dente. Então também é recomendável procurar um dentista e começar um tratamento dentário. O tratamento costuma ser imediato e assim você terá o seu problema resolvido rapidamente.

Isabela Castro.


Saiba aqui os principais problemas que podem surgir com noites mal dormidas.

Uma das maiores insatisfações na vida das pessoas é em relação à qualidade do sono. Muitos indivíduos reclamam que dormem poucas horas e essa questão pode desencadear uma série de problemas na vida destas pessoas. O sono é importante não só para estar disposto no dia seguinte, dormir bem garante também que muitas patologias possam ser evitadas. Confira agora quatro problemas sérios que podem estar relacionados a noites mal dormidas. E também algumas dicas preciosas para que você consiga ter noites de sono melhores.

01º Estresse

Perder uma noite de sono uma vez ou outra, por algum motivo especial, como um evento noturno, é comum na vida de qualquer pessoa. Entretanto, se essa situação persistir é aí que mora o grande problema.

O corpo humano é muito inteligente, ele sabe que uma hora todos os sistemas que o formam precisam descansar e a melhor hora para isso é o período noturno. Já que ele precisa de 6 a 8 horas para fazer este processo de recuperação. Já que muitas funções, vitaminas, hormônios são revitalizadas neste momento.

Com isso, se não se tem uma quantidade de horas suficientes para que o corpo realize todos esses procedimentos, o indivíduo passa a ficar inquieto e, sobretudo, a ter momentos de estresse muito mais severos. Qualquer eventualidade que aconteça, passa a tomar proporções enormes, as pessoas atingidas por este tipo de sentimento vão ficar muito mais nervosas, terem dificuldades para encontrar soluções e o pior, elas vão ter mais facilidade para desencadear os problemas listados abaixo.

02 Ganho de peso acentuado

Muitas pessoas que ganham muito peso e em um curto espaço de tempo afirmam que encontram na comida uma espécie de refúgio. Pois é no ato de se alimentar que encontram alguma alegria.

Juntando este fator do momento de felicidade mais o estresse é quase inevitável que o indivíduo engorde. Além disso, como estamos tratando sobre a insônia, o período noturno vai ser um dos momentos do dia mais propícios que a pessoa coma de forma exacerbada.

Com toda certeza você já deve ter ouvido que as pessoas que se encontram em uma situação como essa tendem a atacar a geladeira durante a madrugada. Pois elas ficam ansiosas, pois não dormem e também elas não têm nenhuma atividade para se concentrar de forma mais específica durante essas horas. O resultado disso tudo é o ganho de peso que se não tratado pode levar a obesidade.

03º Queda da Imunidade

Esse é um dos pontos mais críticos quando se fala em perda do sono a noite. Sem as sagradas horas de sono, você terá muito menos energia. O seu corpo não vai funcionar direito e este é momento oportuno para que certas doenças invadam o seu organismo.

O tipo de doença e a sua gravidade vão depender do sistema imunológico de cada um. Pois, hoje o conceito de patologia é muito vasto, existe uma infinidade de doenças fisiológicas e mentais. Então este ponto de baixa imunidade é preciso ser levado muito a sério.

04º Problemas no Coração

Uma das principais funções do sono, segundo estudos recentes, é regular a pressão arterial e a manter estabilizada. Caso uma pessoa sofra com a insônia, a pressão arterial pode ser elevada. E como todos nós sabemos, quando isso acontece pode-se ter casos de hipertensão. Além disso, também cresce as chances de acontecer um acidente vascular cerebral, o AVC e também de um infarto.

Dicas para se conseguir noites de sono de qualidade

Antes de listar essas dicas é sempre importante fazer uma consulta médica e avaliar as condições gerais de sua saúde. Aliado a isso, você pode adotar essas práticas para ter uma boa noite e mais qualidade de vida:

-Praticar exercícios físicos regularmente.

-Adotar uma boa alimentação.

-Evitar mexer em dispositivos móveis antes de dormir.

-Evitar situações de estresse.

-Não acumular atividades durante o dia e deixar para a noite.

Colocando em práticas os pontos listados acima, as chances de você melhorar suas noites são altas. Boa sorte!

Isabela Castro.


Região Sul passará a receber doses da vacina.

Desde o início deste ano não param de ser notificados casos de febre amarela no Brasil. O número de mortes é realmente alarmante, porém, a maioria dos casos se deu nos estados de Minas Gerias e São Paulo, em regiões mais interioranas. Desse modo, de lá para cá, as regiões consideradas de risco pelo Ministério da Saúde tiveram a vacinação contra a doença intensificada e grande, pode-se dizer a maioria da população já conseguiu se vacinar, pois uma das medidas de prevenção da doença é por meio da vacinação.

Nesta última terça-feira, dia 21 do mês de março, foi anunciado pelo Ministério da Saúde que não somente as regiões com incidências de casos da doença receberão a vacina, mas sim todos os estados brasileiros, pois a sua recomendação passa-se a todo o país.

Desse modo, a partir de agora os estados começarão a receber lotes da vacina e poderão organizar suas campanhas de vacinação. A previsão é de que dentro de poucos meses todo o território brasileiro já tenha recebido as vacinas contra a doença.

Já existe um cronograma criado pelo Ministério da Saúde em que está determinado que a vacinação se dará progressivamente, mas que todos os estados serão atendidos.

Existe uma estimativa de que dentro de um período de um ano, mais de 1.500 cidades já recebam as vacinas e até o mês de abril do ano que vem, 100% do território brasileiro já esteja vacinado e imunizado contra a doença.

Em resposta sos vários casos da doença que apareçam em determinadas regiões do país, o Ministério da Saúde teve que promover a vacinação nessas regiões em caráter emergencial, para que as consequências não fossem maiores, haja vista que muitas pessoas morreram em decorrência da febre amarela.

Ricardo Barros, que é ministro da saúde, afirmou que a ação de criar um cronograma que vise a vacinação de toda a população do país é um passo a frente em relação à doença. E que diferentemente das outras regiões em que houve um estado de emergência, para as demais localidades do país a vacinação terá um caráter preventivo e muito importante para erradicar a doença que depois de anos de erradicação volta a atingir os brasileiros.

A vacinação é a melhor maneira de evitar a febre amarela, pois ao toma-la o indivíduo fica imune.

Nos estados da Bahia, São Paulo e Rio de Janeiro já está acontecendo a campanha de vacinação com dose fracionada. Assim, estes estados continuarão recebendo seringas conforme já estava na programação.

O próximo passo apontado pelo cronograma é a vacinação da população dos estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul, que a partir do mês de julho deste ano poderão contar com a realização e campanhas que visem à vacinação em todos os seus municípios, recebendo a dose padrão da vacina contra a febre amarela.

Seguindo o cronograma, no mês de janeiro de 2019 os estados do Nordeste darão início as suas campanhas, de forma que todos os municípios também recebam a dose padrão da vacina (e não fracionada).

Diante de tantos casos, muitas vezes noticiados como surtos da doença e principalmente da insegurança da população brasileira, o governo federal recomendou que toda a população brasileira (quem não possui contraindicações) fosse vacinada. Desse modo, a OMS, que é a Organização Mundial da Saúde, concedeu autorização para que a vacinação nacional seja realizada.

Milhões de brasileiros já receberam a vacina, a maioria deles em caráter emergencial. Agora, a expectativa do Ministério da Saúde é de que 77,5 milhões de pessoas de todas as regiões do país sejam imunizadas e assim a temida febre amarela seja eliminada de nosso país.

Sirlene Montes


Conheça os variados benefícios do óleo de pequi para a saúde.

Muitas pessoas têm buscado por informações certas sobre o óleo de pequi, que promete trazer muitos benefícios para a saúde. O pequi é um fruto muito famoso na região do centro oeste do país, e geralmente as pessoas conhecem o arroz com pequi, que é um prato típico dessa região. Ultimamente muitas pessoas têm relatado melhorias na saúde depois do uso do óleo de Pequi, então vamos falar mais sobre os benefícios desse óleo.

Melhora a saúde digestiva

O uso do óleo de pequi é indicado para quem tem problemas digestivos, já foi comprovado que quem usa esse óleo, tem uma melhora significativa. Por ter uma boa quantidade de fibras, o óleo de pequi ajuda a melhorar os seguintes sintomas: inchaço, prisão de ventre, diarreia e cólicas.

O óleo tem ação antioxidante

O óleo de pequi tem ação antioxidante e ajuda muito combater os radicais livres que são os principais causadores de algumas doenças graves como o câncer. O uso desse óleo também ajuda a prevenir o envelhecimento precoce.

Ajuda a prevenir os problemas no coração

Outra razão para usar o óleo de pequi é que ele ajuda a prevenir problemas do coração. Na composição desse óleo contém ácidos graxos que são responsáveis por diminuir os níveis de colesterol sanguíneo. Assim diminuem as chances de desenvolver as seguintes doenças: derrame, ataque cardíaco e doenças do coração. Por isso o óleo de pequi é indicado para pessoas que têm chances de desenvolver esse tipo de doença, seja por ter problemas de pressão ou por ter alguém na família com esse tipo de problema.

Grande fonte de vitamina E

O óleo de pequi fornece uma grande quantidade de vitamina E, que é muito importante para nosso organismo. Existem muitas pessoas que precisam desse tipo de vitamina, pois a falta dela pode causar problemas como: infertilidade, queda de cabelo e rachadura na unha, problema no sistema imunológico e facilidade em contrair vírus e bactérias.

Diminui as dores nas articulações e musculares

O óleo de pequi é indicado para as pessoas que possuem problemas com dores no corpo, principalmente dores em regiões musculares como coxa, lombar e pernas. Quem sofre com problema nas articulações também deve fazer o uso do óleo de pequi, pois a melhora é bem perceptível.

Óleo para fazer massagem no corpo

O óleo de pequi é ideal para fazer massagem corporal, ele ajuda a tirar o estresse que é causador de muitas doenças. Além disso, essa massagem proporciona bem-estar. Para realizar a massagem corporal é indicado misturar o óleo de pequi com o óleo de coco, e conseguir a mistura perfeita.

Opção de óleo de pequi em cápsulas

Existe no mercado a opção de consumo de óleo de pequi em cápsulas. Essa é uma forma mais prática para pessoas com vida muito corrida e gostam de praticidade. Algumas lojas de produtos naturais possuem essas cápsulas e o valor delas pode variar de acordo com a marca e quantidade de cápsulas.

Melhora da asma e bronquite

Quem sofre com problemas respiratórios como a bronquite e a asma podem fazer o uso contínuo do óleo de pequi. Usando esse óleo duas vezes por dia, é possível perceber uma grande melhora em um prazo mínimo de 1 mês.

Porque devo usar o óleo de pequi?

O óleo de pequi tem muitos benefícios para a saúde, por ser natural, ele não tem contraindicação e, por isso, pode ser usado sem receio. Com o uso frequente desse óleo é possível sentir uma grande melhora em alguns problemas de saúde.

Por Cristiane Amaral

Óleo de Pequi


Conheça aqui mais detalhes sobre as Varizes e como tratá-la.

Hoje em dias muitas pessoas sofrem com as varizes, e isso é de modo geral. Mulheres, homens, jovens e idosos estão em um grande grupo de pessoas que lutam diariamente para acabar com esse problema que vem crescendo a cada dia. Muitas pessoas, por falta de informação, deixam o problema se agravar e só procuram ajuda médica quando a coisa já está muito complicada. Nesse artigo vamos falar sobre o problema, o que causa e as opções de tratamentos. Existem muitas perguntas sobre varizes que já se tornaram bem comum, então vamos responder aqui também.

O que são varizes?

As varizes são veias que dilatam de forma exagerada e geralmente elas ficam bem evidentes por sua forma e coloração, que na maioria das vezes pode ser esverdeada ou azulada. Além de causar desconforto como: dores, ardência e câimbras, elas causam desconforto na parte estética também. Geralmente as varizes ficam nas pernas na parte externa, em casos mais extremos elas podem atacar a virilha e ir até o tornozelo, o que causa inchaço na região, principalmente para quem usar sapato com salto ou sapatos fechados por muitas horas seguidas.

As varizes são hereditárias?

Nem sempre as varizes serão hereditárias, porém, a maioria dos casos vem por herança genética sim. E de certa forma é até mais fácil cuidar das varizes quando sabemos que algumas pessoas de nossa família apresentam esse tipo de problema, o ideal é ficar ligado nos sinais do corpo e assim que perceber que o problema está surgindo, procure o médico especialista e procure tratamento para solucionar a doença quando ela está no início e aprender como evitar o surgimento de outras varizes.

Ficar em pé ou sentado por muito tempo facilita ter varizes?

Sim. O fato de ficar apenas em um tipo de posição por muito tempo, faz com que a circulação fique parada por mais tempo do que se pode e assim fica mais fácil de surgir as varizes. O ideal para quem trabalha em uma dessas posições é ter pausas para exercitar as pernas nem que seja por apenas alguns minutos, e assim ajudar na circulação.

Estou com varizes o que devo fazer?

A primeira coisa a se fazer quando se percebe que as varizes estão surgindo ou piorando é procurar um médico especialista. Ele vai examinar o caso de forma completa e pedirá alguns exames e fará o diagnóstico do paciente, e só assim ele vai indicar o tratamento ideal para o seu caso.

Não use medicação e nem fórmulas caseiras por conta própria?

Muitas pessoas cometem o erro de procurar tratamentos paliativos e que no fundo pode piorar a situação. O ideal é ir pelo caminho mais correto que é procurar um médico especialista. Assim as chances de eliminar o problema são maiores e eficaz.

Pessoas que estão acima do peso tem mais chances de ter varizes?

Sim. As pessoas que estão acima do peso tem mais chances de desenvolver esse problema, pois esse grupo de pessoas normalmente tendem a serem sedentários. E com isso a circulação vai sendo prejudicada e junto ao aumento de peso, o problema tem maiores chances de acontecer.

Quais são os melhores tratamentos contra as varizes?

O tratamento para as varizes vai variar de acordo com o estágio delas. Veja abaixo como tratar cada caso:

Tratamento de vasinhos

Os vasinhos são aquelas veias bem finas que surgem do nada e logo vão se multiplicando, e se não forem tratadas logo no início podem virar varizes. Geralmente esses vasinhos são bem mais simples de serem eliminados, eles são tratados com tratamento de agulhas ou laser. Esses tratamentos causam sim um certo desconforto e precisam de algumas aplicações para eliminar todos os vasinhos. O preço vai variar muito do local onde será feito o tratamento e de cada caso.

Tratamento de varizes grossas e não tão graves

Esse tipo de varizes está no caso médio, que são aquelas varizes que causam algum desconforto tanto físico e na aparência e que podem ser tratadas com aplicações de espuma, que na maioria dos casos tem uma solução bem alta em torno de 85% do problema. O ponto negativo desse tratamento, é que ele tem chances de deixar a pele manchada.

Tratamento de varizes bem grossas e estágio bem avançado

Para essas varizes o tratamento indicado é a cirurgia. Essa cirurgia vai retirar as veias e eliminar assim o problema.

Siga essas dicas e elimine as varizes da sua vida!

Cristiane Amaral


Saiba aqui quem deve tomar a vacina para Febre Amarela.

Um dos assuntos mais procurados no Google nos últimos dias são pesquisa sobre a vacinação da febre amarela. Esta alta procura sobre a vacina é por conta de um anúncio feito pelo governo da morte de macacos infectados pelo vírus da febre amarela.

O anúncio das mortes dos macacos infectados ocorreu no final do ano de 2017, no começo deste ano, e isso tem tomado muito a população sobre as reações que essa doença pode causar e levar até a morte.

Mas afinal, como é transmitida a febre amarela? Os macacos são os transmissores ou vítimas?

Neste artigo nós vamos falar um pouco sobre esta polêmica da vacina contra febre amarela e tirar todas as dúvidas que você tem sobre esta doença que pode levar até a morte.

Os macacos são vítimas

A falta de informação leva a população a tirar conclusões precipitadas e espalhar a notícia erroneamente. A febre amarela ela é transmitida pela picada do mosquito fêmea, Mais conhecido como Aedes Aegypti.

Os macacos nessa situação eles são hospedeiros naturais desse vírus. Os mosquitos são os reais transmissores da doença, os macacos são apenas vítimas na qual adoecem e morrem.

A morte dos Macacos é apenas um aviso para as secretarias de saúde daquela região ficarem atentas, pois há indícios de transmissão para mais pessoas e o vírus está presente nessa região.

Como é transmitida a febre amarela?

Por falta de informação, muitas pessoas acreditam que os macacos são os reais transmissores da doença, no entanto, como falamos anteriormente, eles são apenas vítimas e se tornam hospedeiros desse vírus.

Se você tem interesse nesse assunto e quer saber realmente como é feita a transmissão dessa doença continue lendo este artigo até o final e entenda como que é transmitido este vírus tão mortal e que tem amedrontado muitas pessoas.

As notícias sobre o vírus da febre amarela fizeram com que a população se mobilizasse em busca da vacina e muitos postos de saúde não estão preparados para a demanda das pessoas em busca deste medicamento.

A febre amarela ela é uma doença que é adquirida através de mosquitos transmissores e ela é infecciosa e grave, sendo causada por um vírus. O mosquito Aedes Aegypti, Haemagogus ou Sabethes picam os macacos que já são hospedeiros naturais deste vírus e possuem suscetibilidade a esta doença, com isso outro mosquito pica o macaco, que transmite aos seres humanos.

É muito importante que as pessoas entendam que é o mosquito que transmite a doença e que as pessoas não transmitem doenças para outras pessoas, muito menos os macacos.

Quem não pode tomar a vacina da febre amarela?

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), a vacinação é a forma mais eficiente de combater a febre amarela. A vacina ela é constituída de vírus vivo diluída em soro. Para que aconteça a prevenção é recomendado que 80% da população esteja vacinada e que este vírus não se propague para outras regiões.

A vacina que está sendo disponibilizada para a população é fracionada, porém existe uma diferença para quem tomou a vacina dose completa. A OMS informa que quem tomou a vacina dose completa é válida para vida toda e quem tomar a vacina fracionada é válida apenas por 9 anos.

Houve o questionamento por muitos estudiosos da área da saúde sobre a duração e validade desta vacina, muitos acreditavam que ela duraria apenas um ano, porém, estudos comprovaram a eficácia dessa vacina por até 9 anos.

A aplicação dessa vacina é feita em região subcutânea no braço, o efeito protetor começa a reagir após o décimo dia depois da aplicação da medicação. A reação do organismo age diretamente para que o mesmo produza anticorpos contra este vírus.

A vacina é contra indicada para gestantes, mulheres em fase de amamentação, crianças com até 6 meses e idosos com idade acima de 60 anos. Pessoas com doenças pré-existentes que são crônicas também não devem tomar esta vacina, Pessoas imunodepressivas e oncológicos também entram nessa lista.

Para quem é indicado a vacinação ?

Pessoas que habitam regiões de risco e que houve vários indícios de contaminação por febre amarela com idades de nove meses a 60 anos são indicados a receber a vacina.

Além disso, pessoas que precisam viajar para o exterior ou para regiões onde existe indícios de surtos da febre amarela. Se gestantes estiverem em região de risco ou lactantes e precisarem tomar a dose da vacina é preciso ter a orientação primeiramente de um médico especialista e avaliar se realmente existe o risco de contaminação. caso as mães que estão amamentando precisarem tomar a vacina elas terão que parar amamentação durante 28 dias.

Para quem precisa viajar para o exterior é indicado que tome a vacina 10 dias antes da sua viagem, pois a vacina começa a reagir no organismo após este período.

Este artigo foi interessante? Você conseguiu solucionar suas dúvidas sobre a febre amarela? Conhece mais pessoas que podem ter a mesma dúvida que você? Compartilhe este artigo para que mais pessoas possam entender a real situação da febre amarela no Brasil.

Marcio Ferraz


Saiba aqui os cuidados e como evitar a Febre Amarela.

A febre amarela é uma doença que pode matar e existe alguns casos de morte no Brasil. Muitas pessoas estão assustadas com um possível surto e não sabem as diversas formas de evitar a doença. Então vamos citar aqui como você pode prevenir a doença e de sua família também.

Tenha atenção a possíveis focos do mosquito Aedes Aegypti

A principal preocupação da população ainda deve ser eliminar os focos dos mosquitos e seus criadouros, que podem ser em lugares bem comuns como: Baldes e vasilhas com água parada, pneus com água parada e qualquer local que a água possa ficar acumulada. Pode até parecer um trabalho chato de fazer diariamente, porém, essa é uma das medidas mais importantes contra esse mosquito. Lavar esses locais com água e um pouco de cloro pode ajudar muito.

Use repelente

O repelente é essencial nessa fase de preocupação de surto. O ideal é que todas as pessoas que puderem usem esse produto, principalmente crianças e idosos que são pessoas que estão na classificação de risco. O ideal é usar repelentes de marca conhecida e ter atenção ao tempo certo de reaplicação do produto e assim ficar livre das picadas do mosquito.

Pessoas que não podem tomar a vacina devem se prevenir em dobro

Pessoas com baixa imunidade como os pacientes que tem câncer e fazem tratamento de quimioterapia e radioterapia, precisam ficar atentos aos mosquitos. Eles não podem tomar a vacina da febre a amarela, justamente por ter uma imunidade muito baixa. Caso essas pessoas sejam infectadas pelo mosquito, terão grande chance de ter uma complicação e até morrer. Essas pessoas devem usar repelente durante todo o dia e evitar ir para locais onde se tenham maior chance de surto da febre amarela.

Usar roupas que cubram boa parte do corpo também é indicado para evitar ser picado pelo mosquito

Outra dica bem legal contra a picada do mosquito transmissor é usar roupas que cobrem o corpo todo. Com essa dica fica mais fácil evitar o contato com o mosquito transmissor. Com esse tipo de roupa o mosquito sente dificuldade em achar um local para picar. E as chances de contrair a febre amarela diminui drasticamente. O ideal é usar roupas longas e usar também o repelente e assim evitar que o mosquito te pique.

Use vela de citronela

0 uso de vela citronela também ajuda a afastar o mosquito transmissor. O ideal é acender a vela assim que sentir que está caindo a noite. Se você residir em um local que tenham muito mato, pode usar a vela durante o dia também. A vela de citronela pode ser achada em mercados ou lojas que vendem produtos naturais. Seu cheiro não é forte e normalmente não incomoda. E o valor dessa vela é relativamente baixo se avaliar o custo benefício. Além disso, ela dura bastante.

Usar tela de proteção em janelas e portas pode ajudar contra o ataque do mosquito

Outra medida infalível para afastar os mosquitos da residência, é colocar telas de proteção em janelas e portas da residência. Dessa forma fica muito difícil dos mosquitos entrarem dentro de casa e consequentemente picar alguém que more na casa. As telas de proteção podem ser compradas em lojas de material de construção e costumam ser baratas. Para colocar elas nas janelas e portas também são bem fáceis, então não tem desculpa para não usar esse método contra os mosquitos.

Evite o acumulo de lixo e mato no quintal de casa

Com o risco de surto de febre amarela o ideal é cada um fazer a sua parte. Se você morar perto de locais que tenham matagal e grande quantidade de lixo, ligue para a prefeitura ou empresa de coleta de lixo e denuncie. Caso esse problema ocorra do seu quintal, o ideal é acabar com esse possível criadouro do mosquito transmissor.

Siga essas dicas e diminua as chances de contrair a febre amarela!

Cristiane Amaral


Veja as principais dúvidas sobre a vacina da febre amarela e suas respostas.

O Brasil está em alerta sobre casos de febre amarela, essa atenção ficou voltada principalmente no ano de 2017 e agora em 2018 há uma grande procura da vacina nos postos do País. Já sabemos que existem casos de pessoas que morreram com a doença e alguns macacos também, pois estão infectados. É importante ressaltar que o animal não é o transmissor da doença, e sim o mosquito Aedes Aegypti. A febre amarela pode levar a morte em pouco tempo, então é preciso vacinar.

Polêmica sobre reação da vacina da febre amarela

Muitas pessoas ficam inseguras em relação a se vacinar, pois existem muitos boatos na internet sobre mortes após a vacinação. É claro que a maioria dessas afirmações são boatos que se espalham nas redes sociais e acabam ganhando forças e causando pânico. Vale ressaltar que existe uma sinalização para um grupo de pessoas que não podem se vacinar e essas e outras informações vão estar logo abaixo:

1- A vacina pode provocar reação? E quais seriam essas reações?

Sim. Todas as vacinas podem causar algum tipo de reação. E a vacina da febre amarela pode causar reações como: mal-estar, dor de cabeça e febre.

2- A vacina causa dor ou inchaço?

A maioria das pessoas que tomam a vacina não reclamam que ela é dolorida ao ser dada e nem de inchaço depois da aplicação. A agulha é relativamente menor que a maioria das vacinas. Porém, se a pessoa for sensível, ela pode sentir um pequeno desconforto, nada fora do normal.

3- Gestante pode tomar a vacina?

Não. A gestante faz parte do grupo de pessoas que não devem tomar a vacina da febre amarela.

4- Os bebês podem tomar a vacina da febre amarela?

Os bebês que tiverem idade a partir de nove meses podem ser vacinados contra a febre amarela. Porém, se essa criança morar em um local que tenha surto da doença e mortes de macaco com a febre amarela, a idade é a partir de 6 meses.

5- É verdade que quem tem baixa imunidade não pode se vacinar contra a febre amarela?

Sim. Quem tem imunidade baixa está no grupo de risco e de imediato não poderá tomar a vacina. O ideal é passar com o médico e fazer exames e ter uma avaliação mais completa, e caso ele permita, é preciso levar essa autorização no posto de saúde no dia em que for se vacinar.

6- Alguns medicamentos podem causar problemas para quem se vacina?

A princípio não existe nenhuma contraindicação em relação a medicações, exceto o uso de corticoide.

7- Como funciona a vacinação para quem acha que já se vacinou a anos atrás e não tem certeza?

Nesse tipo de caso a melhor solução é se vacinar novamente, pois muitas pessoas perdem a caderneta de vacinação em algum momento de sua vida e ficam sem saber se tomaram ou não a vacina. No caso da vacina da febre amarela é bom não bobear, pois a doença pode matar e já existem casos de morte no Brasil.

8- É preciso estar em jejum para tomar a vacina da febre amarela?

Não. Essa é uma dúvida muito comum entre as pessoas que estão indo ao posto em busca de informações sobre a vacina da febre amarela. Porém, não é preciso estar em jejum para se vacinar.

9- Qual a idade base das pessoas que podem se vacinar?

A idade base para vacina é de 9 meses a 59 anos. Crianças que já tomaram a vacina antes da campanha e do risco de epidemia não precisam tomar. É essencial levar a caderneta da criança para que o profissional de saúde verifique na hora se precisa ou não vacinar. Em caso de pessoas que já tenham 60 anos ou mais é indicado apenas se vacinar com o consentimento do médico.

10- Em caso de risco de já ter contraído a doença, como deve proceder?

Nesse caso não pode se vacinar e sim procurar um hospital o mais rápido possível para verificar que realmente a pessoa contraiu a doença.

Essas são as informações principais da vacina da febre amarela!

Cristiane Amaral


Empresa volta a oferecer planos individuais após 4 anos.

Considerada uma das maiores operadoras de planos de saúde atuantes no Brasil, a Amil anunciou que vai voltar a oferecer planos individuais. A novidade foi divulgada quatro anos depois de a empresa ter deixado de disponibilizar esse produto no mercado. Se diferenciando das demais organizações que, em sua maioria não trabalham com esse tipo de plano, a instituição almeja conquistar 15 mil novos clientes até o final de 2017, praticando preços classificados como acessíveis, pois vão de R$ 126,00 a R$ 1,1 mil.

Atendendo à demanda

Conforme dito por Ricardo Santos, o CEO da operadora Amil, a empresa pensava há muito tempo em voltar a ofertar os planos de saúde individuais, pois acredita que este produto tem uma grande demanda no mercado, logo o relançamento serve para suprir essa carência existente no país. O proprietário da organização também afirmou que houve diversos estudos para reinserir essa modalidade, que se concentraram principalmente em ofertá-la com preços reduzidos.

Os planos individuais deixaram de ser oferecidos em 2013, quando a Amil preferiu seguir as demais empresas e abandou esse tipo de produto. Na época, as maiores operadoras do ramo como, por exemplo, Bradesco Saúde, Porto Seguro e SulAmérica também fizeram a mesma escolha. A justificativa dada por todas as seguradoras foi de que os custos para operar os planos individuais estavam muito altos, sendo que eles são regularizados pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar).

Produto reformulado

Para fazer o relançamento dos planos de saúde individuais, a empresa fez uma reformulação na categoria, passando a oferecê-la com a marca Next Acess, o que a permite ter alcance municipal, iniciando as suas atividades nas cidades de Guarulhos e em São Paulo. Segundo a operadora, os preços praticados começam em R$ 126,21 por pessoa dentro do produto familiar, tendo coparticipação. O valor mais alto a ser cobrado é de R$ 1,1 mil para as pessoas que possuem idade superior a 59 anos e não contam com coparticipação.

O que estimulou a Amil a voltar com os planos individuais foi o fato de ter havido uma alteração na forma como os hospitais são remunerados. No formato anterior, que era chamado de ‘’Fee for service’’, as seguradoras tinham que pagar os hospitais por cada serviço que era prestado enquanto um paciente fazia um determinado tratamento. Porém, esse modelo era visto como um complicador para as empresas, pois incentivava a ocorrência de procedimentos sem necessidade. Agora, o novo modelo foi configurado para adicionar outras propriedades na conta como, por exemplo, a eficácia do tratamento.

Quase todos os hospitais que irão oferecer o novo plano de saúde individual da organização fazem parte da rede Amil, mas pode haver exceções. Além disso, aqueles hospitais que optarem por se desvencilharem do antigo modelo também podem se candidatar para ofertar o plano individual.

Na atualidade, a operadora conta com mais de 6 milhões de participantes de planos odontológicos e médicos distribuídos em todo o Brasil. O CEO da companhia aponta que existem hospitais interessados em aderir ao serviço, o que pode aumentar a sua cartela de clientes. A Amil já conta com novos modelos de acordo para remuneração reformulada com 20 hospitais, tendo como objetivo conquistar uma fatia de aproximadamente 23% dos custos operacionais longe do ‘’Fee for service’’.

Mais do que a questão que envolve a remuneração dos hospitais, o presidente da organização diz que o que contribuiu para que os planos individuais pudessem retornar foi um modelo caracterizado por ser composto por cuidados preventivos, que foi desenvolvido pela companhia a longo prazo. A Amil ainda visa obter a redução de desperdícios e aplicar um controle maior para evitar que ocorram fraudes.

Simone Leal


Saiba aqui o que é e como é o tratamento da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica, também conhecida como DPOC.

Esta época do ano é quando muitas doenças contagiosas se proliferam, o contágio viral e as doenças “ites” como renite, bronquite e outros “ites” que se fossemos listar aqui hoje não conseguirei terminar este artigo.

Muitas doenças ocorrem por conta que nesta época, o tempo esfria e o ar fica seco, promovendo o aumento das doenças ligadas à respiração. Os hospitais e postos de emergências aumentam seus atendimentos em quase 100%.

E as doenças crônicas? Existem muitas, que se forem diagnosticadas com antecedência podem ser tratadas rapidamente. Neste texto vamos falar sobre a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), que muitos nem sabem que podem ter e são confundidos por conta dos sintomas.

Mistura de Bronquite com Enfisema Pulmonar

Aumenta o risco de morte esta mistura. E a causa mais comum é o cigarro e traz sintomas que são incômodos ao portador.

Esta doença, a DPOC, é comumente causada por tabagismo ou inalação de fumaça tóxica, causando a obstrução das vias áereas, ou seja, diminui a passagem de ar pelos pulmões.

A doença é contraída definitivamente após um quadro constante de bronquite ou enfisa pulmonar. A broquite inflama os pulmões e o enfisema vai destruindo os alveolos, que são estruturas responsáveis pelas trocas gasosas neste órgão tão importante.

Perigoso

Quem tem esta doença tem sérios riscos de sofrer um infarto ou AVC. Por que? Devido ao grande potencial da interrupção da respiração de uma vez, e desta forma, com a diminuição da circulação do oxigênio no sangue, substâncias inflamatórias são ativadas e disparadas por todo o corpo.

Apesar dos indícios das causas serem por conta do cigarro, cerca de 1/3 de todas as pessoas que contraem o DPOC nunca colocaram um cigarro na boca.

Sintomas principais

A tosse, o pigarro, muita falta de ar e fadiga, além do catarro em excesso.

Existem alguns fatores de risco que contribuem para que a doença seja contraída mais facilmente, que são o tabagismo (fumantes), histórico familiar e a inalação de fumaça de produtos tóxicos.

Como prevenir

Como todo problema deve ter uma solução, toda doença, antes de ser contraída pode ser prevenida e existem algumas ações que podem ser tomadas para evitar tal situação.

Um das maneiras mais eficazes para evitar que seja contraída a doença pulmonar é ficar bem longe do cigarro. Outra atitude é fazer checklists de tempos em tempos, sabe por que?

Por conta que os sintomas desta doença podem ser confundidos com outras ligadas à respiração, seja por uso do cigarro ou pela idade. Se não houver o tratamento e a identificação previamente, o distúrbio respiratório aumenta sem perceber e o tratamento pode ficar um pouco mais dificil de ser solucionado.

Evitar

O consumo de carnes processadas em demasia podem prejudicar os pulmões e para evitar é bom eliminar do cardápio e substituir por um alimentação com frutas, legumes, verduras e alguns grãos que ajudam na manutenção do pulmão.

Diagnóstico e Tratamento

O diagnóstico é feito por um exame que é medido a força do sopro e é confirmado pelo especialista pelas queixas do paciente, dependendo o médico pode solicitar outros testes.

O tratamento é feito normalmente com alguns medicamentos broncodilatadores e uma série de medidas cautelares que mantém o controle da doença, pois a mesma não tem cura.

Atividades físicas são recomendadas para combater a inflamação e fortalecer as fibras musculares do pulmão.

Marcio Ferraz


Saiba aqui quantas horas o seu filho precisa dormir para que tenha o sono ideal.

Nossos bebês estão dormindo pouco? Todos sabemos importância sono na vida de uma criança e é indiscutível que a responsabilidade da qualidade de sono é exclusiva dos pais. É de extrema relevância que cuidemos desses momentos tão preciosos dos nossos bebês.

Pesquisas atuais estão apontando que as crianças e bebês estão dormindo menos do que deveriam. Veja neste artigo se esse é o caso da sua criança.

Quantas horas os bebês e as crianças de até 10 anos precisam dormir por dia?

Segundo a pesquisa de uma grande revista da Editora Globo, a Revista CRESCER, apenas 9% das crianças de 1 a 2 anos estão dormindo a quantidade devida, que segundo os especialistas é de 13 horas diárias.Os cientistas especialistas do sono infantil afirmam que a maioria dos pais estão cientes que seus filhos dormem pouco.

Confira agora a quantidade ideal de tempo de descanso para sua criança

Se o seu neném tem 1 mês de vida é necessário que ele durma 1 a 4 horas intercalados por uma a duas horas acordado, independentemente se for noite ou dia.

Já se o seu neném tiver de dois a três meses, o ideal é que durma de 6 a 9 horas por dia. Isto deve se seguir até os seis meses de vida.

A partir dos 6 meses o neném deve dormir de 9 a 11 horas diárias.

Assim que o seu bebê completar um ano de vida deve começar a descansar de 9 a 10 horas por dia.

Quando completar dois anos o período de tempo dormindo deve aumentar para 10 horas e 30 minutos. Assim deve ser até os três anos de vida.

Quando a criança completar 4 anos ela deve descansar 11 a 12 horas diariamente.

Quando tiver 6 anos o período de tempo deve diminuir para 10 a 11 horas diárias, seguindo assim até os 10 anos de vida.

Agora que você já está ciente da quantidade de sono necessária para seu filho, confira algumas dicas para que esses momentos sejam o de máximo conforto para o seu pequeno:

  • Procure fazê-lo dormir sempre no mesmo horário.
  • Mantenha o ambiente organizado limpo e com baixa luminosidade.
  • Evite agitação e estímulos momentos antes da hora de ninar.
  • Estabeleça uma rotina.

Carolina B.


Medicamento foi reprovado nos testes de estabilidade.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) determinou que fossem suspensos 13 lotes de anticoncepcional. Por sua vez, a Farmacêutica Bayer apresentou um comunicado oficial e por portaria, indicando o recolhimento de forma voluntária dos lotes do medicamento chamado Gynera, um contraceptivo o qual teve seu resultado no teste de estabilidade apresentado reprovado, sendo insatisfatório aos padrões exigidos e fiscalizados pela agência.

Risco à saúde

O principal motivo pelo qual os medicamentos foram recolhidos foi, de fato o resultado dos testes de estabilidade realizados, os quais indicaram “risco à saúde com classificação III”, significando portanto um alto risco e logicamente de desaconselhável utilização.

Gynera

O Gynera é um medicamento contraceptivo, ou seja, anticoncepcional para ingestão por via oral combinado.

Cada drágea para ingestão é composta por uma combinação de estrogêneo (etinilestradiol) com progestógeno (gestodeno) e dois hormônios femininos.

Pelas pequenas quantidades de hormônios ele pode ser considerado um contraceptivo para ingestão de forma oral e de baixa dose.

Tais contraceptivos juntos diminuem consideravelmente a duração e a intensidade no momento do sangramento menstrual, o que reduz bastante a possibilidade de ter anemia por decorrência de deficiência de ferro.

Outro fator importante é relacionado à cólica menstrual, que por sua vez pode ter menor intensidade ou até mesmo desaparecer completamente, o que denotaria outra qualidade da medicação apresentada.

Outros distúrbios como cistos ovarianos, gravidez ectópica (que é quando o feto é formado fora do útero), doença benigna da mama, infecções pélvicas (DIP) e câncer do endométrio e dos ovários, ocorrem com menos frequência em mulheres usuárias de tais contraceptivos.

Relação dos lotes suspensos

Os lotes que foram suspensos do medicamento contraceptivo Gynera são os seguintes e com suas respectivas validades:

  • BSO1EN6, 04.12.17

  • BSO1F2J, 04.12.17

  • BSO1FCF, 04.12.17

  • BSO1F2H, 04.12.17

  • BSO1F4A, 04.12.17

  • BSO1FJH, 28.06.18

  • BSO1G1CC, 28.06.18

  • BSO1GJS, 25.08.18

  • BSO1GSS, 26.10.18

  • BSFO1G1CC, 28.06.18

  • BSO1GJS, 25.08.18

  • BSO1H6F, 26.04.18

  • BSO1GR4, 25.08.18

Para informações mais completas sobre a suspensão dos lotes em questão do contraceptivo Gynera, bem como acessar a portaria e demais dados, basta acessar o site www.portal.anvisa.gov.br.

Evite sempre a auto medicação. Todo e qualquer medicamento a ser utilizado deve ser feito conforme orientação e prescrição de seu médico.

Por Silvano Andriotti


Confira aqui a tabela de doação de sangue e descubra quem doa sangue para quem.

Ser um doador de sangue é um ato que deve ser aplaudido de pé. O dia 14 de junho é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue e este dia foi pensado para motivar as pessoas a ter esta atitude que pode salvar muitas vidas.

Neste artigo vamos trazer algumas respostas para quem nunca doou e tem vontade de tomar esta ação ou se você é doador, porém, tem muitas dúvidas sobre este assunto.

Uma das dúvidas que a maioria das pessoas tem é sobre para quem pode doar ou se o seu tipo sanguíneo é compatível com qual tipo?

Eu posso doar?

Existem alguns requisitos para doar seu sangue e um desses requisitos é ter idade entre os 18 e 67 anos. Outra exigência é ter mais de 50 quilos.

Se você é jovem e tem 16 ou 17 anos e também quer doar, é permitido, desde que você tenha a autorização dos seus pais ou responsáveis.

Quanto tempo vai demorar a doação?

A coleta de sangue depende muito de doador para doador. No entanto, a média não demora muito e chega a ser até bem rápida chegando em torno de 8 a 12 minutos.

Para doar sangue é feito uma triagem e é coletado algumas informações importantes em relação a condição de saúde do possível doador e um histórico de doenças que vieram a ser contraídas anteriormente.

Quais pessoas não podem doar?

A entrevista é feita devido às exigências do Ministério da Saúde definido por portaria que pessoas com doenças infecciosas e inflamatórias são proibidas de praticar o ato da doação.

A gripe ou aquelas doenças que atacam o intestino, por exemplo, impedem as pessoas de doar. Os impedimentos podem ser temporários ou definitivos.

Pessoa que usou crack ou cocaína por um período inferior à 12 meses tem um impedimento temporário, podendo voltar a doar após este período.

Uma pessoa que contraiu hepatite viral depois dos 11 anos de idade não pode doar e o seu impedimento é definitivo.

Quais tipos são compatíveis?

Uma grande dúvida que a maioria das pessoas possuem é: “Quem doa para quem?”.

Vamos então entender quem doa para quem e descubra se seu tipo é compatível para quem você vai doar. Veja abaixo:

Sangue Tipo A+ doa para A+ e AB+ e recebe de A+, A-, O+ e O-.

Sangue Tipo A- doa para A+, A-, AB+ e AB- e recebe A- e O-.

Sangue Tipo B+ doa para B+ e AB+ e recebe de B+, B-, O+ e O-.

Sangue Tipo B- doa para B+, B-, AB+ e AB- e recebe de B- e O-.

Sangue Tipo AB+ doa para AB+ e recebe de todos os tipos de sangue.

Sangue Tipo AB- doa para AB+ e AB- e recebe de A-,B-, AB- e O-.

Sangue Tipo O+ doa para A+, B+, AB+ e O+ e recebe de O+ e O-.

Sangue Tipo O- doa para todos os tipos de sangue e recebe apenas de O-.

O doador universal é a pessoa que possui o sangue O- e o receptor universal é a pessoa que tem o sangue tipo AB+.

Este artigo foi útil para você? Compartilhe nas redes sociais e marque quem você acha que deve saber um pouco sobre seu tipo de sangue.

Marcio Ferraz


Testes focam nos astrócitos e tentam manter sua funcionalidade.

A doença Alzheimer é considerada um doença incurável que ser agrava com o tempo. A doença apresenta demência, perda de funções cognitivas, causando perda da memória, orientação e atenção, tudo isso ocorre pela morte de células cerebrais. A referência do nome da doença está associada ao médico Alois Alzheimer, que foi primeiro médico a descrever a doença em 1906.

A novidade é que as pesquisas para o tratamento e talvez até a cura da doença estão evoluindo cada vez mais. É o que aponta uma descoberta feita pelos cientistas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Os procedimentos foram aplicados em animais e os testes consistiam em restabelecer a comunicação de sinais nervosos interrompidos e por consequência restaurar a memória. O objeto de estudo dos pesquisadores foi os astrócitos, que caracteriza uma célula do cérebro. Segundo os pesquisadores, a ausência dessas células dificulta que as mensagens químicas, que são as responsáveis pelas transmissões das mensagens, mande comando para o organismo.

Na pesquisa realizada pelos cientistas da UFRJ foi descoberto que o mal de Alzheimer ocorre quando os astrócitos são afetados. A falta deles causa queda da concentração. No teste feito com os animais foram recuperados os níveis dessa substância, com isso o cérebro dos animais recuperou funções perdidas em decorrência da doença. Quando esses astrócitos estão afetados, produzem uma menor concentração de uma substância chamada TGF-b1, sendo elas atacadas por oligômeros, esse são por consequência afetada por uma inflamação.

O Fator Transformador de Crescimento (Transforming Growth Factor Beta 1), também conhecido como TGF1, é um fator essencial para as sinapses que são responsáveis pela comunicação de sinais nervosos. No experimento feito pelos cientistas, eles injetaram doses de TGF1-b1, por consequência disso os animais recuperaram a memória e outras funções cerebrais.

A coordenadora de estudo, Flavia Alcântara Gomes, do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade Federal do Rio de Janeiro, destacou em entrevista para O Globo, que a princípio a descoberta não poderá significar a cura do mal de Alzheimer, porém, é um avanço da ciência para controlar a progressão da doença, é necessário muito estudo pela frente, estudos esse que necessitam de financiamento do Governo, o estudo foi possível devido aos fundos concedidos pela Faperj, o CNPq e a Capes, os avanços no estudo torna-se ameaçado devido aos cortes de verbas que tem ocorrido nos últimos tempos.

A descoberta realizada na UFRJ, pelos cientistas, ganhou destaque em uma das principais publicações científicas da área, a revista “Journal of Neuroscience”, trazendo méritos para o Brasil, pois o estudo é nacional.

Gisele Alves de Brito


Conheça aqui um pouco mais sobre o TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo).

O que é TOC?

Geralmente, ouvimos falar do Transtorno Obsessivo Compulsivo, o famoso TOC, quando associado a manias. Lavar as mãos constantemente, não conseguir manter a decoração desorganizada, entre outras coisas, são comumente atribuídas como sinais do transtorno. O ponto é que o diagnóstico do TOC vai muito além de uma simples mania. Existem vários casos realmente preocupantes, quadros caracterizados pelo transtorno: lavar as mãos até que elas se esfolem, cortar partes do corpo para equilibrá-lo ou não poder evitar reescrever todos os cadernos da época da escola, mesmo que isso signifique viver os dias em função disso.

Esses e outros muitos casos são diagnosticados como TOC. O que caracteriza o transtorno obsessivo compulsivo é justamente o fato de que das pessoas portadoras do transtorno sentirem-se obrigadas a realizarem compulsões, sejam atos mentais ou físicos. A satisfação dessas compulsões costumam aliviar o incômodo e a ansiedade causada pelos pensamentos desagradáveis que repetem-se sem cessar nas mentes dos portadores.

O que acontece na mente de quem possui esse transtorno é que o pensamento ruim vem, gerando um incômodo e fazendo com que o portador sinta a absoluta necessidade de realizar algum comportamento – eis aí a compulsão – para livrar-se dele. Isso torna-se um ritual, onde o portador não tem mais controle sobre as repetições.

Estima-se que 2% da população mundial seja portadora de TOC, sendo que a idade de pico se dá entre jovens adultos, com idades entre 18 e 20 anos, e também em crianças no período escolar. Um dos principais pontos para o tratamento é que a informação acerca da gravidade dessa situação seja veiculada. Pense numa criança que vive essa situação e não tem a consciência de que o seu próprio cérebro está escravizando-a. Saber que o comportamento caracteriza um transtorno é o primeiro passo para poder tratá-lo.

Ao observar um ritual mental para uma coisa x ou y, que se repete a fim de aliviar um pensamento intrusivo, é importante analisar com mais afinco a gravidade do caso. O conteúdo das obsessões pode ser muito variado, a consulta com um psiquiatra é imprescindível. Para ler mais sobre o assunto, clique neste link: https://goo.gl/C2LaFb.

Carolina B.


Remédio está sendo fabricado pela farmacêutica Eli Lilly e deve chegar ao Brasil entre 2018 e 2019.

Um novo medicamento que foi aprovado em tempo recorde passa trazer mais esperança a pacientes que sofrem com um tipo de tumor que ainda não tinha tratamento disponível. A droga pode ser administrada através de uma infusão intravenosa.

Sarcoma de Partes Moles

O Sarcoma de Partes Moles trata-se de um tipo de tumor considerado raro, mas que mesmo assim provoca, só nos Estados Unidos, por exemplo, algo em torno de 5 mil mortes por ano. Por enquanto no Brasil ainda faltam dados apurados sobre a incidência dele.

Conforme informação do oncologista Rodrigo Munhoz do Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo, até o momento não existiam drogas específicas para o combate ao tumor, mas a espera está bem perto de acabar.

Olaratumabe

A droga da farmacêutica Eli Lilly, que é chamada Olaratumabe, foi liberada recentemente pelas agências regulatórias tanto dos Estados Unidos quanto da Europa.

Os resultados prévios foram tão satisfatórios que o remédio ganhou o selo de terapia inovadora, além de ter o processo de aprovação adiantado, tendo em vista que foi constatado se tratar de um remédio que poderá beneficiar um número expressivo de pacientes acometidos do câncer de partes moles.

O Olaratumabe faz parte da classe das terapias chamadas “terapias alvo”, que utilizam-se de drogas que agem similarmente a um míssil teleguiado, ou seja, atacam com assertividade uma parte mais específica do câncer, interferindo em uma proteína chamada PDGFR- alfa, a qual é diretamente envolvida no crescimento do tumor.

Tratamento

A nova droga agora passará a fazer parte da primeira opção de tratamento, juntamente com a quimioterapia utilizada no sarcoma de partes moles com metástase. A chegada do remédio ao Brasil está prevista apenas para o ano de 2018 ou 2019, mas já pode ser comemorada, pois é um avanço necessário e eficaz.

A Experiência

A experiência feita antes da aprovação do remédio contou com a participação de 133 voluntários divididos em 2 grupos. O primeiro grupo fez um tratamento com a nova droga e quimioterapia, o segundo somente com quimioterapia. Os resultados indicaram uma sobrevida maior nos pacientes do primeiro grupo, que obtiveram uma média de sobrevida de 11,8 meses, o que não foi atingido pelos pacientes do segundo grupo.

Por Silvano Andriotti


Medida passa a valer a partir do dia 5 de junho de 2017.

A partir da próxima segunda-feira, dia 5 de maio de 2017, todas as pessoas que não se enquadravam no público-alvo da campanha de vacinação do vírus influenza, poderão se vacinar. A ampliação será para todas as faixas etárias e terá duração enquanto houver estoque das doses de vacina.

O motivo da medida se deu devido às mais de 10 milhões de doses que ficaram disponíveis este ano. Até o final do mês de maio, o Ministério da Saúde já havia ampliado o prazo da ação para a data final de 9 de junho, dada a baixa procura em todos os postos de saúde participantes, o que resultou no não cumprimento da meta estabelecida de vacinação.

O único Estado que fez a sua parte e vacinou 90% das pessoas foi o Amapá. Na sequência, ficaram: Paraná, com 84,9%; Santa Catarina, com 84,8%; Goiás, com 82,4%; Rio Grande do Sul, com 82%; e Pernambuco, com 81,3%.

Por outro lado, os estados com menor campanha foram: Roraima, com 60,8%; Pará, com 65,3%; Mato Grosso do Sul, com 67,8%; Mato Grosso, com 68,3%; Acre, com 68,9%; Bahia, com 70,9%; e Sergipe, com 71,5%.

Em regiões, os números ficaram divididos da seguinte forma: Sul, com 83,7% da população vacinada; Sudeste, com 76,6% da população vacinada; Centro-Oeste, com 75,5% da população vacinada; Nordeste, com 74,8% da população vacinada; e, por último, região Norte, com 72,9% da população vacinada.

Em todo o Brasil, até a última sexta-feira, dia 2 de junho, 41 milhões de brasileiros do público-alvo haviam se vacinado. Porém, a população que enquadrava a campanha havia contabilizado 54,2 milhões de pessoas. Sendo assim, foi imunizado um número muito inferior ao previsto, equivalente, em porcentagem, a 76,7% do público.

Conforme o ministro da Saúde, Ricardo Barros, a baixa procura se deu pelos poucos casos registrados por influenza, uma vez que o vírus ainda não teve grande circulação. Sendo assim, as pessoas procuraram menos os postos.

No total, foram oferecidas 60 milhões de doses de vacina. Uma vez que elas só possuem a validade de um ano, a tomada de decisão por abranger a vacinação para o restante da população foi feita para evitar o desperdício das mesmas.

Portanto, se você ainda não se vacinou, não perca tempo e se proteja para quando o inverno chegar. Em média, a vacina demora 15 dias para reagir e fazer efeito no organismo e, por esse motivo, é oferecida antecipadamente ao frio.

Kellen Kunz


Confira aqui o que é preciso para ser um doador de medula óssea.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o Brasil está na lista dos maiores doadores de medula óssea, são mais de três milhões de doadores inscritos. O país fica atrás apenas dos Estados Unidos, que atualmente possui sete milhões de doadores cadastrados.

Para dar continuidade no assunto, vamos entender o que é a medula óssea. Ela é um tecido que fica localizado no interior dos ossos, o formato dela é gelatinoso sendo a partir dela que ocorre a produção de células sanguíneas, portando, é um órgão hematopoiético. Sendo formada por células sanguíneas imaturas e células adiposas. Nesse tecido gelatinoso está o tutano, que é o responsável pela produção de componentes como as plaquetas, os glóbulos vermelhos e brancos.

Com a doação de medula óssea podemos salvar vidas, com no caso da leucemia, que é um tipo de câncer que faz com que o paciente perca o controle dos glóbulos brancos e por consequência as células normais ficam com pouca produção, havendo assim um desequilíbrio. Com essa baixa produção, o paciente fica vulnerável a infecções, anemias e hemorragias, por vezes levando o paciente a óbito. A grande chance de reverter o quadro é quando o paciente recebe a doação de medula óssea , sendo assim, separamos algumas informações caso você queira se tornar um doador e por consequência salvar vidas.

Requisitos para ser Doador de Medula Óssea:

  • Pode ser doador a pessoa entre 18 e 55 anos de idade, que possua boa saúde.
  • O procedimento é simples, por meio de punções, a medula é retirada do interior de ossos da bacia. O período para se recompor equivale em média 15 dias.
  • Outro procedimento que é feito é o preenchimento do formulário com dados pessoais, para isso é coletado 5 ml de sangue do doador, isso é necessário pois os testes iram determinar as características genéticas que mostraram se o doador é compatível. Após os resultados serão armazenados em um computador que irá realizar o cruzamento com os dados dos pacientes que necessitam do transplante.
  • O que parece ser simples se torna difícil pelo fato da chance de encontrar uma medula compatível ser apenas de 1%, de uma média de um a cem mil.
  • O Registro de Doares Voluntários de Medula Óssea é cuidadosamente organizado, para que quando um paciente necessitar de transplante e não for encontrado um parente que possa ser compatível, o cadastro poderá ser consultado.
  • Caso o resultado seja positivo, o doador é convidado a doar.

Para se tornar um doador voluntário de medula óssea é simples, basta comparecer em qualquer hemocentro de seu Estado. Para quem mora no Rio de Janeiro, podem contar com o Hemorio e o INCA, que faz a coleta de sangue e cadastramento de doadores voluntários. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8:00 h às 12:00, não precisa agendamento.

É importante que você doador de medula óssea mantenha sempre seus cadastros atualizados.

A doação é um gesto de solidariedade!

Gisele Alves de Brito


Confira aqui o que fazer para identificar e ajudar as pessoas as pessoas que participam do jogo.

Nos últimos anos, a taxa de suicídio entre os jovens de 10 a 14 anos aumentou cerca de 40%, e entre a faixa etária de 15 a 19 anos foi de 33%, de acordo com o Mapa da Violência 2014. Entretanto, apesar de os dados serem alarmantes, o tema ainda é visto como tabu por muitas famílias e inclusive nas escolas, em que a questão não é discutida seriamente.

Desta forma, os jovens podem passar despercebidos pelos amigos, familiares e colegas do cotidiano, e influenciados por jogos e desafios, podem ficar vulneráveis e cometer suicídio, como faz parte de uma das regras do jogo “Baleia Azul”.

Neste sentido, a internet pode ter influência decisiva, uma vez que pode servir de instrução destrutiva ou induzir à prática de algum crime por meio de regras, em que os participantes são obrigados a cumprir, antes de cometer o suicídio.

Mas, a internet também pode ser uma aliada para quem precisa de ajuda: o Centro de Valorização a Vida (CVV), que oferece auxílio por meio de chat, Skype, e-mail e também telefone. É fundamental que os pais prestem atenção no comportamento da criança e também busque estabelecer uma relação de confiança, apoio e diálogo, principalmente.

Desta maneira, é essencial ficar atento a comportamentos estranhos quando perceber que algo está muito diferente ou teve algum tipo de mudança, mesmo que seja sutil. É necessário saber respeitar o espaço e a privacidade, mas ao mesmo tempo, estar atento ao que acontece ao redor, sobretudo se a pessoa emitir alguns sinais de alerta como isolamento, irritabilidade excessiva, piora no rendimento da escola, consumo de álcool e drogas, entre outras mudanças de comportamento.

Ao notar qualquer mudança, não tenha medo de dialogar, ou seja, demonstre que a pessoa tem importância e que você quer entender o que está acontecendo. Além disso, seja franco, direto e insista, mesmo que o outro relute, se achar necessário busque uma ajuda especializada por meio de um psicólogo ou psiquiatra. Desta forma, ofereça ajuda e preocupe-se com todas as pessoas ao seu redor. Tenha o hábito de conversar, perguntar se está tudo bem e demonstre o quanto se importa.

Por Babi


Pesquisa revela que pessoas que ficam grisalhas cedo podem ter doenças cardíacas.

Com o passar dos anos é comum que homens e mulheres vão perdendo a cor natural dos cabelos. Essa situação para eles é um pouco mais fácil de lidar do que para as representantes do sexo feminino. Pois, os fios grisalhos são sinônimos de charme para eles. Mas, quando esse fato acontece antes do tempo normal pode ser indício de que alguma coisa errada está acontecendo com a saúde dos homens, é o que sugere um estudo científico realizado no Egito.

O estudo realizado na Universidade de Cairo afirma que a antecipação da chegada dos fios brancos pode ser um sinal de uma possível patologia cardíaca. Pois, os sinais biológicos que anunciam a perda da cor dos cabelos são muito semelhantes aos que indicam as doenças ligadas ao coração, como a aterosclerose, que pode ter resultados sérios como infartos e acidentes cerebrais. A aterosclerose se determina pelo excesso de gordura nas artérias, o que impede o sangue de levar o oxigênio pelo corpo humano, prejudicando assim de forma muito grave o corpo humano.

Nesta pesquisa cerca de 500 homens de idades diferentes e condições de vidas distintas foram avaliados. Eles foram separados em grupos de acordo com o tom capilar de cada um. Um dos resultados iniciais do estudo apontou que os representantes do sexo masculino que possuíam mais fios brancos e que também levavam uma vida mais sedentária, com uma alimentação errada e apresentavam níveis de estresse mais elevados, são os mais propensos a desenvolver a aterosclerose.

A pesquisa ainda não foi finalizada e estudos mais aprofundados em parcerias com outros especialistas precisam ser realizados, para que se possa ser comprovado cientificamente essa ligação. Entretanto, há algum tempo sabe-se que uma baixa qualidade de vida está diretamente ligada ao desenvolvimento de inúmeras doenças. O estresse hoje é fator determinante para que pessoas de qualquer idade e condição social possa desenvolver problemas sérios de saúde. Devido a isso, os órgãos de saúde cada vez mais realizam campanhas para que os seres humanos façam exercícios físicos e tenham uma alimentação balanceada. Pois esses são os princípios básicos para uma vida mais saudável e duradora.

Isabela Castro.


Confira aqui algumas dicas do que fazer para evitar alergias.

As mudanças ocasionadas por uma nova estação sempre trazem com elas alguns problemas. E no caso da chegada do outono, há sempre a probabilidade de que você conheça alguém que possua muitos problemas respiratórios durante essa época.

Se você faz parte do time de pessoas que sofre alguma alergia respiratória, saiba que você não está sozinho. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde, a OMS, pelo menos 35% dos brasileiros possui algum dos seguintes problemas: sinusite, bronquite, rinite e faringite.

Trazendo muitos espirros, tosse e outras dificuldades, as alergias são causadas, normalmente, pela existência de fungos, mofo, poeira e ácaros. Esses estão presentes em todos os lugares, mas principalmente na nossa própria casa.

Pensando nisso, existem alguns cuidados que nós podemos ter nos nossos lares a fim de evitá-los. São pequenas mudanças de hábitos que garantirão um ambiente mais saudável para todos. Vamos a eles.

1. Evite a utilização de vassouras e aspiradores de pó

O uso de aspiradores de pó e de vassouras acabam propagando a poeira, fazendo com que a sujeira somente se espalhe, não a eliminando completamente. Por isso, o ideal é que as pessoas utilizem somente um pano úmido para limpar a casa, evitando que isso aconteça.

2. Evite a exposição de objetos que acumulam poeira

A exposição de livros, bichos de pelúcia e outros objetos que acumulam grandes quantidades de sujeira e ácaros são extremamente prejudiciais a sua alergia. Isso porque eles se proliferam muito rapidamente, acumulando umidade e dificultando a limpeza. A melhor opção é guardá-los em armários para que não agravem o seu estado.

3. Utilize soro fisiológico para limpar as narinas

Como estamos expostos a constantes poluições e ao ar seco, as narinas acabam acumulando muitas sujeiras e impurezas, o que causa irritações que desencadeiam as alergias. Por isso, o soro fisiológico é uma excelente opção para manter as vias limpas. A sua utilização indicada é de duas vezes por dia, uma na parte da manhã e outra à noite.

Além dessas dicas importantes, existem muitas outras que podem e devem ser colocadas em prática para melhorar a nossa vida. São elas: mantenha a casa arejada, use cortinas de algodão ou persianas, evite o uso de tapetes no quarto, use água sanitária na hora de limpar a casa, lave seus cobertores e casacos antes de usá-los, não use produtos com cheiros fortes, evite o ar condicionado e muito mais.

Com essa mudança de hábitos, temos a certeza de que a sua vida irá melhorar em relação às suas alergias. E se você tem alguma dica infalível para acabar de vez com os problemas respiratórios, coloque nos comentários e ajude outras pessoas a vencer esse mal.

Kellen Kunz


O coletor menstrual é uma opção mais confortável, econômica e ecológica.

O coletor menstrual é uma ótima opção para substituir o absorvente durante o período menstrual, sendo uma opção mais confortável, econômica e até mesmo ecológica!

Fácil de usar, o coletor menstrual não deixa nenhum odor e pode ser trocado após 8h de uso sem nenhum problema.

Para colocar seu coletor menstrual deve-se introduzi-lo em forma de C na parte inferior da entrada da vagina, e rodá-lo para se certificar que está bem posicionado.

Veja mais detalhes em tópicos a seguir, de como colocar seu coletor menstrual de forma correta.

Como colocar o coletor menstrual:

· Sente-se no vaso com as pernas abertas;

· Dobre o coletor como demonstrado na embalagem do produto

· Introduza o coletor dobrado na entrada da vagina, a ponta do coletor deve ficar do lado de fora;

· Rode o coletor para se certificar de que ele está encaixado no canal vaginal.

Como retirar seu coletor menstrual:

A cada 8 ou 12 horas, deve -se retirar o coletor menstrual da seguinte forma:

· Sentar-se no vaso sanitário, de preferência fazer xixi, secar a vulva e abrir bem as pernas;

· Inserir o dedo indicador na entrada da vagina, entre o coletor e a parede vaginal, para facilitar sua retirada;

· Puxe a haste do coleto até que ele saia;

– Despeje o sangue de dentro do coletor no vaso, e lave seu coletor com água abundante e sabonete íntimo com pH neutro, secando com papel higiênico.

Como limpar o Coletor menstrual:

Antes de utilizar seu coletor menstrual no início e no final de seu ciclo deve-se esterilizar o produto, para que se garanta uma limpeza mais profunda.

Confira a seguir como fazer a esterilização de seu coletor menstrual:

· Separe uma panela de vidro, inox ou ágata esmaltada, nela deve-se colocar seu coletor menstrual e adicionar água até que se cubra totalmente o objeto.

· Ferva o coletor por 5 minutos e retire do fogo;

· Ao final desse processo de fervura deve-se retirar seu coletor menstrual da panela e o lavar com água e sabonete íntimo.

Como retirar manchas do coletor menstrual:

Com o tempo decorrente de uso é comum surgirem manchas ao redor do coletor menstrual, para prevenir que isso aconteça utilize uma colher de chá de bicarbonato de sódio diluído em água fervente, e colocar seu coletor durante 6 a 8 horas.

Coletores Menstruais: custo benefício e mais higiene

Os coletores menstruais são uma ótima alternativa aos absorventes internos e externos, suas vantagens incluem o fato de durar até 10 anos, proporcionar mais higiene e conforto e confortável, além de ser mais barato e amigo do meio ambiente! Que tal testar um coletor menstrual em seu próximo ciclo?

Por Miriã Marconi

Coletor menstrual


Queda de cabelo pode estar relacionada a intolerância à lactose.

Você há dias vem percebendo que seu cabelo está caindo com muita frequência? Quando você entra no banho, na hora do enxágue percebe que muito cabelo acaba saindo na sua mão? Ou então, quando você escova o cabelo você percebe que o cabelo acaba ficando mais na escova do que na sua cabeça? Brincadeiras a parte, toda essa queda de cabelo pode ser consequência de intolerância à lactose.

Claro que a queda de cabelo pode ser causa de muitas coisas, mas vale observar e levar essa questão a um especialista. Entretando, enquanto isso não acontece, leve em consideração a intolerância a lactose, que tem outros sintomas que podem ser observados facilmente, principalmente com a ingestão de produtos feitos com leite. A produção de gases e azia são alguns desses sintomas. Em conjunto com um couro cabelo oleoso e perda de cabelo, pode de fato apontar para essa intolerância.

Isso acontece, pois organismo não consegue absorver o açúcar presentes nos produtos lácteos, dessa forma gerando esses sintomas.

Ainda não existem comprovações científicas sobre o assunto, mas de qualquer forma, é muito importante levar o assunto a algum nutricionista para que ele possa encaminhar a bateria de exames e acompanhar o quadro de perto.

A intolerância à lactose precisa ser acompanhada por conta do nível que a pessoa pode apresentar. Essa intolerância geralmente já está determinada no nascimento do indivíduo e vem a se desenvolver mais para a idade adulta. Isso acontece por conta da quantidade baixa de enzimas que estão presentes no sistema imunológico do indivíduo, não conseguindo, portanto, ser suficiente para absorção do açúcar no leite.

A intolerância pode gerar questões mais graves, quando a quantidade de enzimas é extremamente baixa, principalmente sobre complicações gastro intestinais.

Não é preciso se desesperar se você for diagnosticado com intolerância à lactose. O tratamento é feito a partir de dietas, que serão preparados de acordo com o que o indivíduo precisa de vitaminas, fortalecendo o sistema imunológico e com alimentos com dose baixa de lactose ou com 0% lactose. No mercado, é possível encontrar muitos desses produtos, que permitem os indivíduos terem acesso a alimentos que já estavam acostumados, mas com uma nova fórmula.

Yamí de Araújo Couto


Saiba tudo sobre o remédio Fluconazol.

O Fluconazol é considerado um dos remédios que tem mais eficácia no combate aos fungos responsáveis pela famosa Candidíase Vaginal, que é algo que incomoda muitas mulheres que tem vida sexual ativa. O medicamento também é altamente eficaz no combate no tratamento de micoses diversas que podem atingir a glande peniana, além de outras mucosas como a boca, por exemplo.

Depois da ingestão oral do Fluconazol, o tempo para que o remédio comece a agir dentro do nosso corpo pode variar de 30 minutos até 6 horas, dependendo do estágio da infecção e do organismo em geral. Pode-se perceber um certo alívio dos sintomas, aproximadamente, 1 hora depois da ingestão.

O preço médio do Fluconazol pode variar muito, dependendo do estabelecimento comercial, mas geralmente fica em torno de R$ 10,89 até R$ 20,77, em média. Não é necessário receita médica para comprar o medicamento, mas sempre é válido lembrar que a auto medicação pode trazer riscos para a saúde e a posologia é a ingestão semanal de um comprimido de 150 mg durante 2 a 4 semanas, ininterruptamente. Dependendo do caso, o tratamento pode-se estender para até 6 semanas e lembrando que o parceiro (a) deve tomar também caso os dois tenham relações sexuais sem preservativo. O tratamento requer disciplina e o comprimido deve sempre ser tomado no mesmo horário, preferencialmente.

O Fluconazol pode ser adquirido pela internet através de diversos sites das maiores redes de farmácias do Brasil, tais como Drogaria Araújo, Ultrafarma, Pacheco, Clique Farma, entre várias outras.

Para quem faz uso de bebidas alcoólicas, o mais indicado é que enquanto estiver fazendo o tratamento com Fluconazol, deve-se evitar qualquer ingestão de álcool, de qualquer tipo, para que não corte o efeito do medicamento e como consequência, a eficácia do tratamento.

Como o medicamento é eliminado pela urina, alguns sintomas desagradáveis podem aparecer como febre ou calafrios, urina escura, falta de apetite e cansaço extremo. Consulte sempre o médico antes do tratamento com Fluconazol, pois a reação não costuma ser a mesma em todas as pessoas. Grávidas não devem fazer o uso do Fluconazol, em nenhuma hipótese.

Rodrigo Souza de Jesus


Saiba aqui todas as informações sobre a Síndrome de Down.

A trissomia 21, mais conhecida como Síndrome de Down, é uma condição cromossômica gerada por um cromossomo a mais no par 21, no momento da concepção.

As crianças e jovens que portam esta síndrome têm características físicas parecidas e estão propensos a algumas doenças. Ainda que evidenciem deficiências intelectuais e de aprendizado, são indivíduos com personalidade exclusiva, que criam boa comunicação e também são sensíveis e notáveis.

Os seres humanos detêm em suas células 46 cromossomos, que estão em 23 pares. Pessoas portadoras da síndrome de Down possuem 47 cromossomos, pois possuem três cópias do cromossomo 21, em vez de duas. Isso acontece na hora que a criança está sendo gerada. O que esta cópia extra de cromossomo causará no organismo vai variar segundo a extensão dessa cópia, da genética familiar do indivíduo, além de condições ambientais e outras possibilidades.

Causas

A Síndrome de Down é uma irregularidade genética que acontece na hora da concepção em 95% dos casos. Com o adiamento da idade materna, há uma maior possibilidade de gerar um bebê com variações cromossômicas como a Síndrome de Down, especialmente com idade superior aos 35 anos. Isso ocorre devido os folículos que concederão origem aos óvulos da mulher já nascerem com elas e células envelhecidas possuem maiores chances de disporem de erros no instante de seu processo de divisão, podendo causar, assim, a existência de um cromossomo a mais ou a menos nos óvulos.

Sintomas

Problemas de aprendizado e saúde podem acontecer, mas divergem de criança para criança. Todo portador da síndrome de Down é inigualável, os sinais e sintomas são capazes de ser de moderados a severos.

Portadores da Síndrome de Down possuem elevado risco de padecer com alguns problemas de saúde, como problemas respiratórios, otites recorrentes, problemas cardíacos congênitos, apneia do sono, refluxo esofágico e disfunções da tireoide, por serem predispostos ao sobrepeso.

A deficiência intelectual, dificuldades de adquirir conhecimento, geralmente é existente em graus distintos de criança para criança.

Tratamento

Vários pontos contribuem para um desenvolvimento adequado da criança portadora da síndrome, o que muitas vezes abrange a interferência de diversos profissionais. Desde seu nascimento o médico estará alerta aos problemas fisiológicos, principalmente os de classe cardiológica e respiratória. Algumas vezes é preciso a intercessão de um cirurgião cardíaco para corrigir problemas congênitos. Problemas na tireoide devem ser sempre monitorados e medicados quando necessário. Com relação ao fato de exibirem diminuição do tônus dos órgãos implicados com a fala, será preciso a intervenção de um profissional de fonoaudiologia para assegurar a qualidade na comunicação da criança.

Cariotipo

Pessoas com a Síndrome de Down possuem deficiências intelectuais e alguns atributos físicos específicos. Possuem olhos amendoados, devido às dobras nas pálpebras e geralmente são menores em tamanho. Os membros são mais pequenos, o tônus muscular é mais débil e a língua é protrusa, mais grande que o devido. As mãos tem uma única prega na palma, ao invés de duas.

Lucineia Fatima de Campos


Saiba tudo sobre temida síndrome do pânico.

Quase todas pessoas conhecem alguém que sofre da tão conhecida síndrome do pânico, que é um tipo de transtorno em que a pessoa sente um medo muito intenso e cria-se uma sensação de que algo ruim pode acontecer a qualquer momento.

A pessoa é tomada por uma crise inesperada de fobia extramamente forte, mesmo que não haja perigo nenhum a sua volta. O pior de tudo é que a pessoa que sofre de transtorno do pânico, pode ter o ataque de modo totalmente inesperado e várias vezes ao dia, dependendo do estágio da doença, o que pode dificultar os afazeres diários. O medo de ter um ataque a qualquer momento, priva a pessoa de ter uma vida social como os outros, além de causar transtornos aos seus familiares ou colegas de trabalho. O maior medo de quem sofre desse transtorno é ter um ataque cardíaco, perder o controle emocional ou até mesmo enlouquecer.

As causas desse transtorno ainda são desconhecidas, muito embora alguns médicos acreditem que é um conjunto de fatores que levam a pessoa a desenvolver a doença. Fatores genéticos, altos níveis de estresse, temperamento forte e reação a determinadas situações, podem ser as causas mais comuns da síndrome do pânico. Alguns estudos ainda estão em andamento sobre o verdadeiro motivo que leva a pessoa a ter uma crise de medo, mesmo que o ambiente em volta, não ofereça nenhum tipo de perigo.

A síndrome do pânico afeta mais mulheres do que homens no mundo todo e os sintomas em geral são: sensação estranha de algum perigo próximo, medo de que possa se descontrolar, dormência nas mãos e pés, suor excessivo, tremores, palpitações, calafrios, desconforto, náuseas, tonteira, depressão e sensação de que vai desmaiar a qualquer momento.

O tratamento é medicamentoso e o paciente não deve ter vergonha de contar tudo o que sente para o seu médico para que seja indicado o melhor remédio para a diminuição dos sintomas, o que fará que o paciente se sinta bem melhor e poderá, aos poucos, ter uma vida normal com seus familiares e amigos. Antes do diagnóstico, o médico ainda poderá pedir alguns exames para ter certeza de que o paciente sofre de síndrome do pânico.

Rodrigo Souza de Jesus


Aplicativo passou por testes é possui a mesma eficácia de outros métodos contraceptivos tradicionais.

É impressionante, mas a tecnologia a cada dia nos surpreende mais. E quando se pensa que já se viu de tudo, chega mais uma novidade. É isso mesmo, a grande novidade tecnológica do momento é a disponibilidade de um aplicativo de função contraceptiva. Duvida? Continue lendo este artigo e saiba tudo sobre o primeiro aplicativo do mundo para a contracepção.

Essa nova criação surgiu na Natural Cycles, que é uma empresa que pertence aos idealizadores do aplicativo, o casal Elina Berglund e Raoul Scherwizl.

A grande surpresa de todos não está somente no fato de um aplicativo com função de contraceptivo tenha sido desenvolvido, mas sim no fato de o aplicativo ser aprovado podendo ser usado por qualquer um.

Dessa forma, as mulheres e casais agora possuem mais essa opção na hora de prevenirem uma gravidez indesejada. Muitas mulheres na maioria das vezes não se dão bem com os medicamentos que possuem essa função, devido aos efeitos colaterais que podem ser diversos, ou até mesmo pode acorrer o esquecimento do uso do medicamento e o aplicativo estará sempre à disposição, quando estiver instalado no aparelho celular.

Se você ainda não sabe como esse aplicativo contraceptivo funciona e está curioso para saber, não há segredos, nem complicações. Aliás, a operação é muito simples pois o ciclo fértil da mulher pode ser calculado a partir de um algoritmo. Para isso só é necessário pela manhã, a mulher tirar a temperatura da região debaixo da língua e digitar no aplicativo. A partir daí a tecnologia usada no aplicativo aponta se há ou não fertilidade no dia em questão.

Nesse sentido, cabe a mulher ou ao casal, ao ter uma relação sexual, usar proteção para não engravidar ou não usar, para assim tentar engravidar, pois muitas mulheres que desejam ser mãe esperam o dia fértil para tentarem e nesse ponto o aplicativo também se mostra muito útil.

Dessa forma, esse aplicativo já é considerado de caráter medicinal do tipo IIb. A autorização aconteceu após vários testes clínicos que acabaram por comprovar a sua eficácia, o que o colocou no mesmo nível de outros métodos contraceptivos tradicionais.

É a tecnologia aplicada em tablets e celulares agindo na área da medicina e esse aplicativo foi apenas o primeiro.

Sirlene Montes


Anticoncepcional Sistema Essure é suspenso pela Anvisa por Risco Máximo.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu o contraceptivo permanente, Sistema Essure, de todo território brasileiro, nessa segunda-feira (20), após relatórios técnicos apontarem problemas graves à saúde da mulher, segundo o órgão. O produto distribuído pela Comercial Commed Produtos Hospitalares Ltda foi classificado pela Anvisa com risco máximo.

O contraceptivo pode provocar “alterações no sangramento menstrual, gravidez indesejada, dor crônica, perfuração e migração do dispositivo, alergia e sensibilidade ou reações do tipo imune”, segundo publicação do portal da Agência Sanitária. Por essas razões, recebeu o grau de classificação de risco máximo.

A fiscalização suspendeu a importação, distribuição e comercialização do anticoncepcional, tanto em seu uso como na divulgação do mesmo. Esta ação é regulamentada pela resolução RE nº 457, de 17 de fevereiro de 2017, segundo comunicado da Anvisa.

O sistema Essure é um tipo de esterilização da mulher, uma espécie de laqueadura sem cirurgia. Esse método foi liberado em 2009 no país e, na época, estava presente no mercado mundial há 10 anos.

Como funciona Essure

O contraceptivo é um mecanismo de titânio e níquel. Ele é introduzido no início da tromba uterina, através de um aparelho de histeroscópia. Essure é como se fosse uma mola de 4 cm de cumprimento e espessura de um fio de cabelo, conforme descrição do produto no site da fabricante. Para implantá-lo bastaria apenas uns 10 minutos, sem anestesia e procedimentos complexos. Após três meses, o dispositivo se expande no tubo uterino e bloqueia-os permanentemente e de modo irreversível.

Em 2015, os anticoncepcionais se tornaram notícias por causa de estudos e casos que relacionava o uso dos remédios com as tromboses venosas. Agora outro tipo de contraceptivo feminino causa risco à saúde da mulher. Na época, a Anvisa alertou a população brasileira para não usar anticoncepcionais sem a prescrição médica. Pois dessa forma, será possível avaliar individualmente cada caso e verificar os riscos eminentes relacionados a determinados hormônios contidos nesses medicamentos.

Distribuidora e fabricante

Comercial Commed Produtos Hospitalares Ltda é uma empresa com mais de 30 anos no mercado de distribuição de medicamentos e produtos hospitalares no Brasil. A fabricante do Essure é a farmacêutica alemã Bayer.

Daniella Dutra


Proibição de comercialização atinge apenas um lote do produto e ocorre devido a presença de pelo de roedor.

Mais uma vez a Anvisa precisou fazer uma proibição na distribuição de alimentos. Dessa vez foi de um extrato de tomates que continha pelos de ratos em um de seus lotes.

É isso mesmo, aconteceu de novo, a Agência Nacional de Vigilância acaba de proibir a distribuição e também a venda de um determinado lote do extrato de tomate cuja marca é Quero, que pertence ao grupo Heinz Brasil, que possui instalações no estado de Goiás.

A proibição aconteceu oficialmente nesta última segunda-feira, dia 20 de fevereiro, quando ocorreu o registro de uma resolução no Diário Oficial da União.

O motivo da criação dessa resolução que proíbe produção e venda do extrato de tomate Quero é o fato de após uma análise o laudo de conclusão apontou que havia no extrato uma matéria que oferecia a possibilidade de risco à saúde, sendo esta matéria estranha pelos de roedor que ultrapassam o limite de tolerância determinado pela agência.

A Anvisa deixa claro que ao que as análises indicam, apenas um lote do extrato Quero possui esse problema, sendo ele o de número L 11 07:35.

Nesse sentido, segundo a recomendação da Anvisa, a fabricante do produto deve recolher todo o lote já repassado ao mercado. Além disso, a revenda dos produtos que pertencem a esse lote também está proibida. A previsão da fabricante é de que até o mês de agosto deste ano, todo o lote do extrato já esteja fora do mercado.

Embora tenha ocorrido esse problema no extrato de tomate, a Heinz afirma que tem investido cada vez mais em tecnologia para que assim seus produtos tenham mais qualidade e que satisfaça seus consumidores.

Contudo, essa é a terceira vez que produtos da Heinz apresentam esse mesmo problema de presença de pelos de ratos em sua composição. O primeiro caso aconteceu no ano de 2013 e a segunda vez foi no ano passado.

Dessa forma, a Anvisa alerta aos consumidores do extrato de tomate do lote em questão que se possuírem em suas casas esses produtos , eles devem ser descartados, pois a ingestão desse produto pode acarretar riscos para a saúde, que podem ser diarreias e até casos mais graves.

Sirlene Montes


As novas regras visam dar maior praticidade e segurança para todos os consumidores que desejam adquirir um plano de saúde por meio de algum aplicativo de celular ou plataformas de internet em geral.

A Agência Nacional de Saúde (ANS) vai viabilizar a venda de planos de saúde pela internet com o intuito de oferecer um serviço seguro, fácil e rápido para quem deseja adquirir um plano de saúde.

A resolução foi publicada no Diário Oficial da União e as novas regras visam dar maior praticidade e segurança para todos os consumidores que desejam adquirir um plano de saúde por meio de algum aplicativo de celular ou plataformas de internet em geral.

Ainda de acordo com a resolução, fica facultativo a todas as operadoras oferecer esse tipo de modalidade de venda, mas que elas são inteiramente responsáveis pela segurança das informações pessoais dos usuários. A ANS informa que a venda presencial não será substituída pela venda online e o consumidor poderá escolher qual a melhor forma de negócio, além de todos os corretores estarem autorizados a vender de ambas as formas.

Durante a contratação de plano de saúde online, as operadoras deverão apresentar todas as informações como valores para cada faixa etária, área de atuação, rede de atendimento disponível, tipos de acomodação e coberturas nacionais de forma clara para os usuários, além de disponibilizar guias, manuais e o contrato de prestação de serviço para download gratuito.

Depois do preenchimento de todas as informações e enviar todos os documentos para a operadora, a mesma tem o prazo de 25 dias corridos para aprovar e concluir todo o processo de contratação. A operadora ainda poderá solicitar uma perícia na residência do usuário para checar a veracidade das informações prestadas bem como e existência de alguma doença ou lesão no momento da contratação do plano. Caso a pessoa interessada não compareça na data agendada, o pedido é automaticamente cancelado depois dos 25 dias corridos e caso a operadora não dê nenhuma resposta ao usuário se a contratação foi efetivada ou não, o plano entrará em vigor a partir do 26º dia útil independentemente de qualquer pagamento ou doença pré-existente.

Uma das maiores vantagens para o usuário, segundo a ANS é que a internet vai permitir ao usuário uma maior opção de pesquisas nas diversas operadoras de planos de saúde e caso o mesmo se arrependa da compra, terá 7 dias corridos para a rescisão do contrato.

Por Rodrigo Souza de Jesus

Plano de Saúde


Confira aqui as diferenças e algumas dicas de como tratar gripes e resfriados.

É claro que todos nós estamos expostos à gripes ou resfriados, contudo, ainda que isso aconteça e está fora do nosso controle, sabemos que é facilmente tratável e há inúmeras maneiras de se conseguir isso.

Todavia, se não se descobrir a precedência do desconforto, ou seja, caso seja gripe ou resfriado, o tratamentos possivelmente pode ser ineficaz.

Apesar dos sintomas serem bastante parecidos, há uma diferença muito e importante e decisiva para qual medicação tomar, algo que deve ser muito levado em conta.

Enquanto a gripe pode ser causada pelo vírus influenza que sofreu mutações, o resfriado é diferente, pois algumas de suas causas pode ser cerca de 200 vírus de diferentes tipos.

Dessa forma, há também diferença nos sintomas, pois a gripe sempre chega com febre, exaustão, corpo pesado, deixando a pessoa de cama e com os sintomas desenvolvendo-se de forma rápida. Por outro lado, o resfriado é diferente, pois apesar da pessoa acreditar estar “podre”, o resfriado passa ainda mais rápido que a gripe.

Algumas receitas para combater tais males começaram a serem usadas há séculos atrás mas ainda hoje são recorrentes para milhares de pessoas. Sendo assim, abaixo vão algumas dicas daquilo que é útil ou não para cada doença.

Para manter a energia, recomenda-se ingerir alimentos saudáveis, contudo, não se deve forçar quando não está com apetite.

Já quanto ao corpo,é necessário render aos seus limites sim, isto é, se estiver muito exausto, não tente extrapolar suas barreiras.

Não há comprovação científica de que chá e mel podem ajudar no combate de gripes e resfriados, todavia, o suor, as tosses e os espirros fazem com que a pessoa perca água. Dessa forma, o chá pode ser útil para hidratar.

Quanto a medicamentos, muitos se perguntam sobre a eficiência do Ibuprofeno e do Paracetamol e qual é o melhor. Contudo, pode-se fazer o uso dos dois, contanto que não haja exagero nas doses. Deve-se ressaltar que para ingerir o Ibuprofeno é bom que a pessoa tenha feito alguma refeição antes.

Todos conhecem o cheiro delicioso e instigantes do óleo de eucalipto e pomada mentolada. Embora eles dêem realmente um alívio, é temporário , mesmo assim pode esfrega-los ao peito e coloca-los próximos ao nariz.

Por fim, os Antibióticos, que parecem ser muito úteis, na realidade não servem no combate da gripe e dos resfriados que são originados por vírus. Na realidade, os Antibióticos combatem doenças bacterianas como a pneumonia.

Sirlene Montes


Veja aqui tudo o que você precisa saber sobre a doença do Refluxo Gastroesofágico.

A doença do refluxo gastroesofágico (azia crônica ou mais conhecida como refluxo) é uma enfermidade digestiva, nos quais os ácidos envolventes na parede estomacal retornam ao esôfago, abortando assim o caminho natural da digestão.

Quais são as causas da Doença do Refluxo Gastroesofágico?

Essa anormalidade acontece porque as fibras musculares responsáveis pelo impedimento do alimento voltar pra trás, para o esôfago, não fecha bem. Nesses casos, até mesmo o suco gástrico contido no estômago pode voltar para o esôfago. Alguns sintomas são a irritação causada na parede do esôfago.

Existem também fatores de risco que complicam e até mesmo ocasionam a doença tais como:

  • Esclerodermia;
  • Diabetes;
  • Tabagismo;
  • Alimentação (excessos em chocolate, bebidas alcoólicas, pimenta e frituras corroboram para o refluxo);
  • Esvaziamento tardio do estômago;
  • Obesidade;
  • Gravidez;
  • Ressecamento bucal;
  • Síndrome de Zollinger-Ellison (estômago produz mais ácido, além da normalidade).

Quais são os principais sintomas do refluxo gastroesofágico?

Os principais sintomas do refluxo gastroesofágico são os seguintes:

  • Náuseas após as refeições;
  • Tosse seca ou rouquidão;
  • Inchaço na região da garganta;
  • Dificuldade para ingerir alimento (seguido de sensação de que o alimento fica na garganta);
  • Dor no peito;
  • Azia crônica;
  • Regurgitação de suco gástrico;
  • Sensação da doença quando come ou quando fica deitado.

Qual o tratamento adequado para quem sofre de refluxo gastroesofágico?

Se você sentir alguns desses sinais, o seu primeiro passo deve ser procurar o médico clínico para um diagnóstico mais preciso, pois é este que tem experiência para dar esclarecimentos sobre a doença e o que fazer para resolver a enfermidade.

É preciso que o médico possa receber o maior número de informações sobre os sintomas que você tem. Deverá tirar todas as dúvidas sobre os seguintes pontos:

  • Haverá restrição em sua dieta normal?
  • Haverá cura para a doença?
  • É preciso fazer cirurgia para se livrar do refluxo?

Você deverá esclarecer ao médico também detalhes específicos sobre seus sintomas:

  • Eles são piores durante a noite?
  • Sente que as refeições ficam pesadas no estômago ou tendem a voltar pelo esôfago?
  • Qual a intensidade dos sintomas?

O tratamento deve ser feito através de antiácidos e outras drogas, que aliviam o refluxo. Outros medicamento diminuirá a produção do suco gástrico e ainda outros auxiliam na cicatrização do esôfago. Em alguns casos, haverá procedimentos cirúrgicos para acabar com o refluxo.

A prevenção do refluxo gastroesofágico é muito importante, tendo em vista que uma boa alimentação e a diminuição no nível de estresse dará uma vida mais significativa e livre dessa doença.

Cristiane Magalhaes


Confira aqui todas as informações que você precisa saber sobre o Somatrodol.

Muitas pessoasque buscam por corpos mais bonitos e musculosos procuram por novos métodos para isso. O Somatodrol é mais uma novidade no mercado fitness que promete ótimos resultados. Porém muitas pessoas possuem muitas dúvidas em relação ao uso Somatodrol e seus efeitos no organismo. Neste post vamos esclarecer algumas dúvidas que são muito frequentes sobre este suplemento.

1- O que é o Somatodrol?

O Somatodrol nada mais é que um suplemento vitamínico e mineral que foi desenvolvido para auxiliar no ganho de massa muscular, de forma mais rápida e extrema. Na sua composição são encontrados Vitaminas como Boro e B6, Ornitina, Arginina e Zinco. Dessa forma, ele não é considerado medicamento.

2- Que efeitos colaterais que o Somatodrol oferece?

Segundo os especialistas, O Somatodrol, diferentemente dos anabolizantes que nada mais são que esteróides, não oferece o risco de efeitos colaterais. Os efeitos não ocorrem porque ele é um multivitamínico comum, cujo papel é aumentar a produção de HGB e testosterona, estimulando de forma natural. O que pode acontecer, como com outros suplementos, é alguma reação alérgica, que se dá devido a alguns componentes de sua fórmula. Além disso, é recomendado que seu uso seja realizado na dose diária indicada, pois doses exageradas podem também desencadear alguma reação.

Por ele ser desenvolvido especialmente para levar ao ganho de massa muscular, o seu uso é totalmente seguro, pois não coloca a saúde dos usuários em risco algum. Tanto que até atletas profissionais têm permissão para utiliza-lo, pois este suplemento não possui nenhum tipo de hormônio, passando tranquilamente por exames anti-dopping.

3- O Somatodrol possui registro na Anvisa?

Não, ele não é registrado pela Anvisa. Mas isso ocorre porque somente medicamentos podem e devem ter esse registro. Suplementos vitamínicos, como são naturais, não necessitam desse registro, uma vez que não oferecem riscos à saúde. De acordo com uma resolução RDC 27/2010 da ANVISA, ele pode ser vendido livremente sem a apresentação de receita médica.

Corpos malhados e definidos são realmente muito bonitos, mas esse efeito deve ser buscado com muito treino e dietas equilibradas. Além disso, os suplementos são grandes aliados na busca do corpo perfeito. O Somatodrol se mostra como um desses, que não compromete a saúde de seus usuários.

Sirlene Montes


A partir de agosto, o Brasil começará a testar o remédio que visa prevenir a infecção pelo vírus HIV. A pesquisa será feita pelo Centro de Referência e Treinamento DST-Aids, pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e pela Fundação Oswaldo Cruz.

Os pesquisadores acompanharão 400 voluntários homens que se relacionam com travestis e com outros homens, durante um ano.

O medicamento a ser testado é o Truvada, esse medicamento é usado no Brasil durante o tratamento da doença, mas ainda não é adotado como um tratamento preventivo. Já nos Estados Unidos, o Truvada é usado tanto para prevenir quanto para tratar a doença.

De acordo com a infectologista Brenda Hoagland, o objetivo é testar o medicamento com voluntários que estão mais vulneráveis a adquirir a doença, assim, o estudo demonstrativo será feito e posteriormente o uso do comprimido como prevenção poderá ser autorizado no Brasil. Ela também esclareceu que o remédio não visa substituir o uso de preservativos, pois ele não tem ação sobre outras doenças sexualmente transmissíveis.

Uma pesquisa feita anteriormente mostrou que o Truvada é capaz de reduzir de 43% a 94% a chance de infecção pelo vírus, tudo depende da adesão da pessoa ao tratamento.

Por Jéssica Posenato


Segundo o Ministério da Saúde, a vacina contra o HPV será distribuída pelo SUS, para meninas com idade de 10 a 11 anos, no início das aulas no ano que vem. Essa vacina vai estar disponível de forma permanente em aproximadamente 5 mil unidades de saúde. Além disso, também serão realizadas campanhas de vacinação em escolas públicas e particulares.

Só em 2012, foram registrados 17,5 mil novos casos de HPV no Brasil, essa doença é uma das principais causas do câncer do colo do útero.

No país, 3.3 milhões de pessoas são consideradas como público-alvo e a meta é atingir 80% desse número. Em um primeiro momento, serão distribuídas 12 milhões de doses de vacinas para meninas. A previsão é que sejam gastos cerca de R$ 30 por unidade, totalizando R$ 452,5 milhões.

A vacina, produzida pela Merck e pelo Instituto Butantã, será administrada em três doses.

Essa vacina protege contra quatro subtipos de HPV: 18, 16, 11 e 6, sendo que o 16 e o 18 são os que apresentam maiores riscos de câncer.

Por Jéssica Posenato


Quando o assunto é a saúde e a segurança dos filhos, muitos pais ficam cheios de dúvidas. 

Confira abaixo 5 dicas do médico pediatra Abelardo Bastos Pinto Junior  sobre saúde infantil com a finalidade de orientar os pais: 

1 – O primeiro cuidado deve ser antes mesmo da criança nascer. Um bom pré-natal iniciado no início da gravidez leva a um parto saudável, além de ajudar a prevenir e descobrir doenças com antecedência; 

2 – Amamentação adequada: o leite materno deve ser o único alimento do bebê nos primeiros meses de vida. Somente a partir dos seis meses é que devem ser introduzidos na dieta as frutas e os legumes;

3 – Não esqueça de cuidar sempre da higiene. Estimule o hábito do seu filho lavar as mãos. Outra coisa importante é nunca deixar a criança em ambientes confinados, com presença de poeira, que podem ser agravados em casos de alergias e infecções respiratórias, principalmente durante o período de inverno;

4 – Nunca deixe de seguir o  calendário de imunização e acompanhar o cartão de vacinação da criança. Lembre-se que do 0 aos 3 anos, há a maior concentração de vacinas, que são fundamentais na prevenção de doenças; 

5 – A prática de esportes é fundamental para o crescimento saudável. Dessa forma, favorece o condicionamento físico e mental, além da criança relacionar-se melhor com o meio e alimentar-se melhor também. Na opinião do pediatra, os esportes aquáticos, de baixo impacto, são mais indicados e mais completos.

Por Thaís Cortez 


Para alcançar uma ótima qualidade de vida é preciso ter uma boa alimentação para evitar doenças como: hipertensão, AVC, infarto, obesidade, diabetes e até mesmo o câncer. É importante não ficar muito tempo sem comer e também é preciso se alimentar de pequenos lanches entre as grandes refeições. 

Precisa se sentir bem ao comer sem se tornar escravo de dietas e calorias, coloque no cardápio alimentos naturais evitando alimentos industrializados. Evite alimentos pesados e gordurosos, substituindo por alimentos mais leves e deve fazer a refeição em lugares tranquilos. 

Alimentos com farinha devem ser evitados, mas não é preciso deixar de comer de tudo, desde que tenha fibras, minerais, vitaminas e proteínas. É importante estabelecer metas para a semana, variando alimentos e combinando os nutrientes. Comer o que mais agrada sem medo e conhecer os alimento saudáveis é fundamental. 

Para estimular o paladar deve persistir nos alimentos saudáveis e seria interessante fazer um diário alimentar, escrevendo sobre os alimentos ingeridos como horas e quantidade também. 

É importante beber água, ao menos 2 litros por dia, equivalente a oito copos, como também comer de 3 a 5 porções de frutas por dia e evitar o açúcar refinado, também ingira alimentos antioxidantes também são fundamentais.

Por Mariana Rodrigues


Um novo tipo de teste apresentado durante o World Câncer Congress pode ajudar a prevenir a doença de forma mais eficaz que as metodologias atuais.

De propriedade da Panacea Global Inc. do Canadá, o novo teste poderá detectar até quatro tipos de câncer: pulmão, próstata, mama e cólon. Sendo que esse exame poderá ser utilizado pelos médicos, tanto na detecção de ocorrências, quanto no controle de reincidência de câncer nos pacientes.

Isso porque o sistema baseia-se no mapeamento da presença do aspartil beta-hidroxylase (HAAH) humano, substância que funciona como biomarcador, pois está presente em células cancerígenas.  O teste pode ser feito via exame de sangue e o nível de HAAH medido através de ensaio ELISA.

Por enquanto, o sistema está em fase de ensaios clínicos para confirmar sua eficácia e será implementado primeiramente no Canadá.

Porém, a partir do momento em que o teste for exportado para outros países poderá beneficiar milhares de pacientes, como no Brasil, em que o câncer de cólon de útero, juntamente com o câncer de mama, são os principais responsáveis pela alta taxa de mortalidade entre mulheres acima dos 40 anos de idade.

Fonte: Portal  Market Wire.

Rosielli Sá


Uma ação solidária do Ministério da Saúde em parceria com o Facebook pode ajudar a melhorar o número de doadores de órgãos no Brasil. É que o órgão do governo decidiu firmar uma parceria com a rede social para uma nova ferramenta online, em que os usuários poderão manifestar o desejo de ajudar pessoas que precisem do transplante. Mesmo assim, a doação deve ser autorizada pela família após a morte.

Alexandre Padilha, ministro da Saúde, informou ainda que a estratégia do governo visa incrementar o uso das redes sociais para conversar com a população brasileira sobre o tema. Atualmente, quase 180 milhões de pessoas em nosso país possuem acesso à internet e cerca de 40 milhões são usuários do Facebook.

O foco da campanha é o público jovem, que está sempre ligado no site. O ministro disse também que a parceria facilita que qualquer pessoa confirme o desejo em vida de ser um doador. Essa seria uma oportunidade de gerar certa polêmica e debater com públicos diversos a necessidade de ajudar alguém depois que morremos.

Alexandre Hohagen, vice-presidente do Facebook na América Latina, esclareceu como funciona a nova opção da rede. Para intencionar a doação, basta acessar seu perfil e clicar em "Atualizar Status", depois na opção "Evento Cotidiano" e por fim clicar em "Saúde e Bem-Estar". Na página, aparecerá a opção.

Por Tadeu Goulart


Na quinta-feira (dia 17 de maio), o Ministro da Saúde Alexandre Padilha apresentou os dados de um balanço feito pelo Ministério da Saúde sobre as taxas de morte devido à dengue.

Segundo o portal do Ministério, o Brasil conseguiu reduzir em 84% o número de mortes causadas por essa doença. O Balanço Dengue 2012 ainda apontou outros dados significativos, como a redução de 58% nos casos da doença e ainda uma redução de 91% nos casos graves de dengue.

No balanço que foi divulgado, pode-se verificar ainda que em 2011 (entre janeiro e abril) as duas cidades que mais registraram casos de morte pela doença foram o Rio de Janeiro e Fortaleza. Na comparação do mesmo período em 2012, houve uma redução significativa. No Rio, de 43 mortes registradas, o número caiu para apenas 15. Já em Fortaleza, de 23 mortes registradas, o número caiu para apenas 5.

Os bons índices apresentados são resultado de uma parceria entre Governo e Secretarias Estaduais, que investiram em ações visando ao monitoramento e o combate à dengue. Nesse conjunto de ações interventivas, podemos destacar que a ação de conscientização da população foi de suma importância para o processo de combate ao mosquito Aedes aegypti, onde a população também percebeu que pequenos hábitos e atitudes poderiam ajudar nessa campanha.

Na apresentação do balanço, também foram citadas as 10 principais ações desenvolvidas, que certamente contribuíram para a redução no número de casos da doença. Entre elas, podemos destacar a intensificação das campanhas na mídia, as parcerias com empresas privadas, a capacitação dos profissionais da área da Saúde, o repasse de verba visando aperfeiçoar a qualidade no atendimento e prevenção da doença, entre outras.

Para conferir mais informações, clique aqui.

Por Thiago José Fernandes


A Heartbeat International Foundation (HBI) anunciou que a parceria feita com a Biotronik foi tão bem sucedida que vai ultrapassar a meta global de conseguir salvar 1000 pacientes antes do ano de 2013.

Para Benedict S. Maniscalco (Chairman e CEO da HBI), o compromisso da parceira Biotronik, que assumiu o objetivo de salvar pessoas dando suporte à missão da Heartbeat International Foundation, criou uma grande meta para outras fabricantes de aparelhos cardíacos.

Ainda segundo o executivo, a meta proposta pela Biotronik será ultrapassada já neste ano e a HBI sente-se gratificada por contar com essa parceria na expansão do fornecimento de serviços cardiovasculares através da Global Cardiovascular Alliance.

A Heartbeat International Foundation (HBI) é uma instituição global sem fins lucrativos que trabalha para fornecer tratamentos cardiovasculares para combater a maior causa de mortes no mundo todo, os problemas cardiovasculares. Desde 1984, a HBI trabalha intensamente nessa missão, oferecendo implantes cardiovasculares gratuitos para qualquer paciente de baixa renda, independente de sexo, religião, idade, cultura ou identidade política.

A parceria firmada entre a Biotronik e a HBI começou em 2010, estabelecendo a meta de salvar 1000 vidas até o ano de 2013. Atualmente a fabricante já distribuiu 402 DCIs e 396 marcapassos para os pacientes de baixa renda, o que corresponde a cerca de 80% da meta assumida.

Fonte: Marketwire

Por Guilherme Marcon


O único estado do Brasil a ser considerado área livre de febre aftosa sem vacinação é Santa Catarina. Mas esse panorama pode mudar.

Com a finalidade de ampliar essa área no país, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) propôs um termo de compromisso, assinado na última terça-feira (27) pelos estados de Ceará, Alagoas, Pará, Pernambuco, Paraíba, Maranhão, Rio Grande do Norte e Piauí .

Com o acordo, os secretários de Estado da Agricultura se comprometeram a cumprir medidas estipuladas nos Planos de Ação, corrigindo os problemas apontados pelo Mapa, em auditorias realizadas no ano passado e no começo deste ano.

Além disso, os representantes concordaram em garantir o cumprimento das exigências para que o trabalho possa ser avançado.

Agora, a próxima etapa a ser realizada é a feitura de um inquérito soroepidemiológico nos seguintes Estados: Ceará, Alagoas, Pará, Pernambuco, Maranhão e Piauí.

A Paraíba e o Rio Grande do Norte ficaram de fora não atenderem as condições mínimas e, por isso, vão sofrer restrições para trafegar com os animais para outros estados.

No total, o convênio realizado tem investimentos superiores a R$100 milhões.

Com o reconhecimento de área livre de febre aftosa, a carne passa a ser mais valorizada no mercado internacional.

 

Fonte: Ministério da Agricultura


São várias as formas existentes e conhecidas de transmissão de doenças. A falta de higiene nas mãos é uma das mais comuns e pode ajudar no desenvolvimento de uma série de males.

Pensando nisso o Governo Federal criou há alguns anos o Programa Saúde na Escola (PSE), que visa fazer com que as crianças de escolas públicas de todo o país desenvolvam desde pequenas o hábito de lavar as mãos e mantê-las sempre limpas, evitando riscos.

Alexandre Padilha, ministro da saúde, visitou a escola estadual Duque de Caxias, na cidade de Teresina, capital do Piauí, para desenvolver ações do programa. Além de estudantes, o ministro também falou com pais, professores e funcionários sobre a importância desse simples ato de higiene e das várias doenças que ele pode evitar.

O PSE é uma parceria entre o Ministério da Saúde e Ministério da Educação e Cultura. O projeto já foi aderido por mais de 2 mil municípios brasileiros e estima-se que já tenha beneficiado mais de 200 mil estudantes em todo o país.

Confira no vídeo como lavar as mãos corretamente:

Por Mozart Artmann


A tuberculose é uma doença de natureza infectocontagiosa causada por um microorganismo conhecido popularmente como ”bacilo de Koch”. Pode ser diagnosticada, num primeiro momento, quando o indivíduo apresenta sintomas como tosse seca ou carregada, febre (com aparecimento de sudorese noturna), indisposição e rápido emagrecimento, sintomas estes que devem ser observados com atenção.

Seu contágio ocorre por vias aéreas, ou seja, quando um indivíduo infectado fala, tosse ou espirra, libera diversas gotículas no ar que podem conter o bacilo. O indivíduo saudável, quando inala essas gotículas, pode se infectar. Porém, uma pessoa infectada pelo bacilo não necessariamente saberá de sua existência, uma vez que a doença só irá se manifestar se a pessoa estiver com baixa imunidade, ou seja, quando seu organismo não for capaz de conter a multiplicação do microorganismo. Por decorrência disso, somente 10% dos infectados pelo bacilo irão desenvolver a doença, enquanto que os 90% restantes nem saberá de sua existência. Isto ocorre porque os sintomas aparecem nos indivíduos que não mantêm uma boa qualidade de vida, se alimentando de forma incorreta ou dormindo pouco, por exemplo.

A tuberculose é uma doença caracterizada pelo seu elevado grau de contágio, porém existe tratamento gratuito concedido pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e as chances de cura são elevadas, chegando a 95% quando o tratamento é feito da forma correta. Porém, para evitar as complicações do tratamento, que pode durar até 9 meses, é fundamental manter uma boa qualidade de vida, garantindo o equilíbrio da saúde e contribuindo para erradicação dos males que essa doença pode trazer.

Por Airton Felix Junior


Uma bebida tem feito sucesso nos últimos anos entre os jovens. Fornecedora de muita energia para o corpo humano, os energéticos viraram essenciais em festas.

Energéticos são bebidas extremamente calóricas e com alto índice de cafeína e glicose. Ideal para quem está à procura de algumas horas a mais de energia, o energético já é um marcante símbolo da geração atual.

Porém este tipo de bebida, ao ser consumida em excesso, pode trazer grandes males ao nosso organismo. Seu excesso de cafeína pode elevar o batimento cardíaco, levando a pressão arterial a índices insuportáveis. A ingestão elevada desta bebida pode gerar parada cardíaca, causando sérios danos cerebrais. Nunca ingira durante atividades físicas, afinal, nestas atividades, o nosso coração já está trabalhando em ritmo acelerado.

Outro fator de risco é a tradicional mistura de bebidas energéticas com álcool. Energéticos podem enganar o nosso corpo, nos fazendo pensar que estamos em condições normais, levando muitos a causarem sérios acidentes no trânsito.

Evite o consumo de energéticos, bebendo sempre moderadamente e quando for necessário.

Por Rodolpho Medeiros


A partir de certa idade, devemos começar a nos preocupar com a saúde de nossos ossos. A osteoporose é uma doença que atinge boa parte dos idosos e é causada pela perda da massa óssea do organismo, deixando os ossos finos, ocos e sensíveis.

Mais comum em mulheres do que em homens, a doença caracteriza-se pela perda de cálcio do organismo, deixando gradativamente os ossos frágeis e levando-os a fraturas espontâneas, sendo comuns as fraturas de vértebras, fêmur, quadril e punho. A osteoporose está ligada ao hormônio estrógeno, presente em grande escala nas mulheres, o qual mantém o equilíbrio da massa óssea. Mulheres na menopausa possuem uma queda natural do nível de estrógeno, que como consequência, acarreta em perda da manutenção do cálcio.    

Nossos ossos estão em constantes transformações durante nossa vida. Exercícios físicos, nossa genética, hábitos alimentares e nossa produção de hormônios, são fatores que regulam o crescimento ou desfalecimento de nossa ossada. A alimentação rica em cálcio é muito importante para a reestruturação dos ossos e formação da camada de fixação destes.

Seus sintomas são quase imperceptíveis. Geralmente o paciente já apresenta certas fraturas ósseas e após a realização de exames sanguíneos é diagnosticado a falta de íons cálcio no organismo. Fraturas não tratadas, juntamente com a falta do diagnóstico da doença, podem acarretar em severas deformidades ósseas.

Osteoporose pode ser tratada e evitada quando diagnosticada cedo, por isso é importante estar sempre em dia com os exames de rotina, prevenindo assim as lesões em nossos ossos, lembrando também que uma alimentação balanceada ajuda na recuperação de nossa camada óssea.  

Por Rodolpho Medeiros


Os principais problemas enfrentados pelos parentes e portadores do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) são a falta de conhecimento sobre a doença entre os profissionais e, consequentemente, o diagnóstico e sugestão de tratamento inadequados. A queixa tomou conta das discussões ocorridas durante o Fórum Científico Mitos e Verdades sobre o TDAH, realizado na última quarta-feira (11.05.2011), em São Paulo, no auditório da Shire – empresa farmacêutica líder mundial no tratamento da doença.

A professora adjunta do Departamento de Psiquiatria da Universidade Federal de São Paulo e associada do Child Study Center da Universidade de Yale (EUA), Maria Conceição do Rosário, disse que o portador do TDAH geralmente só recebe o diagnóstico correto depois de muitas idas e vindas aos consultórios de especialistas e de tratamentos inadequados. Isso ocorre, segundo ela, porque os profissionais têm pouco conhecimento sobre a doença.

O diagnóstico tardio, segundo ela, causa transtornos irreparáveis para os pacientes (na maioria, crianças e adolescentes) e para os pais. "A doença chega a comprometer o desenvolvimento do menor e ainda desestabiliza a harmonia familiar", afirma. "Um dos prejuízos mais dolorosos é a perda da auto-estima", completa a psicoterapeuta e presidente da Associação Brasileira do Déficit de Atenção (ABDA), Iane Kestelman.

O TDAH é um transtorno neurobiológico que surge na infância e acompanha o indivíduo por toda a vida. Ele se caracterizada por uma combinação de fatores: hiperatividade, impulsividade e desatenção. Os sintomas são a falta de concentração, incapacidade para memorizar, agitação, inquietude, dificuldades de obedecer a regras e limites. O perfil do doente: criança incontrolável, que corre e pula sem parar, geralmente é ansiosa, agitada, dispersa, não consegue se concentrar, principalmente nas atividades escolares, e costuma falar alto.

Segundo Maria Conceição do Rosário, a doença ocorre em cerca de 5% dos menores de zero a 14 anos e em 2,5% das pessoas na faixa etária compreendida entre os 15 e 64 anos. Nos meninos, predominam as características impulsivas e hiperativas. Já nas meninas o tipo mais comum é a desatenção crônica, falha de memória e esquecimento. Por ser mais explícito e perceptível, torna-se mais fácil o diagnóstico nos meninos.

A doença não tem cura, mas pode ser controlada com medicação. Mas a presidente da ABDA defende que o tratamento da doença deve ser "multimodal". "Além da medicação, que é essencial, deve-se agregar a terapia cognitivo comportamental, além de orientação aos pais, parentes e professores". "A intervenção psicofarmacológica deve vir acompanhada do envolvimento da família, da criança e da escola, com intervenções psicopedagógicas e psicoterápicas e reabilitação neuropsicológica", complementa Maria Conceição.

Por Alexandre de Souza Acioli


Os cuidados com a saúde da população deveriam ser um assunto de extrema importância e responsabilidade para todos. A faixa etária que mais necessita de atenção é a da terceira idade, já que a pirâmide do envelhecimento está se invertendo mais a cada ano.

Recentemente uma Resolução Normativa da ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar – foi criada para facilitar a vida da população, favorecendo principalmente os idosos que geralmente sofrem mais com as doenças e pagam mais caro pelos planos de saúde. Essa resolução pode ser consultada através do site www.ans.gov.br.

Um maior incentivo a programas ligados ao envelhecimento está sendo promovido com mais frequência pela ANS.

Entre os principais objetivos desses programas estão: estimular as operadoras de assistência de saúde a aderirem a tais programas; a viabilização de descontos nos convênios médicos que podem chegar a 30%; e também estimular os gestores das operadoras a criarem regras de adoção de bônus aos clientes idosos, às gestantes e aos portadores de diabetes, assim como programas específicos para essas e demais classes.

O intuito é cuidar de forma eficaz e justa da saúde da nossa população.

Por Milena Evelyn


São Paulo está no meio de uma epidemia de conjuntivite desde o Carnaval e, para se proteger, basta seguir algumas medidas simples. Por esta doença ser na maioria das vezes causada por vírus ou bactérias, evite locais com muitas pessoas e também contato com pessoas que estejam contaminadas. Esta inflamação da membrana que reveste o olho pode apresentar algumas alterações na córnea e nas pálpebras temporariamente.

Caso sinta ardência nos olhos ou esteja lacrimejando muito, com sensação de areia, vermelhidão ou inchaço, procure um oftalmologista, pronto socorro ou posto de saúde o quanto antes, já que todos os médicos estão habilitados para diagnosticar a doença.

Evite coçar os olhos, compartilhar objetos e usar água boricada ou chás caseiros. Se sentir a necessidade de umedecer os olhos, use água filtrada gelada ou soro fisiológico com gase ou algodão.

Nem todas as pessoas apresentarão todos os sintomas ao mesmo tempo, já que outras doenças também aparecem da mesma forma. Assim também não use colírios para não piorar a situação. Mantenha sempre as mãos e o rosto bem lavados para impedir a proliferação da infecção.

Por Danielle Vieira


Mais uma daquelas pesquisas científicas que vêm à tona para comprovar o que as pessoas intuitivamente (ou por experiências próprias) estão cansadas de saber. Melhor dizendo: estão cansadas e sem sono de tanto saber. É que um estudo realizado pela Unicamp constatou que 75,9% dos jovens estudantes paulistanos demonstram cansaço e indisposição tão logo amanhece o dia. Tal esmorecimento não é causado por aquela esticadinha na noite passada por conta do namorado ou da namorada. Os vilões das más noites de sono dos estudantes são dois fenômenos de peso nessas vidas: a carga opressora de estudos para o vestibular e a internet.

A pesquisa foi realizada com 529 jovens da rede pública e privada (inclusive dos cursinhos) de São Paulo, entre 16 a 19 anos. Desse total, além dos 75,9% indispostos, percebeu-se também que 45,9% apresentavam forte sonolência, capaz de até impedir o desenvolvimento de suas atividades estudantis (mau aprendizado). Esses jovens estão dormindo apenas de 5 a 7 horas por noite, o que é considerado pouco para garantir boa saúde.

Como tudo deve ser analisado com cautela, somente com esse estudo não podemos dizer que vestibular, televisão ou internet são os únicos responsáveis pela má qualidade do sono dos estudantes. Há de se considerar também fatores como o alcoolismo, a troca do sono noturno pelo cochilo à tarde, as baladas e os aparelhos tecnológicos como um todo, conforme analisam os pesquisadores do assunto.

Mais informações aqui.

Por Alberto Vicente


A enxaqueca é um tipo de cefaleia (dor de cabeça) que ataca milhares de pessoas. Alguns têm dores apenas  de um lado da cabeça e outros tem nos dois lados.

Há alguns alimentos e bebidas que podem ajudar a desencadear o problema como, por exemplo, frutas cítricas, bananas, linguiças, alimentos de coloração avermelhada (em conserva como a salsicha), frituras, chocolates, gorduras, chá, aspartame, café, vinhos, cerveja e chope.

Além disso, a doença pode ser causada também por mudanças nos hábitos alimentares (ficar mais de 5 horas sem comer) e por dormir demais ou menos que o normal; mudanças bruscas de temperatura (seja do ar ou ingerindo líquidos muito gelados) também pode ocorrer.

Mulheres em período pré-menstrual costumam sofrer de enxaqueca assim como pessoas com distúrbios hormonais e emocionais. Quando uma crise aparece é importante que o indivíduo procure tomar um pouco de ar, descanse, tome um remédio recomendado pelo médico, beba muita água, coma moderadamente e coloque gelo sobre as áreas doloridas.

Se o problema for persistente um tratamento médico deverá ser feito.

Por Karin Földes


O bruxismo (ou ranger os dentes) é um problema acompanhado pelo aperto da mandíbula. Muitas pessoas dormem mordendo os próprios dentes e acabam acordando com dores para abrir e fechar a boca. Esse é o transtorno mais comum de sono.

Mesmo quando uma pessoa está dormindo a atividade de mastigação pode estar ativa, já que é uma atividade subconsciente. O ranger de dentes pode causar problemas na arcada dentária e nos dentes, por isso deve ser detectado e tratado o quanto antes.

Quem possui bruxismo costuma sentir dor de cabeça de manhã, dor de ouvido, dor na mandíbula e em regiões próximas, zunido, vertigem, depressão, tensão, estresse, transtornos alimentares, sono ruim e sonolência diurna.

O tratamento pode ser feito por um médico ou por um ortodontista. Para curar a doença a pessoa precisa usar um aparelho específico na boca principalmente durante o sono.

Por Karin Földes


Muita gente nos dias atuais reclama de dores nas costas. É um mal comum que acontece por vários motivos, dentre eles, postura incorreta no trabalho ou em casa, falta de atividades físicas, má postura e execução errada de exercícios físicos.

Tudo isso pode não causar a dor nas costas no ato, mas certamente um dia por um pequeno descuido ou movimento ela irá aparecer de forma forte e muito dolorosa podendo até irradiar para as pernas.

Muitas pessoas hoje trabalham sentadas em posições quase que totalmente estáticas e isso prejudica demais a coluna vertebral. Mesmo para quem trabalha em pé é preciso se policiar para manter a coluna ereta, além também de não ficar muito tempo parado e sem se movimentar.

Para prevenir e evitar o problema é necessário fazer exercícios físicos regularmente com o apoio de um profissional especializado, dormir preferencialmente de lado ou de barriga para cima, usar colchões e travesseiros que não prejudiquem a coluna, fazer sempre alongamentos e manter a postura sempre ereta.

Por Karin Földes


Ficar com os olhos ardendo ou como se tivesse areia neles não é um bom sinal, pois significa que algo não vai bem. Cuidar deles é simples, mas pouca gente sabe que com pequenos cuidados pode-se evitar transtornos.

Um dos maiores problemas da modernidade são as horas em demasia passadas em frente ao computador, isso causa desidratação da córnea, o que gera a síndrome da disfunção lacrimal ou também conhecida como “olho seco”.

Quando isso acontece os maiores sintomas são irritação, lacrimejamento, vista embaçada e sensibilidade à luz e à claridade. Evitar todo esse desconforto é simples, basta fazer pausas ao trabalhar com o computador, evitar ar-condicionado sempre que possível, usar óculos escuros com proteção UVA, dormir bem e procurar hidratar os olhos com colírios lubrificantes.

Se pequenos cuidados como esse não forem tomados o problema pode se agravar e tornar uma lesão na córnea, por exemplo.

Por Karin Földes


O outono nem bem chegou e já há pessoas resfriadas e gripadas por conta da propagação dos vírus e bactérias causadores das enfermidades, através da tosse ou espirro. Segundo o Centro de Controle e Prevenção das Doenças, dos EUA, é o chamado processo de difusão das gotículas de germes.

O processo de contaminação, segundo o centro, se dá tocarmos um lugar contaminado e depois passarmos as mãos nos olhos, nariz ou boca.

De acordo com o Centro, medidas ajudam a evitar o alastramento dos germes. Confira algumas:

* Cubra a boca ou nariz ao espirrar ou tossir. Ao invés de usar a mão para isso, prefira um lenço.

* Lave as mãos sempre.  Se não puder lavá-las, a opção é higienizá-las com lenços de limpeza ou frasco de álcool gel para higienização das mãos.

Por Amanda Pieranti


A estação mais fria do ano está se aproximando e com ela chega um número grande de abstinência no trabalho por causa da gripe. O problema se agrava porque o brasileiro não dá a devida atenção a esse tipo de doença e acaba tendo complicações.

O que parece ser um resfriadinho qualquer é, na verdade, uma infecção causada por vírus e por isso transmitida através do ar por espirros ou tosse. Muita gente ainda confunde resfriado com gripe sendo que uma coisa não tem nada a ver com a outra.

O resfriado é apenas reação do corpo à uma exposição ao frio intenso, fazendo apenas com que o nariz escorra e traga desconforto. Quando os sintomas da doença aparecem o indivíduo tem 48 horas para tomar um antiviral e o sistema imunológico reagir, se esse prazo não for respeitado a eficácia de cura não será a mesma.

Usar antibióticos de nada adianta pois esse tipo de remédio é receitado contra bactérias e não contra vírus. As vacinas são boas aliadas e em caso de dúvidas um médico deve ser sempre consultado.

Por Karin Földes


Herpes é uma doença infecciosa, porém benigna, ou seja, não causa danos maiores ao organismo a não ser pequenas lesões na pele. A transmissão do vírus é feita de pessoa para pessoa, pode ocorrer de acontecer também de objeto para pessoa, mas nesse último caso é mais incomum.

O problema normalmente aparece na boca, principalmente nos lábios deixando-os inchados e depois os fazendo descamarem como numa ferida. Contudo pode-se tê-la em outras partes do corpo como no rosto ou nas nádegas, inclusive, nas partes genitais, o que se caracteriza por herpes genital.

O tipo mais comum costuma aparecer várias vezes, não há uma cura definitiva, é como se fosse uma gripe da pele. Evitar tomar de copos que outras pessoas usaram, tomar sol demais ou não proteger os lábios no frio são bons modos de se evitar o contágio. Além de possuir uma alimentação saudável que fortaleça as defesas do corpo.

Por Karin Földes


A toxoplasmose é uma doença adquira de protozoário chamado Toxoplasma Godii facilmente encontrado na natureza. Nos seres humanos a infecção é de 80 a 90% assintomática, ou seja, não causa sintoma o que a torna um tanto perigosa.

Muitas vezes as defesas imunológicas do corpo deixam o parasita inerte. Só se percebe quando o indivíduo fica imunologicamente vulnerável ou, por exemplo, uma anemia é detectada sem motivo algum. Na gravidez o risco é maior, pois, o protozoário pode fazer com que o feto se deforme.

O protozoário está presente principalmente nas fezes de gatos e, por isso, qualquer tipo de contato com elas como na areia de um parque ou de uma praia, por exemplo, pode transmitir a doença. Além disso, é necessário tomar um cuidado grande com carne mal passada e alimentos devem ser sempre bem lavados.

É comum aparecerem ínguas em pessoas contaminadas pelo protozoário; porém o que realmente detecta a existência dele no corpo é um exame de sangue específico.

Por Karin Földes


Como forma de conscientizar seus usuários para os riscos da Dengue, que em Pernambuco já fez uma vítima fatal, a Santa Clara Planos de Saúde, uma empresa do Sistema Hapvida, promoveu na manhã do dia 25 de março, uma campanha de prevenção.

A ação, que contou com um arte-educador caracterizado do mosquito Aedes Aegypti e distribuição de panfletos com dicas de como se proteger e identificar a doença, foi realizada nas unidades da Santa Clara instaladas no Paissandu – Central de Atendimento, Centro de Fisioterapia, Beira Rio I, Beira Rio II, Hospital Capibaribe e Central de Laboratório.

Coordenada pelo departamento de Marketing da Santa Clara, a campanha tem como estratégia, alertar a população sobre os riscos da Dengue, que vem se alastrando por todo o país, em especial no Nordeste onde, inclusive, já foram detectados casos de pessoas com o vírus 4.

No material educativo, a operadora destacou os principais sintomas da doença, como febre alta e persistente; dor de cabeça; dor atrás dos olhos; perda do apetite; vômitos e tonturas; dores musculares e nas juntas; além de moleza e manchas vermelhas pelo corpo.

O panfleto apresentou, ainda, as estratégias que as pessoas devem adotar no dia a dia para evitar a multiplicação do mosquito Aedes Aegypti, tais como:

–  Encher de areia, até a borda, os vasos de plantas;

–  Lavar, semanalmente, com escova e sabão, as áreas internas dos tanques utilizados para armazenar água;

–  Jogar fora objetos sem uso (latas, pneus etc.) que possam acumular água;

–  Manter a caixa d´água sempre fechada, com tampa adequada; e

–  Guardar garrafas sempre de cabeça para baixo.

Com essas dicas simples, a direção da Santa Clara pretende contribuir para o combate da proliferação da Dengue em Pernambuco. Vale destacar que as ações de medicina preventiva da operadora continuam ao longo do ano. Temas como hipertensão, diabetes, saúde bucal, entre outros males que persistem no Brasil de 2011, devem ser trabalhados.

Por Alexandre de Souza Acioli


Indisposição, fraqueza, falta de apetite, sono excessivo e cansaço podem ser sintomas de anemia. Um problema que ocorre no sangue quando os níveis de hemoglobina estão baixos. Para entender melhor, a hemoglobina é o conhecido glóbulo vermelho, quem transporta o oxigênio no sangue.

A doença, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMG), chega a atingir 30% da população mundial, sendo 50% de crianças menores de dois anos. Um indivíduo que ingere porções muito pequenas de ferro diariamente tende a ter essa doença. Muitas vezes ela aparece em decorrência de outro problema de saúde.

Mulheres adultas correm o risco de ter a doença depois de uma menstruação muito forte, devido à perda grande de sangue. Uma alimentação balanceada é sempre o que mantém o corpo saudável e nesse caso não é diferente.

Se uma pessoa sente alguns dos sintomas citados acima precisa procurar um médico para que um exame de sangue seja feito, pois a anemia pode levar à leucemia.

Por Karin Földes


Muitas mulheres no mundo sofrem ou já sofreram com o mioma, conhecido também como fibroma. O mioma é considerado um tumor uterino, e além de muito comum é benigno.

Os sintomas mais comuns são as dores na região abdominal, dor nas pernas, prisão de ventre, irregularidades no fluxo menstrual, aumento de cólicas e inchaço do abdome.

Em muitos casos é necessária a intervenção cirúrgica, mas apenas após exames e diagnóstico. Vale ressaltar que nem todos os casos são necessários a retirada do útero, apenas o mioma é retirado da paciente. Atualmente existem tratamentos a base de medicamentos que induzem a menopausa para que a produção de hormônio também diminua de forma que o mioma reduza seu tamanho. Em média esse tratamento dura cerca de seis meses.

Ao sentir qualquer alteração a mulher deve procurar imediatamente o médico, se o mioma não for tratado corretamente, pode causar a infertilidade. Cuide-se.

Por Milena Evelyn


Se o seu (sua) companheiro (a) reclama que você ronca demais enquanto dorme, tome cuidado! O ronco não é um problema apenas para quem convive com a pessoa que ronca, mas para o próprio “roncador”. Ele pode sofrer consequências leves como sonolência durante o dia ou dificuldade de se concentrar em suas tarefas a até mais graves como problemas cardíacos, como hipertensão, derrame, infarto e até morte súbita.

O ronco provém da flacidez dos tecidos da garganta, que obstrui a passagem do ar. Geralmente, durante a madrugada, acontece a apnéia obstrutiva do sono, que é quando a pessoa para de respirar porque o ar não consegue passar pela faringe. A pessoa até acorda, mas dorme novamente, sem perceber o que aconteceu.

Para curar a apnéia, é recomendado o uso do Dispositivo Anti-Ronco, composto por duas placas de acrílico colocadas uma na parte de cima e outra na parte de baixo da boca. Assim, ele faz com que a mandíbula fique posicionada de modo a deixar a faringe aberta, liberando o ar. Enquanto apenas 40% dos pacientes que sofriam do problema e passaram por cirurgias foram curados, 87% dos problemas foram resolvidos com o uso do dispositivo. 

Por Flávia Yoshitani


É muito comum que um quadro de gripe que se prolonga por muitos dias se transforme em problemas pulmonares mais graves.

A tuberculose pulmonar é causada pelo Bacilo de Koch e geralmente atinge aquelas pessoas que estão debilitadas com deficiência no sistema de defesa.

Pessoas que tem alimentação irregular, vida desregrada, ingerem frequentemente bebidas alcoólicas e os portadores de HIV formam um grupo mais vulnerável a contrair a doença. Lembrando que pessoas com tuberculose devem evitar o contato direito com as demais, pois ela é contagiosa.

Para evitar que quadros simples de problemas respiratórios se agravem procure incluir proteínas, verduras, legumes, frutas ricas em vitamina C, beba sempre muita água, evite bebidas geladas, procure praticar atividade física, sempre que possível em locais ao ar livre e evite locais fechados com aglomeração de pessoas.

Qualquer alteração ou se a gripe persistir procure imediatamente um médico. Cuide-se.

Por Milena Evelyn


Sentir certos tipos e dores para muitas pessoas é comum, mas poucas prestam atenção na frequência e intensidade que elas aparecem em nossa vida. Muitas podem até mesmo ser consideradas crônicas sem a pessoa se dar conta.

Um bom exemplo são as dores nas pernas, câimbras, sensação de cansaço constante e até mesmo inchaço quando se permanece muito tempo em pé ou sentado. Geralmente atribui-se esse quadro a um cansaço ou esforço por determinado período, mas na verdade isso pode ser um sinal de problemas de varizes.

Em casos de alterações, ou se as dores e o incômodo persistirem por mais de dois dias um médico especialista deve ser procurado.

Quando o problema não é identificado e nem tratado corretamente pode se agravar causando problemas mais graves como inflamações, úlceras ou trombose.

Fique sempre atento, não descuide da sua saúde.

Por Milena Evelyn


Engana-se quem acredita que o HPV (Papilomavirus Humano) é uma doença que atinge apenas as mulheres. Uma pesquisa recente mostrou que o HPV possui incidência de 50% nos homens saudáveis. No caso das mulheres, seus índices estão de 15% a 20%. Por isso, a classe médica analisa a possibilidade de indicar a vacina contra o HPV também para os homens.

Atualmente a vacina contra o HPV é indicada para mulheres com bom estado de saúde com idades entre nove e 26 anos. O Papilomavirus Humano costuma viver nas células que revestem a área genital, região anal, garganta e cavidade oral. Existem mais de 100 subtipos de HPV, sendo que cerca de 40 deles são sexualmente transmissíveis e são agentes que propiciam o surgimento do câncer no colo do útero.

Essa doença costuma aparecer de uma forma discreta e é enfrentada pelo próprio sistema imunológico. Um dos principais sintomas é o surgimento de lesões como verrugas. Para diagnosticar a doença é feito um exame clínico. No caso dos homens, é feito um procedimento chamado de peniscopia, em que é aplicado um reagente para identificar se o vírus está presente.

Não existem medicamentos para a cura do HPV, mas sim a cauterização das lesões formadas. Uma das principais recomendações dos médicos para evitar o contágio do HPV é o uso da camisinha durante as relações sexuais e diminuir o número de parceiros.

Por Selma Isis

Fonte: Dr. Rogério Vitiver, médico urologista


Muitas pessoas sofrem de problemas como esofagites, gastrites e úlceras, mas não sabem que essas doenças podem ser facilmente agravadas devido a ingestão de determinados alimentos.
Inicialmente as pessoas com esses problemas devem procurar um médico para que ele sugira uma dieta balanceada de acordo com o paciente. Mas todos podem evitar a ingestão de alguns alimentos e contribuir para a melhora do organismo.

O consumo de bebidas alcoólicas geralmente irrita o aparelho digestivo e acentua os sintomas da gastrite, frutas ácidas, vinagre, pimenta e condimentos aumentam a azia.

Já o consumo de café, chá preto, demais tipos de chás, leite e chocolates devem ser feitos de forma controlada, pequenas doses são aceitáveis sem problemas.

Em geral todas as pessoas que sofrem com esse problema devem evitar também deitar logo após as refeições, pois facilita o chamado refluxo aumentando a sensação de azia e mal estar.

Procure alimentar-se corretamente e não deixe de consultar um médico.

Por Milena Evelyn


Caminhar é uma das práticas mais recomendadas por profissionais da Saúde. Em qualquer idade, destinar alguns minutos do dia para andar pela cidade, em calçadas ou parques, por exemplo, pode contribuir para uma melhor circulação do sangue pelo corpo, além de ser uma atividade benéfica para vários órgãos.

Para caminhar é necessário tênis ou sapatos ideais. Pisar de forma incorreta pode levar a pessoa a sentir dores na região lombar, nas pernas, na coluna vertebral e até nos joelhos. Segundo Agnaldo de Oliveira Júnior, ortopedista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, crianças de até dois anos apresentam problemas como o pé plano flácido, oriundo da flacidez nos ligamentos. Em sua visão, nove em dez casos são resolvidos com o natural crescimento do indivíduo.

Considerado o principal meio de sustentação de homens e mulheres, adultos e crianças, os pés podem apresentar formações inadequadas, alterando a maneira da pessoa pisar no chão. Outras recorrências como artrite reumatóide, diabetes e fraturas, por exemplo, também podem acarretar deformação nos pés.

Uma maneira de resolver problemas relacionados é por meio do uso de sapatos e palmilhas ortopédicos, pois são desenvolvidos especialmente para quem passa por situações de menor gravidade. Em contrapartida, intervenções cirúrgicas são realizadas em casos de maior necessidade.

Para averiguar se há algum entrave no ato de pisar, existem avaliações específicas como a funcional e a postural, bem como o teste da pisada, também conhecido por baropodometria.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Assessoria de Imprensa


O índice de mulheres com câncer de mama aumenta a cada ano. E isso se deve graças aos hábitos adquiridos durante os anos, tanto sociocultural quanto biologicamente. Se há histórico na família, os cuidados devem ser redobrados, pois há 60% de chance de herdar os genes dos parentes. Mas há como prevenir essa doença.

A vitamina D, presente principalmente em castanhas e em peixes, produz o calcitrol, que é ativado quando exposto ao sol. Ele inibe a presença de células deformadas. Portanto, ingerir esses alimentos e sair ao sol por 15 minutos ao dia, reduz a probabilidade de se adquirir o mal.

A gordura é responsável pelo aparecimento do câncer mamário, já que ela deixa as glândulas descontroladas, causando o câncer. Então, o melhor a se fazer é controlar o peso, aliando boa alimentação a exercícios físicos.

Por fim, os hormônios estrogênio e progesterona também são grandes vilões. Com o planejamento familiar, a mulher opta por ter menos filhos e mais tarde. Portanto, ao tomar o anticoncepcional, ela menstrua mais, o que faz com que esses hormônios fiquem acumulados, causando o câncer. Há hábitos que podem ser modificados, nem que seja devagar, mas a saúde deve ser prioridade em nossas vidas.

Fonte: Revista Saúde é Vital

Por Flávia Yoshitani


A presidenta da República, Dilma Roussef, participará do lançamento do Programa de Prevenção ao Câncer de Mama e de Colo de Útero, na cidade de Manaus-AM, no dia 22/03.

Através do Programa, serão atendidas mulheres na faixa dos 25 e 69 anos, por meio da implantação de 20 centros especializados no tratamento e diagnóstico da doença.

O programa deve custar ao governo cerca de R$ 4,5 bilhões.

Segundo o governo, os hospitais do país ampliarão o atendimento no que se relacione ao tratamento do câncer, através da disponibilização de serviços de base como radioterapia, biópsia e de quimioterapia.

Além dessas frentes de prevenção e combate, Dilma Roussef assegurou que os laboratórios brasileiros deverão ser orientados para atuar conforme os padrões internacionais de controle e prevenção ao câncer, a fim de que se garanta um diagnóstico e um tratamento ao doente com a máxima eficiência.

Sobre a questão das más condições de muitos mamógrafos em todo o Brasil, Dilma afirmou que o Ministério da Saúde tem se empenhado em fazer uma vistoria nesses equipamentos, para garantir o seu pleno funcionamento, já que se trata de um recurso essencial no diagnóstico de câncer de mama em mulheres entre 40 a 69 anos.

Por Alberto Vicente


Transtorno depressivo é um dos nomes dados a popular depressão, uma doença psiquiátrica que vem crescendo muito nos últimos anos com o estresse da vida moderna. A maior característica da doença é o estado do humor que é afetado e que deixa o indivíduo com uma tristeza anormal.

Mulheres costumam sofrer mais de depressão do que os homens. Crianças e idosos que possuem o problema são um caso a parte e a ser investigado. As causas da doença são variadas, mas somam-se fatores genéticos e neuroquímicos (neurotransmissores cerebrais), fatores ambientais, sociais e psicológicos como por exemplo, acontecimentos vitais (separações, mortes, etc), estresse e estilo de vida.

Para diagnosticá-la nota-se que a pessoa fica com uma tristeza profunda por dias e não conhece o motivo. Se ela muda sua rotina de trabalho, de higiene e alimentação, normalmente a pessoa doente não tem vontade fazer para nada.

Como qualquer outra doença ela precisa ser tratada com remédios que são prescritos por um psiquiatra. Em alguns casos a pessoa ainda precisa fazer algum tipo de terapia seja com um psiquiatra ou um psicólogo.

Por Karin Földes


Para relaxar o nosso stress diário, aqui vão algumas dicas de saúde e bem-estar.

Uma das técnicas de relaxamento das tensões é o sorriso interior, procurando pensar em algo que te faz feliz e curtir a sensação, deixando o corpo ser tomado por um calor benéfico.

Para os iniciantes, a meditação caminhando é uma boa indicação, já que se pode fazer um exercício em movimento. Para fazê-la, procure sincronizar a respiração com os passos da sua caminhada e prestar atenção em cada um deles. Sacudir os braços e as pernas também é um bom exercício para aliviar tensões, e pode ser feito em qualquer lugar.

Outra dica é deixar os braços estendidos ao longo do corpo, imaginando que se está segurando algo pesado, que está puxando para baixo os seus ombros. Mantenha esta posição por alguns segundos e depois relaxe, sentindo soltar os pesos. Repita o movimento por cinco vezes. Isto ajuda a aliviar a tensão dos ombros e pescoço.

Por Elizabeth Preático


As tensões do dia a dia causam desconforto, deixando a respiração irregular e os músculos do corpo tensionados. Por isto, é importante que aprendamos algumas técnicas de relaxamento.

Uma delas é deitar-se de costas com os braços ao longo do corpo, deixando-se inspirar lentamente, sentindo encher os pulmões de ar e prendendo a respiração por um instante. Após isso, vá soltando o ar expirando lentamente pelo nariz, e deixando os pulmões de esvaziarem por completo.

Na próxima inspiração o tempo pode ser menor, cerca de dois a três segundos, sendo que a expiração deverá ser feita devagar, de forma gradual, até que chegue a um tempo de sete a oito segundos. Prenda a respiração se necessário até o final da contagem.

Caso se sinta desconfortável respeite o seu limite, fazendo a respiração no tempo que conseguir, até que aos poucos alcance o descrito no exercício.

A respiração adequada é importantíssima para o nosso equilíbrio, saúde e qualidade de vida.

Por Elizabeth Preático


Uma das principais reclamações das mulheres aos médicos ginecologistas são as cólicas menstruais. Mais da metade delas em idade fértil reclama desse problema e de 10 a 15% tem dores tão fortes que chegam a interferir na vida cotidiana, ocasionando até faltas ao trabalho ou à escola.

Os médicos classificam as cólicas (dismenorréia) como primárias e secundárias. As primárias são aquelas ocorrem por causa da TPM e da menstruação e as secundárias são aquelas que ocorrem por alguma doença que a mulher possa ter.

A menstruação acontece quando há uma limpeza da camada interna do útero que, durante o ciclo menstrual foi preparado para uma possível gravidez. Para que não haja uma perda muito grande de sangue o corpo faz com que o útero se contraia. Essa contração é feita por uma substância chamada prostaglandinas que também causa a dor.

Assim, para que não haja dor é preciso tomar um medicamento que bloqueie a produção dessa substância que são remédios para cólicas. Além dsso outros sintomas são normais nesse período como cansaço, nervosismo, náuseas, diarréia, vômitos, dores nas costas e até desmaios.

Por Karin Földes


Boa saúde é um dos maiores bens, se não o maior, de toda e qualquer pessoa. Oferecer acesso ao sistema básico de saúde é um dever do Estado, bem como direito do cidadão. Entre 25 de abril e 13 de maio ocorrerá a 13ª Campanha Nacional de Vacinação, com atendimento a idosos e indígenas.

A novidade para a nova edição é a inclusão de crianças entre seis meses e dois anos, profissionais da área da saúde e gestantes, na nova campanha. De acordo com informações divulgadas pelo Ministério da Saúde, a vacina resguarda os cidadãos contra os três principais vírus que rodeiam o hemisfério Sul, tais como o Influenza A, conhecido por H1N1 e erroneamente lembrado como “gripe suína”.

Aproximadamente 65 mil postos de saúde de todo o Brasil estarão aptos para aplicar a vacina. Em 30 de abril, acontecerá o Dia de Mobilização Nacional, que tem por objetivo incentivar os brasileiros a comparecerem a uma das unidades de atendimento.

Pessoas com alergia à proteína do ovo não podem tomar a vacina e cidadãos com dificuldade na produção de anticorpos precisam consultar seu médico. O Ministério da Saúde revela que para atender à demanda, cerca de 33 milhões de doses foram adquiridas entre vacina, agulhas e seringas, a um valor de R$ 229 milhões.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Ministério da Saúde


Além de trazer benefícios para o corpo, os exercícios físicos fazem bem também para a mente e são uma excelente arma contra o estresse. Apesar disso, uma pesquisa publicada no British Journal of Psychiatry, da Inglaterra, concluiu que quem se exercita por prazer está menos propenso a sofrer de ansiedade e depressão do que as pessoas que o fazem por obrigação.

"A explicação é que o cérebro de quem realiza algo prazeroso produz mais endorfinas e encefalina, dois neurotransmissores responsáveis pelas sensações de felicidade e bem-estar", afirma o endocrinologista Dr. Tércio Rocha, do Rio de Janeiro.

Já para quem realiza exercícios por obrigação acontece o contrário, " tudo é realizado com angústia e sem vontade, o que faz o organismo liberar adrenalina, um hormônio causador do estresse e que pode provocar problemas cardíacos", enfatiza o médico.

Por Monique Mota


Se você consome muito refrigerante ou bebidas com muito açúcar e é hipertenso, é hora de reavaliar seu hábito. Segundo estudo publicado na revista Hypertension, tomar acima de 355 ml de bebidas gaseificadas, diariamente, desequilibra a pressão.

A pesquisa foi feita com 2,5 mil americanos e britânicos, entre 40 e 59 anos, e chegou a conclusão que a ingestão de açúcar era maior entre os que ingeriram uma bebida açucarada por dia, segundo o site Time Healthland.

Além disso, quem consumia mais de uma dose de refrigerantes e bebidas açucaradas por dia, ingeria cerca de 397 calorias a mais do que quem bebia líquidos não açucarados.

Portanto, de acordo com os dados científicos, para não correr o risco de desequilibrar a pressão arterial, o limite máximo de ingestão de refrigerantes e bebidas açucaradas é de 3 latas por semana.

Por Amanda Pieranti


Manter o corpo hidratado é recomendação de 10 entre 10 médicos. E quando essa hidratação for feita com água de coco, melhor ainda para quem tem de se recuperar de infecções gástricas e urinárias.

De acordo com a nutricionista Beatriz Botequio, a água de coco não aniquila bactérias, mas é uma espécie de soro fisiológico natural e muito rica em potássio. Além disso, contém sódios e sais minerais, responsáveis por abastecer de água as células do nosso corpo, ajudando no relaxamento muscular, evitando, assim, lesões e cãibras, contribuindo, também, para o bom funcionamento das artérias.

Agora, só um lembrete para quem está sempre contando calorias. O líquido encontrado no coco tem bastante calorias, por isso deve ser tomado moderadamente. Um copo, que tem 50 calorias, faz bem à saúde e não sobrecarrega a silhueta.

Por Amanda Pieranti


Preocupações com a saúde não devem ser à toa, pois qualquer anormalidade no corpo é passível de verificação diretamente com um médico, da rede pública ou da particular. A Doença de Alzheimer, por exemplo, não é constatada apenas pelo esquecimento de informações recentes e modificações no padrão funcional; fadiga e estresse também são indícios.

Para várias doenças, um dos métodos mais utilizado e viável é o medicamento. Em seu primeiro mês, o programa Farmácia Popular, que inclui em sua lista remédios para diabetes e hipertensão, registrou crescimento de 45% na venda e oferta grátis entre os 25 componentes abrangidos pelo Aqui Tem Farmácia Popular.

Dados revelam que desde 14 de fevereiro, quando a gratuidade foi iniciada, até 14 de março, 2,6 milhões de remédios foram retirados pelos cidadãos, 800 mil a mais em relação ao período igual de um mês atrás.

O Aqui Tem Farmácia Popular inclui vários medicamentos com até 90% de abatimento no valor total, tais como para rinite, glaucoma, asma e até fraldas geriátricas. Para conseguir remédios, o cidadão deve apresentar a receita médica, seu CPF e um documento com foto.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Secom


A boca é certamente um dos órgãos que mais usamos, pois por ela falamos e nos alimentamos. Por isso, ter qualquer problema bucal é algo que incomoda muito. Ela, como qualquer outra parte do corpo, está sujeita a ter doenças.

A gengivite, por exemplo, é uma das doenças (dentre muitas outras) que ataca a boca. É uma inflamação nas gengivas que as deixa inchadas e sangrando ou apenas sangrando.

Para que isso e outros problemas mais graves não ocorram alguns poucos cuidados podem ser tomados como, por exemplo, uma boa e regular escovação (sempre após as refeições), o uso de fio dental e evitar o excesso de café e refrigerante.

A boca também pode ser acometida por um câncer que é muito mais comum acontecer naqueles que fumam. Lembrando que quem tem uma boca saudável não possui problemas para mastigar e comer e nem para falar. Por essa e outras razões cuidar da boca é essencial. E garantir que as crianças aprendam esse hábito cedo também.

Por Karin Földes


Ao consumir um alimento contaminado por bactérias, vírus ou toxinas a pessoa desenvolve uma infecção que é conhecida como intoxicação alimentar. Lugares onde a comida é mal manuseada, preparada ou estocada, certamente vendem comida que causará esse tipo de intoxicação. Além disso, alimentos que possuem pesticidas em doses muito grandes podem causar o problema.

A higiene é tudo na cozinha onde alimentos são preparados, pois o contato de ratos, baratas e moscas com a comida é outro causador da doença. Algum tempo depois que a comida é ingerida o indivíduo começa a sentir os sintomas da intoxicação que são: náusea, vômito, diarreia, febre, dor abdominal, dor de cabeça e cansaço.

Muitas vezes o próprio corpo se recupera do problema, mas nem sempre e se a recuperação não acontecer há o risco até de morte, principalmente em bebês, mulheres grávidas e idosos.

Por isso, para que um transtorno alimentar assim poda ser evitado é preciso sempre prestar atenção na higiene e limpeza dos restaurantes, bares e cafés. E em casa, procurar sempre lavar bem os alimentos e também cozinhá-los.

Por Karin Földes


O melanoma é um câncer de pele conhecido e que se espalha rápido. É degenerativo e pode iniciar com uma simples mancha de pele principalmente nos locais mais expostos ao sol. Como qualquer outro tipo de câncer, quanto antes for diagnosticado melhor, mais eficaz será o tratamento.

Uma cirurgia pode curar o melanoma, removendo toda a doença da pele, a não ser que já haja metástase. Uma pessoa que já teve câncer de pele uma vez pode desenvolver mais uma vez o problema, por isso, deve tomar mais cuidado e sempre ir a um dermatologista para que o médico possa fazer um acompanhamento maior.

A maioria das doenças pode ser evitada se houver prevenção. No caso do câncer de pele a prevenção é usar o filtro-solar nas áreas expostas ao sol todos os dias mesmo no inverno e em dias nublados. Procurar tomar banho com sabonetes de glicerina ou neutros.

Um hidratante é importante de ser usado e há um para cada tipo de pele. Tomar muito líquido mantém a pele hidratada, saudável e qualquer suspeita de mancha na pele ou outra coisa um médico dermatologista deve ser procurado.

Por Karin Földes


Transpirar muito durante prática de exercício físico é natural, é o corpo liberando líquido devido ao esforço. Mas em outras situações como no trabalho com ar condicionado, em lugares ventilados ou ao ar livre merece um maior cuidado, pois pode ser uma doença chamada ‘hiperidrose’, popularmente conhecida como ‘distonia’.

Os sintomas são fáceis de ser identificados: transpiração constante geralmente na área do rosto, axilas, mãos e pés.

Os dados da Sociedade Internacional de Hiperidrose informam que este tipo de doença é comum em mais de 176 milhões de pessoas no mundo sendo encontrata tanto em homens como em mulheres de todas as idades, mas comumente identificadas no período de adolescência.

Se caso identifique os sintomas acima citados em você, o ideal é procurar um médico dermatologista, pois este é o profissional que trata de doenças relacionadas à pele.

O tratamento na maioria das vezes é simples: com talcos, sabonetes e outros artigos específicos para que se evite também a proliferação de fungos e bactérias na área.

Por Lidianne Andrade


Problemas de saúde podem ser combatidos com simples mudanças de comportamento, desde parada no hábito do fumo e tempo disponível para caminhadas, até realização de exercícios em academias e espaços abertos, como parques. Outros empecilhos, porém, obrigam o “doente” a fazer uso de medicamentos, que devem ficar mais caros em breve.

Isto porque a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o reajuste de valores para quase todos os remédios disponíveis no Brasil. O índice de alta (3,54%, 4,77% ou 6,01%) depende exclusivamente da categoria do medicamento e também do faturamento do laboratório incumbido da fabricação.

Até o próximo dia 31 as empresas responsáveis pela fabricação de cada remédio devem encaminhar à Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed) uma planilha de vendas com os valores que almejam enquadrar. Não serão reajustados medicamentos homeopáticos, fitoterápicos e outros de livre comercialização.

O consumidor precisa estar atento, mais uma vez, com outra elevação de preços, que incide diretamente nos bolsos. De todo jeito, o “incentivo” quanto ao correto cumprimento das fabricantes tem por base multas, de R$ 212 a R$ 3,2 milhões.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Agência Brasil


Nesta época do ano é comum que doenças se manifestem com mais frequência e intensidade. Entre as mais comuns está a conjuntivite viral.

A conjuntivite viral é transmitida através de um vírus, que por sua vez é contagioso, portanto todo cuidado deve ser tomado.

Os principais sintomas dessa doença é a coceira, ardência, sensação de areia nos olhos, irritação intensa, secreção e visão embaçada.

As pessoas com conjuntivite devem tomar uma série de cuidados para que a doença não se espalhe. Entre os cuidados estão: evitar coçar os olhos; não dividir objetos pessoais; além de separar toalhas, lençóis e tudo aquilo que for usar.

Para diminuir as chances de você contrair conjuntivite a primeira medida a ser tomada é com relação à higiene. Lavar as mãos é a principal, pois elas contêm inúmeras bactérias e o vírus pode se hospedar nelas e transmitir as outras pessoas.

Fique atento! Ao sentir qualquer alteração procure um médico, só ele poderá recomendar o tratamento adequado.

Por Milena Evelyn


Todos sabem que a dança é uma atividade prazerosa que expressa momentos de diversão e descontração. Mas poucas pessoas sabem os benefícios que esta prática traz para a saúde.

Além do corpo, a dança faz bem para a mente e também para a vida social.

Por alto, ela já melhora a sua concentração, coordenação motora, agilidade e flexibilidade. Já para a mente, proporciona relaxamento, ameniza o estresse e as tensões do dia-a-dia. Além disso, nas aulas de dança os alunos se divertem conhecendo novas pessoas, extravasando suas emoções e esquecendo por um momento dos problemas corriqueiros, funcionando como uma válvula de escape. É por isso que a dança tem sido considerada como auxílio no tratamento de pessoas com depressão e para eliminar a timidez.

Portanto, para aproveitar cada um desses e outros benefícios, basta escolher o ritmo que mais tem a ver com o seu estilo e cair na dança.

Por Mariana Gomes


Observar pequenas atitudes do próximo, ou de si próprio, pode contribuir para a detecção de um dos problemas até comum na terceira idade. Alzheimer é uma doença progressiva e degenerativa que alcança o cérebro. Sinais como dificuldades na memorização de informações recentes e palavras simples, além de empecilhos para o exercício de atividades sem dificuldades, podem indicar esse mal.

Boa parte da população não deve saber, mas indícios do Alzheimer podem ser confundidos com estresse ou fadiga. De acordo com Márcia Lorena Fagundes Chaves, neurologista e chefe do serviço de neurologia do Hospital das Clínicas de Porto Alegre, constatados sintomas como esquecimento, dificuldades motoras e modificações no padrão funcional, bem como dificuldades na fala, deve-se agendar consulta com um especialista para verificação.

A Doença de Alzheimer (D.A.) pode ser detectada através de exames físicos e em laboratórios, por meio de exames de imagem e também a partir de testes cognitivos. Inicialmente, a doença apresenta desenvolvimento lento e até hoje, infelizmente, não existe cura, mas sim tratamentos (por meio de medicamentos) que visam prolongar a evolução desse mal.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Assessoria de Imprensa


Novo governo, velhos problemas. Até onde vai o descaso com a saúde pública no Brasil?  O velho e costumeiro desabastecimento das farmácias que atendem a população carente e necessitada volta a assombrar os pacientes. E o pior é que são remédios importantíssimos utilizados por milhares de pessoas no tratamento de doentes com infecções graves, como as causadas pelo HIV.

As queixas estão sendo constantes. Em várias partes do país quando não falta o medicamento, existe a falha na entrega dos mesmos aos pacientes.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Infectologia – Regional do Distrito Federal não existe justificativa plausível para esse desabastecimento e salienta que o fato de substituir medicamentos importantes na maioria das vezes, além de causar uma série de reações adversas, acaba levando o paciente a abandonar o tratamento.

Na opinião de Dirceu Greco do departamento de DST – Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, o que existe é uma sucessão de problemas e atrasos que foram somados.

Greco afirma que estes problemas não tem se tornado rotina e garante que o problema está sendo solucionado e que a situação se normalizará em breve.

Os pacientes com HIV esperam para ver.

Por Alberto Vicente


Problemas respiratórios são mais comuns do que se imagina. Com o progresso da sociedade global e o consequente aumento de veículos automotores nas ruas, novos ou velhos, além de desmatamentos em vários pontos do mundo devido às ações imprudentes do seres humanos e queimadas oriundas do tal aquecimento global, crianças, jovens e adultos enfrentam, em tempos secos, dificuldades até para caminhar sem sentir dificuldades.

Independente desta breve descrição, diretamente relacionada à boa saúde, ter ciência e distinguir uma doença de outra é vital para um correto tratamento, sobretudo quando asma e bronquite são postas em “votação”. Segundo Fatima Rodrigues Fernandes, pediatra e alergista do Hospital Infantil Sabará, enquanto a asma define-se por uma doença crônica, tratada preventiva e constantemente, a bronquite crônica, uma inflamação, decorre de substâncias que causam irritação, como fumaça e cigarro. Outro caso é a bronquite aguda, originada por bactérias ou vírus.

Fatima pondera que a asma é uma doença comum no período da infância, infelizmente chamando a atenção de pais e/ou responsáveis apenas nos momentos em que a crise vem à tona. A pediatra indica tratamento preventivo e permanente, do contrário sérias consequências aparecem, podendo até levar o indivíduo à morte.

A asma pode ser mais bem controlada através de inalação, numa mistura com anti-inflamatórios e broncoladilatores. Além disso, é necessário evitar o contato com bichos de pelúcia, poeira e outros mais.

As bronquites agudas, por sua vez, devem ser tratadas com medicamentos que visam apenas aliviar os principais sintomas caso a origem da doença tenha sido por bactérias. A crônica, diferentemente, pede somente mudanças de hábitos, entre os quais parar com o fumo.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Assessoria de Imprensa


A medicina holística, antes chamada medicina alternativa, preza pela teoria de que as doenças são psicossomáticas, ou seja, são provocadas pelo estado psicológico das pessoas, que formam cadeias de energias pelo corpo. Por isso, elas evitam ao máximo o uso de remédios, pois eles não tratariam a raiz do problema.

Um desses tratamentos é a chamada reflexologia, que cura diversas doenças através de sinais nas extremidades do corpo como as mãos, os pés, as orelhas e os olhos. Segundo a terapia, quando a energia não flui de modo adequado, essas extremidades sofrem mudanças sensíveis ao toque ou à visão. No entanto, a área mais fácil de se perceber os órgãos do corpo são os pés, que têm uma superfície maior. Neles, é possível distinguir todo o microcosmo corporal, com suas glândulas e órgãos dispostos de forma idêntica nos dois pés.

Com técnicas específicas, o profissional faz pressão nas áreas reflexas do corpo com os dedos das mãos, fazendo com que o organismo aumente seu potencial de auto-cura, pois mudanças fisiológicas são feitas. Assim, o paciente sai relaxado e sem estresse das sessões, pois recebeu um bom carregamento na bateria!

Por Flávia Yoshitani


A hipoglicemia é a diminuição de glicose no sangue. Para que ela seja constatada basta um exame de sangue solicitado por um médico, preferencialmente endocrinologista. Esse problema ocorre quando a pessoa possui um nível mais alto de insulina no sangue.

Por exemplo, quando um indivíduo come alguma coisa o corpo libera insulina para que as células absorvam o açúcar e ao mesmo tempo para controlar essa taxa de açúcar no sangue. Se o corpo produz insulina demais ele acaba ficando com falta de açúcar.

Quem possui diabetes tem o problema contrário, o corpo não produz insulina e por isso a taxa de açúcar no sangue aumenta. Os sintomas mais comuns da hipoglicemia são: tontura, fraqueza, fome, irritabilidade, dificuldade de concentração e dor de cabeça.

Muitas vezes o tratamento é simples, basta balancear a alimentação ou se adaptar melhor ao estresse. Mas quando o caso é mais grave é preciso tomar remédios prescritos por um endocrinologista que avalia cada caso.

Por Karin Földes


Para a tão sonhada vida saudável é preciso, em primeiro lugar, conhecer as próprias limitações individuais e cuidar da saúde. Exames periódicos podem evitar uma série de problemas, desde os menores aos mais complexos. Crianças, jovens, adultos e idosos sempre precisam buscar informações detalhadas sobre suas condições físicas.

A terceira idade, por sinal, tem ensinado várias lições aos mais jovens. É comum, nos dias atuais, observar casais dessa faixa caminharem em ruas e em parques, andarem de bicicleta e praticarem basquete, futebol. Com os filhos fora de casa como rege a lei da vida, em termos gerais, a oportunidade de os mais velhos cuidarem mais de si aparece com amplitude.

A expectativa de vida, no Brasil, subiu para 72 anos segundo últimos dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para alcançar essa idade são necessários certos cuidados, a começar pelos dentes. Sim, pelos dentes. De acordo com Gabriel Lembo, cirurgião-dentista, os idosos apresentam, com certa frequência, cáries, doenças nas gengivas e problemas nas raízes.

Em sua visão de especialista, recomenda ida constante ao dentista, bem como utilização diária de creme dental com flúor e, claro, fio dental, sempre depois de cada refeição. Evitar tabaco e alimentos com açúcar também contribui para uma melhor saúde dentária.

Se alguns dentes já caíram, a saída mais correta é a reposição de cada um, pois cada dente tem sua designação específica. A ausência pode prejudicar a mastigação e digestão – alimentos mal mastigados causam doenças estomacais.

Por Luiz Felipe T. Erdei

 


Mais conhecido entre as pessoas como TOC, o Transtorno Obsessivo Compulsivo é uma doença que afeta milhares de pessoas pelo mundo. Especialistas consideram essa anomalia rara, embora muitas pessoas nem saibam que tenham o problema.

Essa doença é caracterizada pela repetição de hábitos de forma excessiva, como lavar as mãos constantemente e contar objetos.

Frequentemente o TOC sofre complicações quando somadas a transtornos psiquiátricos, quadros de depressão, ansiedade e esquizofrenia.

Atualmente existem tratamentos onde não é necessário o uso de medicamentos, porém apenas um profissional qualificado poderá prescrever o remédio caso haja realmente necessidade, já que em alguns casos apenas a terapia já surte efeito.

A cura do TOC parte inicialmente do paciente, ele precisa ter a iniciativa de procurar o tratamento, para que assim ocorra a cura efetiva.

Qualquer sinal ou alteração não hesite, procure logo um médico.

Por Milena Evelyn


Os estresse é visto como algo natural se mantido em um período pequeno, uma reação necessária do corpo para mantê-lo em alerta. Porém, se for prolongado esse estado, o indivíduo pode adquirir mais facilmente uma doença ou baixar a produtividade.

Os principais sintomas são:

  • dificuldade de concentração;
  • dores musculares;
  • dor de cabeça;
  • dor no estômago;
  • infecções;
  • baixa autoestima;
  • pressão alta;
  • entre outros;

Pessoas nesse estado podem estar sujeitas a problemas associados a sua falta de ação ou reação em excesso, sendo causadoras das seguintes situações:

  • acidentes de carro;
  • perda de objetos;
  • pequenos acidentes, como deixar cair um copo e cortar-se;
  • agressão contra si ou a outras pessoas;

Quando o problema se torna crônico, é aconselhável buscar orientação médica. Quanto maior for o período e mais sintomas for sentido, maior será o grau de estresse e danos à saúde.

Por Priscila Marques


A prevenção de muitas doenças em idosos depende muito dos cuidados de higiene com a boca. Como por exemplo, doença de Alzheimer, que vem afetando muitas pessoas na modernidade. Pesquisa publicada no The New York Times, recentemente, revelou que a gengivite pode causar o mal na terceira idade.

O estudo confrontou pacientes que ainda tinham dentes naturais com os que possuíam poucos ou nenhum. Quem já não tinha dentes naturais se mostrou bem mais suscetível à perda de memória ou início de Alzheimer.

Portanto, cuidados diários são fáceis e necessários como medidas de profilaxia à inflamação da gengiva, mau hálito, cáries e, claro, ter dentes saudáveis.

Especialistas recomendam escovação dos dentes todos os dias, após as refeições (no mínimo 3 vezes), uso de fio dental e visitas com periodicidade ao dentista.

Por Amanda Pieranti


O uso de cosméticos repelentes está sendo levado a consulta pública desde fevereiro deste ano, por um período de 30 dias seguidos. Os brasileiros poderão encaminhar críticas e sugestões até a próxima quarta-feira, dia 16/03.

Tal consulta (03/2011) objetiva enumerar as contribuições que sejam relacionadas a proposta de Resolução que norteará o Regulamento Técnico sobre Repelentes de Insetos em Cosméticos, cuja meta, por sua vez, será aperfeiçoar o controle sanitário sobre esses cosméticos. Assim, aspectos como rótulo, eficácia, qualidade e segurança serão avaliados.

A partir da análise desses critérios, será comprovada a segurança desses produtos (e autorizado o registro dos mesmos), com base em três estudos, a saber: irritação cutânea primária e acumulada, sensibilização cutânea e fotossensibilização.

Os interessados em participar da consulta devem preencher o formulário disponível no site da Anvisa e enviá-lo pelo endereço eletrônico  cosmeticos@anvisa.gov.br ou por fax (61 – 3462-5897), ou ainda por carta para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Gerência Geral de Cosméticos, no endereço SIA, trecho 05, área especial 57, Brasília (DF), CEP: 71205-050. 

Por Alberto Vicente


A incontinência urinária afeta milhões de pessoas em todo mundo. Vários são os fatores causadores desse problema como, por exemplo, o estresse.

Estudos realizados revelaram que a prática de alguns exercícios chamados de Kegel podem ser muito eficientes no controle desse problema. Os exercícios quando bem feitos fazem com que os músculos que regulam o fluxo urinário sejam contraídos e relaxados fortalecendo aos músculos da pélvis o que pode ajudar a conter a constante perda de urina.

De acordo com o The New York Times, estudo realizado pela revista America ‘Gerontology’ que analisou metade das pacientes mulheres de uma clínica de repouso, foi observado que o grupo submetido ao tratamento com exercícios para a bexiga apresentou melhora significativa em relação ao grupo controle. A pesquisa concluiu que tal tipo de tratamento, que treina a bexiga para aumentar o intervalo entre as micções, resultou em muitos benefícios para o grupo de pacientes investigados.

Por Alberto Vicente e Janilza Santos


A microfisioterapia é uma ciência nova, criada em 1982 na França, por Daniel Grosjean e Patrice Bénini. Sua teoria se funda no princípio de que o corpo pode se auto-curar, pois ele possui os anticorpos para destruir os antígenos, seus agressores. Geralmente, o corpo consegue eliminar esses agentes no momento em que é atacado, porém, quando o ataque é muito forte, ele causa uma cicatriz, que provoca sintomas e a diminuição da vitalidade no local atingido.

A técnica pode ser aplicada para a cura de várias doenças, como dores musculares, distúrbios do sono, medos, fobias, alergias, depressões, cólicas, bulimia, anorexia entre outras. Os pacientes necessitam, geralmente, de 3 a 4 sessões de 35 a 40 minutos cada para que eles possam seguir o tratamento por si mesmos.

Na sessão, o fisioterapeuta microapalpa o corpo do paciente. O gesto é feito com as duas mãos do profissional, indo uma de encontro à outra, até que ele perceba o local da cicatriz patológica para estimular o corpo de um modo semelhante ao do agressor. Assim, o corpo aprenderá a se defender desse agressor e realizará sua auto-cura.

É uma técnica saudável e que propicia bem-estar aos seus pacientes. Vale a pena experimentar. Para mais informações, acesse www.microfisioterapia.org

Por Flávia Yoshitani


Os cânceres mais comuns que afetam as mulheres são os de útero, colo de útero, endométrio, ovários, trompas, vulva e mamas. A prevenção certamente é a cura para esse tipo de doença. Para isso a partir da primeira menstruação é preciso que a mulher consulte um ginecologista e que a visita anual a esse médico se torne um hábito.

A doença, dependendo de sua intensidade, pode crescer e se espalhar rapidamente pelo corpo se não for tratado a tempo. Por isso o diagnóstico precoce é a melhor prevenção. Muitas mulheres pensam que terão sintomas logo que começarem a desenvolver a doença e muito se enganam, pois, o câncer age silenciosamente e só apresenta sintomas na fase mais avançada.

A prevenção também pode ser feita com exercícios físicos, alimentação saudável, não possuir nenhum vício (tabagismo, álcool, drogas), uso de camisinhas para evitar infecções, evitar trocar muito de parceiros e fazer exames anualmente sempre com acompanhamento médico. Mulheres maiores de 40 anos devem visitar semestralmente um médico ginecologista.

Por Karin Földes


Após 56 anos, virá ao mercado uma droga para aliviar as dores e crises manifestadas pelo Lúpus Eritematoso Sistêmico, uma doença autoimune onde a pessoa afetada acaba tendo seus próprios órgãos e tecidos atacados por reações imunológicas.

O nome do medicamento se chama Benlysta, que foi pesquisado durante 15 anos pela Human Genome Sciences Inc., e será comercializado pela GlaxoSmithKline. Nesta última quarta-feira, 09 de março, a droga foi aprovada pela FDA, agência reguladora dos medicamentos nos EUA, o que define-se como um marco para que outras substâncias sejam pesquisadas em favor da melhoria dos pacientes com lúpus.

Mas é importante ressaltar que o medicamento não foi eficaz na forma mais grave da doença, e só obteve sucesso em 35% dos norte-americanos que se submeteram ao tratamento. Além disso, a FDA disse que exigirá um estudo da Benlysta em portadores de lúpus afro-americanos, os quais não apresentaram resultados positivos com os testes já realizados.

Por Elizabeth Preático





CONTINUE NAVEGANDO: