Distrofia Macular de Stargardt – Pesquisa com Células-Tronco



  

Os Estados Unidos autorizaram, pela segunda vez, a pesquisa com células-tronco embrionárias em humanos. A FDA (Food and Drug Administration) autorizou a norte-americana Advanced Cell Technology, de Massachusetts, a realizar uma pesquisa com as células-tronco em pacientes portadores de um tipo de cegueira progressiva chamada distrofia macular de Stargardt.

De acordo com a empresa norte-americana, doze pacientes irão se submeter aos testes. A distrofia macular de Stargardt não possui tratamento hoje em dia, e geralmente se manifesta em pessoas com menos de 20 anos, atingindo o epitélio pigmentado da retina, causando sua degeneração.





As células-tronco embrionárias podem se transformar em qualquer tipo de tecido humano, e há controvérsias sobre seu uso para estudos, em função da destruição de embriões humanos para este fim.

Em janeiro de 2009, a empresa Geron Corporation foi autorizada pela FDA a realizar testes com células-tronco embrionárias em pacientes com paralisia, ocorrida após lesão medular.

Por Elizabeth Preático



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *