Cuidados com os pés do diabético

O verão é a época do ano em que os pés estão mais expostos, ficando mais vulneráveis, devido ao uso de sandálias e chinelos. No caso dos diabéticos, os cuidados devem ser redobrados, pelo fato dessa parte do corpo ter menor circulação sanguínea, o que favorece o surgimento de úlceras.

Se o paciente não cuidar da região do pé com essas feridas, elas podem se agravar, atingindo os ossos e provocando a gangrena, que ocasiona na morte dos tecidos, sendo necessária a amputação.



O que os diabéticos não sabem é que até mesmo um calo ou uma ferida podem ser os responsáveis por essas amputações, por isso todo cuidado é pouco. Veja algumas dicas:

  • Existem sapatos específicos para diabéticos, que são macios e ajustáveis e que evitam machucados;
  • Escolha um calçado que proteja bem os pés;
  • Antes de calçar o sapato, verifique se existem pedrinhas ou outros objetos que possam incomodar os pés ao caminhar;
  • As mulheres com diabetes que gostam de salto alto não precisam se privar desse tipo de calçado, mas é preciso optar por saltos com no máximo três centímetros de altura, com formato quadrado, e a frente do calçado deve ser mais larga.
  • Sapatos de bico fino tanto para homens e mulheres com diabetes são proibidos;
  • Ortopedistas não recomendam chinelos de dedo porque os pés ficam muito desprotegidos.
  • Durante o inverno, as meias recomendadas são as com sola de couro ou silicone;
  • Procure examinar os pés diariamente para verificar se apareceram bolhas, frieiras, rachaduras e outros;
  • A higiene nos pés é de grande importância, mas não tome banho com água muito quente.

Por Selma Isis

Fonte: Fabio Ravaglia- médico cirurgião ortopédico





Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *