Intolerância à Lactose pode contribuir para Perda de Cabelo



  

Queda de cabelo pode estar relacionada a intolerância à lactose.

Você há dias vem percebendo que seu cabelo está caindo com muita frequência? Quando você entra no banho, na hora do enxágue percebe que muito cabelo acaba saindo na sua mão? Ou então, quando você escova o cabelo você percebe que o cabelo acaba ficando mais na escova do que na sua cabeça? Brincadeiras a parte, toda essa queda de cabelo pode ser consequência de intolerância à lactose.

Claro que a queda de cabelo pode ser causa de muitas coisas, mas vale observar e levar essa questão a um especialista. Entretando, enquanto isso não acontece, leve em consideração a intolerância a lactose, que tem outros sintomas que podem ser observados facilmente, principalmente com a ingestão de produtos feitos com leite. A produção de gases e azia são alguns desses sintomas. Em conjunto com um couro cabelo oleoso e perda de cabelo, pode de fato apontar para essa intolerância.

Isso acontece, pois organismo não consegue absorver o açúcar presentes nos produtos lácteos, dessa forma gerando esses sintomas.

Ainda não existem comprovações científicas sobre o assunto, mas de qualquer forma, é muito importante levar o assunto a algum nutricionista para que ele possa encaminhar a bateria de exames e acompanhar o quadro de perto.





A intolerância à lactose precisa ser acompanhada por conta do nível que a pessoa pode apresentar. Essa intolerância geralmente já está determinada no nascimento do indivíduo e vem a se desenvolver mais para a idade adulta. Isso acontece por conta da quantidade baixa de enzimas que estão presentes no sistema imunológico do indivíduo, não conseguindo, portanto, ser suficiente para absorção do açúcar no leite.

A intolerância pode gerar questões mais graves, quando a quantidade de enzimas é extremamente baixa, principalmente sobre complicações gastro intestinais.

Não é preciso se desesperar se você for diagnosticado com intolerância à lactose. O tratamento é feito a partir de dietas, que serão preparados de acordo com o que o indivíduo precisa de vitaminas, fortalecendo o sistema imunológico e com alimentos com dose baixa de lactose ou com 0% lactose. No mercado, é possível encontrar muitos desses produtos, que permitem os indivíduos terem acesso a alimentos que já estavam acostumados, mas com uma nova fórmula.

Yamí de Araújo Couto



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *