Síndrome da Mão Alheia – Doença provoca reações violentas



A americana Karen Byrne, 55 anos, possuía uma doença rara conhecida como Síndrome da Mão Alheia, que faz com que o corpo faça o contrário do que a pessoa quer, como, por exemplo, dar muros no próprio rosto ou tomar uma direção oposta da desejada.

Karen sofria de epilepsia e, aos 27 anos, resolveu realizar cirurgia a fim de controlar o problema. O procedimento cirúrgico para cura da epilepsia, em geral, precisa identificar a parte do cérebro de onde os sinais elétricos anormais surgem, e então cortar um pedaço dessa região afetada. Para a situação de Karen, essa solução não adiantou, então o médico que fez a sua cirurgia precisou cortar seu corpo caloso, responsável por manter os dois hemisférios do cérebro em contato permanente.



Isso curou a epilepsia, no entanto, Karen ficou com a mão esquerda descontrolada, e houve situações em que sua mão esquerda lhe dava tapas ao ponto dela ficar com o rosto inchado. A americana sofreu por 18 anos com a doença, até que os médicos que a tratavam descobriram um remédio para o seu caso.

Por Andrea Gomes

Fonte: BBC Brasil





Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *